Últimas

Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2009, 19h:19 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

SANGUESSUGAS

3 ex-deputados e 19 prefeitos de MT são indiciados

   A Polícia Federal informou nesta sexta (7) o balanço da Operação Sanguessuga, deflagrada em 2006 para identificar os responsáveis pelo desvio de recursos públicos destinados à área da saúde mediante superfaturamento de processos licitatórios para aquisição de ambulâncias e equipamentos hospitalares.  Segundo informações da Justiça Federal, das denúncias formalizadas, já foram expedidas 17 sentenças. Outras 211 ações ainda estão em tramitação. Ao todo, foram instaurados 136 inquéritos, sendo 28 foram concluídos.  O número de indiciados chega a 458, entre eles 33 ex-parlamentares e 71 ex-prefeitos.

   De Mato Grosso, foram denunciados três ex-deputados federais, sendo eles Lino Rossi (PP), Ricarte de Freitas (PTB) e Celcita Pinheiro (DEM). Rossi está fora da vida pública. Atua como radialista. Ricarte, que morava em Sinop, agora é consultor em Brasília. Celcita cuida da área social da Prefeitura de Cuiabá.

    Vários ex-prefeitos entram na lista da chamada mágia das sanguessugas. São eles: Lutero Siqueira (Guarantã do Norte), Luiz Cândido de Oliveira (Terra Nova do Norte), Geovane Marchetto (Marcelândia), Olídio Bortolas (Santa Carmem), Antonio Debastiani (Feliz Natal), Ezequiel Ângelo da Fonseca (Reserva Cabaçal), Jesur Cassol (Campo Novo dos Parecis), José Miguel (Rio Branco), Nelci Capitani (Colniza), Roberto Barbosa (Glória D´Oeste), Lourival Carrasco (Mirassol D´Oeste), Denir Perin (Querência), Valdizete Nogueira (Jaciara),  Marcelo Alonso ( Nova Maringá), Ismael dos Santos (Planalto da Serra), Nelson de Moraes (Pedra Preta), Francelino da Silva Filho, o Francinha (Guiratinga), Onéscimo Prati (Campo Verde) e Antonio da Paixão, o Padre Antonino (São José do Povo).

   A Operação Sanguessuga foi deflagrada em 4 de maio de 2006. À época, 48 pessoas foram presas, incluindo assessores, parlamentares e empresários. O esquema era comandado pelos empresários Darci Vedoin e Luiz Antônio Vedoin, pai e filho proprietários da empresa Planam, com sede no Distrito Industrial em Cuiabá. Entre 2001 e 2006, o grupo teria vendido mais de mil ambulâncias para prefeituras e entidades filantrópicas por meio de emendas parlamentares, totalizando R$ 110 milhões. Nesse esquema, parlamentares teriam recebido propina, segundo aponta a PF. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Rafael Amoedo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uai, pouparam o Nilson Leitao do PSDB foi ????

  • Antonio José Freitas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Estou curioso, será que na época só estes parlamentares fizeram indicações, e os outros? Alguem poderia me responder quem mais apresentou emendas??

  • orlandir CAvalcante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todos continuam bem votados e prestigiados........

  • Hellen Pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ainda tem um curizinho querendo seu apoio, escuta quem tem compromisso com voce curizinho, e não se esqueça temos uma eleição pra vençer, um abraço.

  • Mossueto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Engraçado! A justiça disque é cega, mas só acerta em peixes miudos como lambaris; sauás no maximo um piau, será que os dourados, tambaquis e outros especimes de couro não estão ao alcance de sua espada? Parece que são selecionados, verifiquem todos estão sem mandato, além de pequenos, estão a pé, sem apoio de politicos de maior grandeza, está passando da ora dos mentores intelectuais dessas falcatruas sejam alcançados pela justiça, se ela não é capaz de golpea-los pelo menos poderia rever as liminares que os mantem no mandato, pois se permanecer como está os mesmos quando forem julgados e condenados a perder o mandato, eles já terminaram e já estará num novo mandato que não tem crime, logo estará livre.

  • zé pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    quem deve ser denunciado é o ministerio da saude que aprovou os convenios , e os parlamentares federais que locou as emendas. os prefeitos foram usados .

  • joão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson voce não informou sobre os deputados de MT INVESTIGADOS (SANGUESSUGAS) como no site 24horas, que foi assim:
    -Lino Rossi (PP);
    -Pedro Henry (PP);
    -Ricartes de Freitas(PTB);
    -Telma de Oliveira (PSDB);
    -WELINGTON FAGUNDES (PR).

  • emanuel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e o Lino Rossi, ainda anda de moralista no seu programa diaria logo cedo..deveria estar na cadeia alias não ter saído de lá... e Celcita de quem era mesmo aqueles R$ 6000.000,00, que foi subtraído do carro do irmão dela? mas ela faz bem o tido do W.Santos aquele que faz obras mas ninguém vê...que pena que nossa capital está entregue a este povo...!!!

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.