Últimas

Domingo, 24 de Maio de 2009, 08h:26 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

2 vagas motivam candidaturas; Oswaldo deve ir ao Senado

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Pedro Taques (sem partido), Oswaldo Sobrinho (PTB) e Riva (PP) são alguns dos pré-candidatos ao Senado

  As eleições com duas vagas para o Senado em 2010 estão motivando a entrar na disputa líderes políticos e até alguns que nunca concorreram a cargo eletivo, como o procurador da República, José Pedro Taques, que hoje atua em São Paulo mas está prestes a sair dos quadros do Ministério Público, voltar a morar em Cuiabá, atuar na iniciativa privada e estrear na política. Um outro que articula nos bastidores e, sem alarde, é o secretário de Governo do Palácio Alencastro, Oswaldo Sobrinho (PTB), que já exerceu vários cargos eletivos, como de deputado e de vice-governador, além de comandar a pasta da Educação do Estado tanto como titular como na condição de adjunto. Em 1994 concorreu e perdeu para governador. Hoje é o segundo-suplente do senador Jayme Campos (DEM). O primeiro é Luiz Pagot (PR).

  No PR, se o nome do deputado federal de cinco mandatos Wellington Fagundes não emplacar, os republicanos podem lançar para senador o prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos. Ele já foi sondado e admite entrar no páreo. Em 2002, Murilo tentou, sem êxito, o Senado. No caso de encarar a disputa de novo, ele terá de renunciar ao mandato até abril do próximo ano. Assim, o comando do segundo maior município do Estado ficará com o vice, empresário Tião da Zaeli, do mesmo PR. O DEM vai "jogar" com o senador Gilberto Goellner, que se efetivou no cargo a partir de fevereiro do ano passado devido à morte de Jonas Pinheiro. O PT está dividido entre lançar a senadora Serys Marli à reeleição ou o deputado federal Carlos Abicalil.

  Por enquanto, apesar de cada um dos principais partidos lançar nomes à senatória como forma de autovalorização e de se inserir no debate, apenas dois estão em pré-campanha para valer. São duas personalidades que, por conta dos embates jurídicos, se consideram inimigas. De um lado está o presidente da Assembleia pelo quarto mandato, deputado José Riva, cacique do PP. De outro o procurador Taques, que o denunciou em alguns processos quando atuava em Mato Grosso sobre supostos atos de improbidade e crimes como formação de quadrilha. Pelo visto, ambos vão se reencontrar, agora nas urnas.

   Duas vagas

   Cada eleitor tem direito de votar em dois nomes para senador com vistas a preencher duas cadeiras ocupadas hoje pela petista Serys e pelo democrata Goellner. Isso tem se tornado uma incógnita e levantado insegurança toda vez que há disputa por duas vagas de senador. A história registra derrotas inesperadas - saiba mais aqui.

   Independente disso, a expectativa de se eleger, mesmo que seja em segundo lugar e se torne "fator surpresa", como aconteceu com Serys em 2002 quando ganhou do ex-governador Dante de Oliveira (já falecido), tem deixado entusiasmo Taques e o próprio Riva. O primeiro já fez até um mapeamento do eleitorado, das forças políticas, de quanto precisará gastar na campanha e dos partidos para saber qual deles aderir.

   Em princípio, Taques mira o PDT, mas tem sido procurado por outras siglas. A segunda opção seria o nanico PSC, que tende a se transformar numa grande legenda com cooptação de ex-prefeitos, ex-vereadores e de um grupo de empresários. A aposta de Taques é ganhar o segundo voto. Assim, obteria apoio de todos os grupos que eventualmente venham lançar seus representantes na corrida para senador. Já Riva conta com grande estrutura de campanha e tem aval da maioria dos líderes políticos e dos ocupantes de cargos eletivos. Dos 141 prefeitos, por exemplo, ao menos metade faria hoje campanha pela candidatura do deputado ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Luiz Claudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso e uma tremenda falta de conciencia onde ja se viu um homem com um perfil de transparencia entrar na politica o sr Taques,tem mesmo e prender estes ladroes de dinheiro publico o sr tem que ficar no MPF e colocar todos este povinho atrs das grades isso tu e bom agora em politica tem nomes bons e sabe trabalhar pelo amor de Deus fique onde esta na sua cadeira e venha pra MT,aqui e seu lugar .

