Últimas

Segunda-Feira, 27 de Agosto de 2007, 00h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

3 sindicâncias apuram fraudes na Setecs e Sine

  Uma sindicância instaurada no Sistema Nacional de Emprego (Sine), a partir de uma denúncia que chegou ao Ministério Público, não constatou irregularidades, mas, por outro lado, resultou em abertura de outras três frentes de investigação. Em princípio, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Cuiabá recebeu a denúncia anônima sobre possíveis irregualidades no Sine, envolvendo a empresa Ceprodem. Instaurou-se inquérito policial.

   Responsável pelo Sine, a secretaria estadual de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs), sob comando de Terezinha Maggi, foi comunicada dos fatos. A Setecs abriu sindicância. Ouviu os servidores do Sine, Ivone Lúcia Rosset, Damião Gaspar, Maria Andréia Latorraca, Washington Rodrigues e a dona da Ceprodem, Eliana de Paula Motta. Como a acusação específica de irregularidades não ficou comprovada, o processo foi arquivado.

   Nas investigações, a sindicância acabou detectando várias irregualidades no processo licitatório entre a secretaria da primeira-dama do Estado e a Ceprodem. Comprovou-se, por exemplo, utilização indevida de senha pessoal do Siage por funcionários do Sine que não são cadastrados e também manipulação de dados também por servidores para beneficiar amigos na colocação no mercado de trabalho.

   Diante da gravidade dos fatos apontado em relatário da Auditoria-Geral do Estado, a secretária Terezinha determinou abertura de três sindicâncias. Agora, estão sendo investigado todo o trâmite do pregão 18, de 2004, do contrato administrativo e de seu primeiro termo aditivo. Servidores da Setecs teriam infringido a Lei de Licitações e manipulado dados na intermediação de mão-de-obra por funcionários atendentes do Sine, além da acusação de falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informações. Ao final das investigações, cópias da sindicância devem ser enviadas ao MPE.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Alberto da Silva Dourado Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson Prestei serviços no SINE de 19/09/2006 até 30/09/2007 pela empresa CEPRODEM, empresa essa que ganhou da SETECS em 2 anos e meio um valor superior à dois milhões e meio de reais. Somos agora 53 funcionários demitidos e a Sra. Eliana Motta diz não ter nenhum centavo para fazer as recissões, lembrado q FGTS e INSS estão todos irregulares, procuramos a Secretária Terezinha que diz que ela não pode ajudar.
    Temos denuncias graves contra a SETECS

  • Michel Andrade | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • katia campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só esqueceram de dizer que a investigação foi toda conduzida pela Procuradoria-Geral do Estado, que foi quem ouviu todas as testemunhas, solicitou laudo pericial e elaborou o relatório apontando as outras irregularidades.
    Um trabalho de quase um ano.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS