Últimas

Domingo, 25 de Fevereiro de 2007, 02h:46 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

30 consórcios de produtores são interrompidos

Secretário admite problemas, mas nega naufrágio dos projetos de asfaltamento 

    A secretaria de Estado de Infra-Estrutura, sob Vilceu Marchetti (PFL), tem assinado cerca de 30 contratos com consórcios de produtores para construção de rodovias. Todas as obras que deveriam ser viabilizadas a partir dessa parceria estão, porém, paralisadas. Marchetti garante que não houve naufrágio do projeto. Segundo ele, as pavimentações asfálticas foram interrompidas por causa deste período de chuva. A retomada só deve acontecer a partir de maio.

   Já para os produtores, a chuva não chega a ser problema. O entrave está na safra agrícola. Eles desenham cenário de pessimismo. Avisam que só vão reabilitar os projetos de construção de rodovias estaduais para depois explorá-las com a cobrança de pedágios, se saírem da situação de 'quebradeira'. Questionado sobre o assunto, o secretário Marchetti admite as dificuldades para manter o ritmo das obras dos dois primeiros anos do governo Maggi. "A questão dos consórcios depende dos nossos parceiros e não há sinalização positiva nesse sentido".

    A única garantia dada pelo secretário sobre obras em Mato Grosso diz respeito às rodovias federais BRs-158 (Araguaia) e 163 (Cuiabá-Santarém), de cuja execução o governo do Estado participa com contrapartida.

   Vilceu Marchetti disse que o Fundo Estado do Transporte e Habitação (Fethab), que somente no ano passado rendeu aos cofres do Estado R$ 19 milhões, não é suficiente para todas as obras de infra-estrutura. O governo prefere, então, empurrar a pavimentação para os produtores e priorizar a construção de casas populares. Para este ano, a meta é chegar a 10 mil, para totalizar 40 mil unidades ao longo deste segundo mandato da gestão Maggi.

    Marchetti aponta, no entanto, outros entraves. Argumenta, por exemplo, que está havendo queda do Fethab. Em janeiro, por exemplo, que o Fethab arrecadou R$ 14 milhões em janeiro deste ano, contra R$ 19 milhões em igual período de 2006. "Fizemos a previsão orçamentária, mas não sei se tudo vai ser viabilizado", alega o secretário.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Calistro, dúvida à reeleição e Sumaia

sumaia leite 400 curtinha   Jânio Calistro, reeleito para o 2º mandato de vereador em 2016 e como o mais votado em Várzea Grande, com 3.658 votos pelo PSD, se mudou para o DEM dos Campos, mas ainda avalia se vai encarar o teste das urnas deste ano. Ele se mostra um tanto baqueado, após ficar preso por três meses. E...

Grupos convergem para Emanuelzinho

emanuelzinho 400   O jovem deputado federal Emanuelzinho (foto) está cada vez mais empolgado com a possibilidade de disputar a Prefeitura de Várzea Grande. Até se mudou da Capital para a cidade vizinha, onde montou apartamento no Edifício Maktub. Uma das revelações políticas do PTB, Emanuelzinho tem...

Câmara de ROO e pasta de Controle

orestes miraglia 400 curtinha   A Câmara de Rondonópolis deu de ombros para uma decisão do Tribunal de Justiça e, em primeira votação, aprovou mensagem do prefeito Zé do Pátio, criando a secretaria de Transparência Pública e Controle Interno (SETRACI) em...

Morre pai do secretário da Casa Civil

Mauro Carvalho pai   Faleceu, aos 97 anos, o pai do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho. O empresário, que também emprestava o nome ao filho, Mauro Carvalho, foi vítima de um infarto nesta quinta (9). A informação foi confirmada pela deputada estadual Janaina Riva (MDB) que publicou nota de...

Deucimar vence Covid-19 após 20 dias

deucimar silva 400 curtinha   Após 13 dias numa unidade intensiva e mais sete se recuperando no leito de hospital, o empresário e ex-vereador pela Capital, Deucimar Silva (foto), recebeu alta médica nesta terça. Ele está curado da Covid-19. Ex-presidente da Câmara Municipal, Deucimar ficou emocionado, fez...

Estudo sobre 13º a vereadores de VG

jaqueline jacobsen curtinha 400   A conselheira-substituta Jaqueline Jacobsen (foto) estabeleceu prazo de 120 dias, em sessão de julgamento do TCE por videoconferência no último dia 2, para que o presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, realize estudo prévio de impacto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.