Últimas

Quinta-Feira, 08 de Janeiro de 2009, 00h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

ARTICULAÇÃO

Abicalil emplaca aliado no comando do Incra-MT

Sampaio, que teve nome envolvido em escândalos, assume superintendência do órgão a partir desta 5ª

  O deputado Carlos Abicalil, presidente regional do PT, conseguiu mesmo emplacar o seu tesoureiro William César Sampaio no cargo de superintendente regional do Incra. Sampaio assume o comando do órgão a partir desta quinta (8). Seu desligamento da função de gestor governamental do Estado, dentro da estrutura da Casa Civil, já foi assinado pelo governador Blairo Maggi. No ato 9.552, o Palácio Paiaguás define que Sampaio passa a receber subsídio pelo Incra.

   A prisão do então superintendente do Incra João Bosco de Moraes, no mês passado, era tudo que queria a corrente petista Unidade na Luta, que aglutina os deputados Abicalil e os estaduais Alexandre Cesar e Ságuas Moraes, que está licenciado da Assembléia e comanda a Educação do Estado. Os petistas já tinham apresentado à Casa Civil do Palácio do Planalto um documento com assinaturas dos membros da Executiva, reforçando o pleito junto ao presidente Lula para William Sampaio ocupar a superintendência do Incra-MT.

  O intrigante é que Sampaio, segundo informações, teve o nome envolvido em escândalos. Apesar disso, Abicalil fez lobby forte para emplacar o aliado. William Sampaio é cotado para o Incra há três anos. Em 2007, por exemplo, houve uma jogada política que derrubou o então superintendente Leonel Wohlfahrt, afilhado político da senadora Serys Marly. Ele estava no cargo desde o início do governo do presidente Lula. Bosco assumiu o cargo porque era afilhado político do senador falecido Jonas Pinheiro (DEM) e acabou tendo maior poder de barganha que William.

   A jogada era fragilizar a administração de João Bosco e conseguir a nomeação do petista. Ocorre que Bosco ganhou "robustez", com ajuda do PMDB e do Movimento dos Sem-Terra (MST), principalmente na região de Rondonópolis. Assim permaneceu no cargo até ser preso no final do mês passado sob acusação de envolvimento em esquemas de fraudes.

   Os petistas agiraram rápidos diante da exoneração sumária de cargos de confiança dos envolvidos no escândalo. Equanto o Ministério Público Federal fechava o cerco no Incra por causa de denúncias de fraudes, dirigentes do PT ser articulavam em Brasília. William Sampaio, tesoureiro de Abicalil, possui vínculos com Hugo José Scheuer Werle, ex-gerente do Ibama acusado de participar do esquema de corrupção e extração ilegal de madeira no Estado. O seu nome  também foi envolvido no escândalo do dossiê antitucanos em que membros do PT teriam comprado um dossiê de Luiz Antônio Trevisan Vedoin que comprometeria Geraldo Alckimin e José Serra.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • Jorge Tavares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Julio Paz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MT: líder morta fez denúncias contra Incra e MST

    Juliana Michaela

    Direto de Cuiabá

    A líder da Associação dos Produtores Rurais do Assentamento Cocal, na região de Rosário Oeste (MT), Helena Souza Ferreira, 45 anos, assassinada com um tiro no tórax no sábado, havia feito denúncias no Ministério Público Federal (MPF) contra o Incra e o Movimento do Trabalhadores Sem Terra (MST). Ela liderou por seis meses um movimento que rompeu com o MST e fez denúncias de possíveis irregularidades na demarcação de terras.

    Segundo o membro da Associação dos Produtores Rurais do Assentamento Cocal Carlos Alberto, Helena havia feito denúncias por aluguel de pasto na área do assentamento e o desvio de cestas básicas. Além disso, conforme Carlos Alberto, um dos membros da associação queria a liberação da exploração de uma linha de transporte do assentamento até Cuiabá, mas a líder havia negado.

    Helena caminhava a pé na companhia de duas pessoas para uma reunião dentro do assentamento, quando foi abordada por Cleiton Oliveira da Silva, que estava numa moto e teria dado um tiro a queima roupa na mulher. Cleiton está foragido.

    O pai de Cleiton, Nicodemos, fazia parte da diretoria da associação e queria explorar uma linha de transporte na região. A associação decidiu por bem que era melhor existirem concorrentes. Com essa decisão, Nicodemos se afastou da direção, mas soubemos que ele coagiu algumas pessoas a andarem no transporte de táxi que ele oferecia, diz Carlos Alberto.

