Últimas

Terça-Feira, 19 de Fevereiro de 2008, 10h:48 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONFRONTO

8 vereadores protocolam pedido de auditoria

Solicitação de auditagem nas contas de Lutero gera crise; PMDB desautoriza Sávio a investigar presidente da Câmara

  O vereador cuiabano Domingos Sávio, autor de um requerimento com oito assinaturas apresentado na sessão nesta terça, pedindo auditagem nas contas de 2007 da gestão Lutero Ponce, agora se vê acuado pelo seu próprio partido, o PMDB. Assim que protocolou o documento junto à Mesa Diretora, o líder da bancada peemedebista na Câmara, Mário Lúcio, subiu a tribuna para comunicar que Sávio estava desautorizado pela Executiva Municipal a tomar tal iniciativa. O anúncio provocou nova crise, tanto entre os vereadores, quanto na bancada peemedebista.

   O "enquadramento" de Sávio é resultado de um pedido de socorro do próprio Lutero, que semana passada bateu a porta da direção estadual, sob o deputado Carlos Bezerra. Também solicitou ajuda do vice-governador Silval Barbosa. Recém-filiado ao PMDB, Lutero solicitou que o partido tomasse providências quanto à rebeldia de Domingos Sávio, que está disposto a investigá-lo.

   O requerimento de Sávio conta também com as assinaturas dos vereadores Dilemário Alencar (PTB), Permínio Pinto (PSDB), Ivan Evangelista (PPS), Edivá Alves (PSDB), Enelinda Scala e Lúdio Cabral (ambos PT) e de Luiz Marinho. Agora, o presidente Lutero se vê obrigado a colocar o pedido em votação. A estratégia, porém, é postergar essa inclusão na pauta o máximo possível.

    Lutero Ponce enfrenta desgaste político sem precedentes. Ele corre risco de perder o mandato por infidelidade partidária por ter trocado o PP, pelo qual foi eleito, pelo PMDB. Seu processo tramita no TRE. Também é acusado de ingerência à frente de um duodécimo mensal de R$ 1,6 milhão. Carrega nos ombros acusações sobre irregularidades da Mesa Diretora anterior, época em que a hoje deputada cassada Chica Nunes presidia a Câmara, com o próprio Lutero de primeiro-secretário.

   As contas do exercício de 2006 foram reprovadas pelo TCE. Agora, o grupo dos oito dos 19 parlamentares, sob a liderança de Domingos Sávio, quer fazer uma devassa nas contas de 2007, o que atinge direto o seu colega de partido Lutero Ponce.

(Às 11h07) - Posição de Sávio é eleitoreira, diz Lutero

   Num clima conflituoso, o presidente da Câmara, Lutero Ponce (PMDB), declara que o vereador Domingos Sávio (PMDB) está querendo chamar a atenção, em função de ser ano eleitoral. "Ele Domingos Sávio) tem pouco serviço prestado, por isso tá aproveitando para tentar a reeleição", critica. Lutero adota um discurso moralista. "Trabalhamos com dinheiro público e devemos manter a transparência".

    Quanto ao aumento do duodécimo do legislativo de R$ 14 milhões (2007) para R$ 20 milhões por ano, em 2008, o presidente alega que as próprias verbas de gabinete aumentaram. "Antes os gabinetes recebiam R$ 12,5 milhões e agora recebem R$ 15 mil por mês", argumenta.

    De acordo com Lutero, o requerimento de Sávio será votado ainda nesta semana. Diz ainda que a postura do vereador será encaminhada à Comissão de Ética da Casa e ainda para a Executiva Regional do PMDB. (Pollyana Araújo)

(Às 11h26) - Lúcio afirma que Sávio está ferindo Estatuto

  Em defesa de Lutero, o vereador Mário Lúcio (PMDB) afirma que a postura de Domingos Sávio em requerer uma Comissão Processante da gestão Lutero, fere o Estatuto do PMDB. "Nenhum vereador do PMDB pode entrar com um requerimento desses, sendo que o presidente da Câmara é do PMDB", argumenta. Segundo o vereador, o regimento da Executiva Municipal não prevê nenhum tipo de punição para esse caso, mas a Executiva Regional, sob Carlos Bezerra, pode tomar atitudes drásticas.

  Mário Lúcio alega que Domingos Sávio não  apresentou nenhuma justificativa convincente. "Ele (Sávio) é do PMDB, por isso pode ter um relacionamento direto com Lutero. Não precisa disso", completa.

(Às 16h52) - Sávio rebate e diz que tem serviços prestados

   Domingos Sávio rebate as críticas de Lutero e diz que a idéia de investigar as contas do legislativo não é recente. Por isso, alega que sua atitude não foi tomada em função de ser ano eleitoral. Argumenta que ao contrário do que o presidente havia afirmado, tem muitos prestados. Enfatiza que fez mais de 3 mil proposições no ano passado. "Nossas indicações partem diretamente da população".

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • ANA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SERÁ QUE MINHAS PALAVRAS SERÃO OUVIDAS NESTE MOMENTO? ACREDITO QUE NÃO, SOZINHA NÃO PODERIA DAR UM BASTA NESSA HISTORIA TRISTE DE NOSSO LEGISLATIVO MUNICIPAL. PROJETOS JÁ CADUCANDO, AINDA SENDO ANALISADOS PELAS COMISSÕES. INTRIGAS E BRIGAS PELO PODER.

