Últimas

Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2007, 04h:14 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

2 grupos tentam cooptar o presidente da AL

     Mesmo com estilo populista e demagógico para alguns, o deputado Sérgio Ricardo passou a ser 'assediado' por dois grupos políticos, mais pelo fato de ter chegado à presidência da Assembléia Legislativa. O governador Blairo Maggi escalou seu principal interlocutor político, secretário de Educação Luiz Antônio Pagot, para tentar cooptar Sérgio ao PR. O senador Jaime Campos, em nome do PFL, resolveu fazer o mesmo. Sérgio está deixando o PPS, assim como o governador, e a tendência natural seria migrar para o Partido da República. O problema é que o deputado, numa jogada estratégica e para se autovalorizar, passou a condicionar seu ingresso no novo partido à garantias de espaço privilegiado no diretório de Cuiabá.

     No fundo, Sérgio quer ditar as regras na definição de candidatura e na política de alianças para as eleições do próximo ano na Capital. Nessa discussão, vislumbra até uma nova candidatura ao Palácio Alencastro. Em 2004, ele concorreu e, mesmo com o ex-prefeito Roberto França e o governador Maggi no palanque, teve uma votação decepcionante.

     Em seis anos de vida pública, Sérgio saiu de vereador para deputado. Está no segundo mandato e já conquistou a presidência da Assembléia. Começou no PMN, foi para PFL e agora está de malas prontas para deixar o PPS. Do PFL, o presidente da Assembléia já obteve a garantia de que terá autonomia para conduzir a agremiação em Cuiabá. O cacique Jaime Campos apostou tanto na filiação de Sérgio que mergulhou nas articulações para elegê-lo presidente do legislativo mato-grossense. Chegou até a promover um churrasco de confraternização com os deputados.

    Após sinalizar para retorno aos braços do PFL, no qual esteve por alguns meses em 2004, Sérgio passou a ser preocupação da turma da botina. O trator Luiz Pagot o tem procurado com maior frequência no sentido de convencê-lo a seguir o mesmo rumo partidário do governador. Sérgio sabe que há resistência a seu nome no grupo, mas mesmo assim sinaliza para ingresso no PR, inclusive com a possibilidade de vir a comandar a legenda na Capital.

    Os blairistas não querem dar trégua a Jaime Campos, que já está em pré-campanha à sucessão estadual. O senador vai transformar o seu PFL na maior bancada na Assembléia e, numa eventual ruptura, traria problemas para o governo. Hoje, o partido tem cinco deputados (Dilceu Dal Bosco, Humberto Bosaipo, José Domingos, Gilmar Fabris e Wallace Guimarães). Se cooptar Sérgio, a legenda pefelista, que passará a se chamar Partido Democrata (PD), não só se consolida como dona da maior bancada como dirigente do Poder Legislativo.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Agora no DEM e foco à saúde pública

gilberto figueiredo 400 curtinha   Gilberto Figueiredo (foto), vereador licenciado da Capital e secretário de Estado de Saúde, aproveitou a janela - data limite de filiação até sábado (4) para quem quiser ser candidato em outubro -, e ingressou no DEM. Agora, o partido do governador Mauro, até...

Contrato para tocar eventos do TCE

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Guilherme Maluf, fechou um contrato anual com a Infortouch Agência e Comunicação, Eventos e Produtos Alimentícios, aproveitando ata de registro de preços  do Tribunal de Justiça de MT, com adesão-carona num processo de 2019. A empresa vai faturar R$ 376,9 mil para atender demandas do TCE em toda logística de eventos, envolvendo as etapas de planejamento,...

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.