  • Joao SSerio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Aposto um milhao com quem quiser e ainda dou cem mil votos de vantagem, se este Pedro Não Sei Quem e o Osvaldo Zé Ninguem tiverem coragem de enfrentar o
    Ze Riva nas urnas.
    E se conseguirem registrar suas candidaturas continuo apostando no Ze Riva

  • EU | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    OSVALDO SOBREINHO PRO SENADO E CHAPEUZINHO VERMELHO PRO GOVERNO

  • MIAU | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Pedro Divanir | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Dá prá acreditar Osvaldo Sobrinho, Senador? Primeiro o PINOQUIO, tirou das cinzas este sinustrato de liderança. Será que não temos opção em MT?. É muita VERGONHA, estamos regredindo em muito até mesmo a possibilidade deste cidadão, ora venha ser pretenso candidato. Mas, úlltimamente, infelizmente o cenario politico de MT, está ridiculo. O Parlamento Municipal é um verdadeiro Palco de atrações Pitorescas. Executivo, uma mentira. O Legislativo Estadual é perpetuação das mesmices ao atraso. Então minha gente, estamos num mato-sem-cachorro.

  • Aladir Leite Albuquerque | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Atenção Sociedade de Mato Grosso

    Esta mensagem é para toda sociedade de Mato Grosso em especial aos nossos colegas servidores publico de todos os poderes ou seja, Executivo, Legislativo, e Judiciário do nosso Estado.

    Meu nome é Aladir Leite Albuquerque, sou Funcionário Publico Estadual à mais de 32 anos.
    Conheço a maquina administrativa, e sei que para comandar este Estado tem que ter pessoas competentes e que tenha compromisso com nossa sociedade.
    Para você ter uma idéia de contenção de despesas e consequentemente acabar com a farra dos DAS, na administração publica Estadual.

    Pois bem, um dos nossos compromissos é nomear servidores de carreia como titular de cada pasta.

    Nós Servidores Públicos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, representamos mais 15% do eleitorado Mato-grossense, e que infelizmente não estamos sabendo usar a força que temos.

    Para que isto aconteça precisamos nos organizar através de nossos sindicatos, associações, comunitários, cooperativas, clubes de mãe, em fim toda sociedade organizada.

    Porque somos companheiros e companheiras altamente qualificados e preparados para disputar qualquer pleito eleitoral em nosso estado e principalmente em nossos municípios.

    Caso isso não aconteça, seremos sempre refém dos políticos carreiristas e oportunistas que só em época de eleições, nos trata como protagonista; e após o pleito eleitoral ficamos como importunistas diante das reivindicações dos nossos direitos constitucionais.

    A cada governo que passa aos poucos vamos perdendo nossos direitos e espaço em nosso setor de trabalho.
    Não somos contra a quem quer que seja ser candidato, a qualquer cargo eletivo, mas temos a obrigação de alertar a sociedade dos desmandos no serviço Publico.
    E é com este espírito publico que também coloco meu nome como pré - candidato na disputa a uma das vagas ao senado do meu Estado.
    Aladir! Contra o desmatamento e a favor do reflorestamento

  • JEDAE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    JOÃO VAMOS FECHAR ESTA APOSTA! APOSTO O QUE E QUANTOS VOCÊ QUISER, QUE O RIVA NÃO SAI PRA SENADOR. NEM A PAU JUVENAL, NÃO JÃO! ACORDA JOÃO, SE CASO RIVA FOR ELEITO, COM UMA SEMANA ELE ESTARA CASSADO! (FILHO CASO VOCÊ AINDA NÃO SAIBA, O NOBRE DEPUTADO TEM NAS COSTAS 110 PROCESSOS. ESTA SEMANA ELE TEVE UMA DERROTA NA JUSTIÇA, SOBRE ESTES CENTO E POUCOS PROCESSOS) VEJA BEM, UMA SEMANA. AQUI ELE MANDA NA ASSEMBLÉIA, MANDA NO EXECUTIVO, LÁ NO SENADO ELE É SÓ MAIS UM. LÁ JÁ TEM DONOS. ACORDA MEU FILHO!

  • Adjair Bollchksi | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O medo da população mais alerta é que cada um que entra na política se torna o verdadeiro safado e ladrão dos cofres públicos, aí a maioria dos eleitores são gente simples e com pouca instrução, aparecem os espertinhos, com 20, 30, 40 e 50 reais por votos e o povo não dispensa e continuam aí, riva e cia ltda..

  • Fábio faria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VAMOS VOTAR EM ( RIVA ), PARA UM NOVO APOCALIPSE EM NOSSA TERRA

    VOTE
    RIVA

    N 666

    PARA MATO GROSSO NUNCA MAIS SER A MESMA

  • MESSIAS DI CAPRIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    RIVA PRO SENADO? NEM PENSAR............................................................................ EU QUERO É RIVA GOVERNADOR.

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...