Últimas

Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 07h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Rumo a 2010

5 secretários de Maggi vão encarar as urnas

  Cinco dos 21 secretários do governo Blairo Maggi, dois adjuntos e o presidente do Detran, Teodoro Lopes, o Dóia, vão deixar os cargos em 31 de março com as atenções voltadas para as eleições de outubro. Os ex-democratas e agora republicanos Neldo Egon (Desenvolvimento Rural) e José Aparecido dos Santos, o Cidinho (Projetos Estratégicos) trabalham projeto de deputado estadual, assim como Baiano Filho (Esportes e Lazer), que também entrou na dança partidária. Ele deixou o PR e migrou para o PMDB. Já o petista Ságuas Moraes (Educação) e o progressista Chico Daltro (Ciência e Tecnologia) sonham com vaga de deputado federal.

   Alguns adjuntos entram também na lista de pré-candidatos na Assembleia. Deixam a Educação para encarar disputa a ex-deputada petista Vera Araújo (Gestão de Pessoas) e o ex-prefeito de Reserva do Cabaçal, Ezequiel Ângelo da Fonseca, que saiu do PR e voltou para o PP. Dóia, que trocou o PSB pelo PR, se mantém no páreo e disposto a fazer "dobradinha eleitoral" com seu padrinho político, deputado Mauro Savi (PR), que concorre à Câmara Federal. Já Leôncio Pinheiro (DEM), presidente da Empaer, desistiu da pré-candidatura a estadual. Chegou a conclusão de que não teria a mínima chance de êxito nas urnas.

   O quociente eleitoral - resultado da soma dos votos dos candidatos do partido e/ou coligação divididos pelo número de vagas a serem ocupadas -, deve chegar a 64,7 mil votos. Essa projeção mostra que a briga pelas 24 cadeiras na Assembleia será mais acirrada do que a do pleito de 2006, cujo quociente foi de 54,6 mil. Com a missão de apresentar projetos e outras proposituras e de fiscalizar os atos do Executivo, um deputado ganha cerca de R$ 15 mil mensais, controla R$ 30 mil de verba de gabinete e tem direito a reembolso de até R$ 15 mil a título de indenização por eventuais despesas. Conta ainda com um veículo Corolla à disposição do gabinete e com ajuda em outras despesas.

   Usufruindo da estrutura da máquina, alguns secretários se mostram empolgados com a possibilidade de obter boa votação junto aos servidores e atrair adesistas nos municípios. Ságuas, deputado estadual licenciado e ex-prefeito de Juína por dois mandatos, por exemplo, está à frente da maior secretaria de Estado. A Educação emprega mais de 40 mil servidores. É dessa categoria que o petista espera maior apoio em sua candidatura de deputado federal, numa dobradinha com o já federal Carlos Abicalil, que trabalha projeto ao Senado.

   Cidinho, de Projetos Estratégicos e coordenador dos consórcios rodoviários, é outro pré-candidato privilegiado. Ele "colou" no governador Blairo Maggi, que renuncia ao mandato no final de março para concorrer ao Senado, e tem obtido apoio de vereadores e prefeitos em meio às discussões sobre concessão de máquinas pelo Estado aos municípios com vistas à recuperação de estradas. O mesmo ocorre com o pecuarista Neldo Egon, que usa sua pasta para reforçar seu projeto político junto aos segmentos do agronegócio. E assim, com o peso da máquina, assessores do governo vão abrindo caminho rumo às eleições.

Quem são os secretários do governo Maggi
Diógenes Curado - Justiça e Segurança Pública
Eumar Novacki - Casa Civil
Alexander Maia - Casa Militar
Arnaldo Alves de Souza - Planejamento e Coordenação Geral
Eder de Moraes - Fazenda
José Gonçalves Botelho - Auditoria-Geral
Neldo Egon - Desenvolvimento Rural
Pedro Nadaf - Indústria, Comércio, Minas e Energia
Terezinha Maggi - Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social
Vanice Marques - Desenvolvimento do Turismo
Vilceu Marchetti - Infraestrutura
Ságuas Moraes - Educação
Geraldo de Vitto - Administração
Augustinho Moro - Saúde
Osmar de Carvalho - Comunicação
Dorgival Veras de Carvalho - Procuradoria-Geral
Luís Henrique Daldegan - Meio Ambiente
Baiano Filho - Esportes e Lazer
Paulo Pitaluga - Cultura
José Aparecido, o Cidinho - Projetos Estratégicos
Flávia Nogueira - Apoio às Políticas Educacionais
Vicente Falcão - Apoio e Acompanhamento às Políticas Ambientais e Fundiárias

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • manu | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 22h58
    0
    0

    O candidato ideal é o Augustinho Moro! Assim ele poderia defasar outros cofres pois o da saude ele e já arrasou!!!!!!! Aproveita e leva junto o Capistrano!

  • Maria José da Silva | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 22h43
    0
    0

    Perguntar não ofende, mas, extinguiram a SECITEC ou propositalmente esqueceram que CHICO DALTRO suplente de Deputado Federal pelo PP é candidato a Candidato à Câmara federal de novo? Com a palavra, o ilustre e justo ROMILSOM!. CORRIJA-ME SE ESTIVER ERRADA. OK?

  • Francisca Miranda | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 21h03
    0
    0

    É o Cidinho é esperto...... aprontou...jogou muita gente na tal sanguessuga e elemesmo qe deve, ficou de fora. Cuidado com ele....abram os olhos.

  • DILSON FARIAS | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 18h43
    0
    0

    O cidim eu conheço, não merece ser eleito é um traira, puxa saco do seu chefão naggi.

  • Jaime | Domingo, 03 de Janeiro de 2010, 11h40
    0
    0

    Porque o Geraldo Devito não sai candidato? uma pessoa competente ,soube lidar com o funcionalismo público em geral, sai Geraldo ! você vai puxar muitos votos para o seu chefe, o rei dos agricultores... Antes que eu esqueça aproveita e explica para o funcionalismo, porque o governo dos agricultores só dá gratificação aos delegados de policia e aos fiscais da sefaz ! Delegados e fiscais , porque será que este governo agrada tanto estas classes, adivinha ?

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.