    MAS QUE PODER?
    GASTAR O DINHEIRO DO POVO, COLOCAR PARENTES E AFILHADOS EM CARGOS PUBLICOS ETC. ETC.. ETC... ETC.........

    O QUE? ELEIÇÕES ESTE ANO, CERTO, MEU VOTO VAI TENTAR MUDAR TUDO ISSO, ACREDITO QUE É O PENSAMENTO DE MILHARES DE CIDADÕES CUIABANOS.

    MEU VOTO VAI PRA ZÉ, E RENOVAÇÃO JÁ.

  • Getulio Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta é a nossa Câmara Municipal. Que papelão dos vereadores, ao inves de fazerem leis para a população e fiscalizar o Executivo Municipal, ficam é brigando entre si, e tem mais, só porque é ano eleitoral.
    Qual o vereador deste exercicio que se destacou como vereador exemplar? Qual o vereador deste exercício que se preocupou com a população? que foi até os bairros perguntar aos moradores as necessidades da comunidade?
    Outubro vem ai, renovação já. 100% de renovação na Câmara Municipal de Cuiabá ainda é pouco!

  • Antonio Cavalcante Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não tenho a menor intenção de chutar cachorro morto. O ditado popular ensina que ninguém deve fazer isto. Mas, pelo que temos observado na câmara municipal de Cuiabá, que quase chegou ao fundo do poço (digo quase porque tenho a certeza que ela ira descer bem mais fundo ainda), parece haver por lá uma verdadeira avoaçada de urubusada se empapuçando de carniça.

    Pode ate parecer covardia também de minha parte criticar aqueles vereadores que vivem de chutar cachorro morto, no caso já tão comentado da Chica e do Lutero. Porem não faz mal reprisar para que ninguém se esqueça que por ali tudo já está podre e fedido.

    Lutero, por exemplo, já se encontra num estado de debilidade e inferioridade de circunstancia tal, incapaz de reagir para retaliar. Os seus oponentes por outro lado, que durante tanto tempo foram omissos, indiferentes, coniventes e covardes, reaparecem agora em sena com uma acentuada reação tardia que não produzirá nenhum efeito pratico relevante, a não ser o de tirar proveito eleitoral em cima de uma carcaça já vencida, isso é: um cachorro morto.

  • observador de plantão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que o ver.Lutéro precisa dar uma resposta a sociedade, não resta duvida. Mas, curioso é momento em que se cobra essa tal transparência(ano eleitoral).Voltemos ao passado: 2004 Contas do Ex-presidente Ver. Luis Marinho reprovado pelo Tribunal de Contas(Vereadores da gestão Marinho: Edivá, Enelinda, Ivan Evangelista, Julio Pinheiro e o nada oportonista Domingos Sávio)Interessante que o próprio Ver. Luiz Marinho Tbem assinou o Requerimento. Cuidado pseudo-moralista, estamos de olho em voçês.

  • Joaquim da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ave Maria, que decepção é esta Câmara Municipal, nos gastamos quase dois milhões mensais em troca de que? de briguinhas? de falsos moralistas em ano eleitoral? de escandalos?
    O melhor para os vereadores que querem se reeleger é trabalhar o que eles não fizeram até agora!
    Onde estavam estes vereadores, tanto os "moralistas" da CPI como os outros que apoiam o Lutero, que só agora em ano eleitoral querem achar palanque para se divulgarem/ porque não apresentaram porjetos voltados para a populaçõ?
    2008 vem ai, vamos aguardar os votos dos eleitores e, acredito que, no minimo, 90% destes "sanguessuginhas" vão receber o cartão vermelho e serem mandados para a arquibancada!
    Thau vereadores engravatadinhos!!

Beco do Candeeiro só abrirá em abril

Carlina 400   A secretária municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob (foto), em visita ao Grupo Rdnews, revelou que a revitalização do Beco do  Candeeiro, que foi concluída em janeiro, será entregue à população em abril, nas comemorações dos 302 anos de...

Águas, expansão e investimentos

william figueiredo 400 aguas cuiaba curtinha   O diretor-geral da Águas Cuiabá, executivo William Figuereido (foto), disse, em visita à sede do Rdnews, quando aproveitou para conceder entrevista à tv web Rdtv, que a concessionária já distribui água para toda Cuiabá e que, em quase quatro anos...

Creci combate empresas irregulares

benedito odario 400 curtinha   O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado, Benedito Odário (foto), aproveitou a operação desenvolvida na quinta, com apoio da Polícia Civil e da Decon, para enfatizar que não dará trégua àquelas empresas que, irregularmente,...

Cuiabá paga fevereiro aos servidores

emanuel pinheiro 400   A Prefeitura de Cuiabá quitou nesta sexta (26), último dia útil do mês, a folha de fevereiro. Desde quando assumiu o Palácio Alencastro, em janeiro de 2017, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) tem conseguido pagar o funcionalismo dentro do mês trabalhado. Aliás, essa prioridade,...

3 deputados sob certa cordialidade

janaina riva 400 curtinha   Max Russi, Eduardo Botelho e Janaina Riva (foto), que mandam na Assembleia, demonstram entre eles um certo clima de cordialidade, mas chegaram a entrar em queda-de-braço até fechar um novo acordo político sobre a Mesa Diretora. Com a decisão do Supremo de veto a Botelho no comando do...

Expediente na AL só a partir do dia 8

max russi 400   Por causa do aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia foram suspensas na quinta (25). O expediente só retoma em 8 de março. Neste período, estão sendo mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o...