Últimas

Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2007, 04h:14 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

2 grupos tentam cooptar o presidente da AL

     Mesmo com estilo populista e demagógico para alguns, o deputado Sérgio Ricardo passou a ser 'assediado' por dois grupos políticos, mais pelo fato de ter chegado à presidência da Assembléia Legislativa. O governador Blairo Maggi escalou seu principal interlocutor político, secretário de Educação Luiz Antônio Pagot, para tentar cooptar Sérgio ao PR. O senador Jaime Campos, em nome do PFL, resolveu fazer o mesmo. Sérgio está deixando o PPS, assim como o governador, e a tendência natural seria migrar para o Partido da República. O problema é que o deputado, numa jogada estratégica e para se autovalorizar, passou a condicionar seu ingresso no novo partido à garantias de espaço privilegiado no diretório de Cuiabá.

     No fundo, Sérgio quer ditar as regras na definição de candidatura e na política de alianças para as eleições do próximo ano na Capital. Nessa discussão, vislumbra até uma nova candidatura ao Palácio Alencastro. Em 2004, ele concorreu e, mesmo com o ex-prefeito Roberto França e o governador Maggi no palanque, teve uma votação decepcionante.

     Em seis anos de vida pública, Sérgio saiu de vereador para deputado. Está no segundo mandato e já conquistou a presidência da Assembléia. Começou no PMN, foi para PFL e agora está de malas prontas para deixar o PPS. Do PFL, o presidente da Assembléia já obteve a garantia de que terá autonomia para conduzir a agremiação em Cuiabá. O cacique Jaime Campos apostou tanto na filiação de Sérgio que mergulhou nas articulações para elegê-lo presidente do legislativo mato-grossense. Chegou até a promover um churrasco de confraternização com os deputados.

    Após sinalizar para retorno aos braços do PFL, no qual esteve por alguns meses em 2004, Sérgio passou a ser preocupação da turma da botina. O trator Luiz Pagot o tem procurado com maior frequência no sentido de convencê-lo a seguir o mesmo rumo partidário do governador. Sérgio sabe que há resistência a seu nome no grupo, mas mesmo assim sinaliza para ingresso no PR, inclusive com a possibilidade de vir a comandar a legenda na Capital.

    Os blairistas não querem dar trégua a Jaime Campos, que já está em pré-campanha à sucessão estadual. O senador vai transformar o seu PFL na maior bancada na Assembléia e, numa eventual ruptura, traria problemas para o governo. Hoje, o partido tem cinco deputados (Dilceu Dal Bosco, Humberto Bosaipo, José Domingos, Gilmar Fabris e Wallace Guimarães). Se cooptar Sérgio, a legenda pefelista, que passará a se chamar Partido Democrata (PD), não só se consolida como dona da maior bancada como dirigente do Poder Legislativo.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

2 deputados empurrados pra oposição

allan kardec 400   Por causa da bandeira que têm carregado de defensores dos servidores públicos, dois deputados do núcleo do governo começam a caminhar para oposição. Um deles é o pedetista Allan Kardec (foto) que, de tanto ser pressionado pelas chamadas bases para reagir contra a PEC da...

Elogios à gestão proba Mauro Mendes

marcelo oliveira 400 curtinha   O secretário de Estado Marcelo de Oliveira (Infraestrutura e Logística), Marcelo de Oliveira (foto), fez questão de destacar nesta quarta, em entrevista ao vivo ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que o governador Mauro Mendes tem se empenhado ao máximo para fazer uma boa gestão,...

2 frentes do MDB e apostas em Cuiabá

gustavo padilha 400 curtinha   O MDB vive uma situação curiosa em Cuiabá. Embora no comando da prefeitura, com Emanuel Pinheiro, o partido só conseguiu reconquistar cadeira na Câmara há três meses, com a filiação de Juca do Guaraná, aproveitando a janela partidária. Em 2016,...

Opositores ganham força em Barra

adilson gon�alves 400 curtinha   Grupos de oposição estão ganhando "musculatura" em Barra do Garças, numa expectativa otimista de derrotar o candidato apoiado pelo prefeito Beto Farias (MDB), o atual vice Wellington Marcos, que está filiado ao DEM. Wellington é considerado nome "pesado"...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.