    Segundo Carlos Alberto, a associação fazia parte do MST, mas Helena derrubou a bandeira. A partir do momento que ela rompeu com o MST, ocorreram uma série de conflitos e o Incra não se manifestou para mais nada na região. Ela começou a cobrar do Incra e questionar por que há um ano e meio que a Fazenda Cocal foi desapropriada e comprada e até o momento as 110 famílias não havia sido assentadas.

    No gabinete do procurador da República, Gustavo Fonseca, que recebeu a denúncia, informou que o Ministério Público Federal está apurando a denúncia e que as informações ainda são preliminares.

    A assessoria de imprensa do Incra informou que não existem falhas na demarcação de terras e que há uma equipe do Incra fazendo o cadastramento das famílias do assentamento nos futuros lotes.

    O MST emitiu uma nota de esclarecimento informando que o pré-assentamento foi criado em 2007 e que nesse período as famílias se organizavam de forma coletiva, coordenada pelo movimento. A dona Helena era integrante da direção estadual do MST, e por problemas disciplinares e políticos foi afastada temporariamente da direção ficando como acampada. Ela não aceitou tal decisão e começou a fazer uma articulação interna no acampamento alegando que o MST não estava cumprindo o seu papel de fazer reforma agrária, informa nota.

    Redação Terra

    http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI2954419-EI5030,00-MT+lider+morta+fez+denuncias+contra+Incra+e+MST.html

  • Marluce Freijó Teixeira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A indicação de Willian Sampaio para a superintendência do Incra é mais um indicativo da condição assumida pelo PT de MT sob a batuta de Abicalil. O Partido se apequena a cada dia, se fechando numa camarilha. Como o povo não é tão bodo como eles pesam o resultado será colhido seguramente nas próximas eleições.

  • eriberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    talvez se o bosco tivesse entregue o cargo antes.

  • Francisca Miranda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Marluce tem razão, o povo já não é mais bobo. O resultado de tamanha e desmorlizante difamação de um inocente, apenas e tão somente, por causa do Cargo, terá resultado nas eleições vindouras.
    Ora, quem não se lembra do Abcalil, de sandália, unhas sujas, dando uma de vítima, pedindo voto. O povo acreditou, e nele votou.Mas, agora, estão claras e nítidas as injustiças por ele praticadas para se benficiar de um órgão através da indicação de correligionário...
    Podia tirar uma pessoa do cargo, sim, porque afinal, tem o poder para isso, o que não devia, e, com as devidas escusas, é além disso, destruir moralmente uma pessoa que até hoje só trabalhou em benefício do órgão e do povo necessitado.
    É maxima verdadeira, que tudo que sobe desce, e o William quando descer, pela forma que subiu, será triste.
    Aliás, o seu irmão Walter Sampaio, que atualmente está na Sinfra/MT, anda falando que irá ganhar muito dimdim.... numa parceria Sinfra/Incra ......
    Cuidado, peixe morre pela boca.... e o Governador, está de olho....é bom ser discreto e justo.
    Abcalil e Alexandre César, pensem que a justiça divina existe. Acabaram com o Sr. João Bosco, moralmente, mas, ele, humilde, é filho de Deus e o todo poderoso, não abandona seus filhos. .....

  • Luiz Carlos Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É o PT, mais uma vez. É o Abicalil, deputado cujo trabalho se resume em fazer indicações para cargos do governo. Até parece reprise: o nome, ex-tesoureiro, envolvido em escândalo.
    Mas tem uma coisa: reclamar aonde e pra quem? Qual é o órgão acolhedor? Incra. Em que estado? MT. Já houve irregularidade no órgão? Várias vezes.
    É assistir, comentar, e ponto.

  • Carla Torres | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Abicalil, gostaria de abordar aqui um assunto totalmente distinto dessa mateira, mas na esperança de que vários petistas que amam o PT leiam vou citar aqui: o prefeito eleito de General Carneiro não assumiu, por problemas com a prestação de contas da campanha porque um dos doadores estava irregular(doou mais q podia segundo sua declaração ao leão), a moça que ficou em segundo lugar, afilhada política de Riva, Bosaipo(por intermédio do ex prefeito Juracy Aquino que a apóia), e de um famoso dono de factoring em Cuiabá(porque um irmão da mesma trabalha com o moço), bem ela sem nem ter suas contas de campanha avaliadas conseguiu empossar!!!!
    E DAI O PT NÃO FARÁ NADA PELO ENTÃO ELEITO JURACI RESENDE???
    Quero deixar claro que nao sou eleitora de General Carneiro, não sou militante do PT, mas sempre achei que vocês defenderiam os seus, poxa vida o Buchudo foi eleito, é a segunda vez que tomam a Prefeitura das mãos dele!!!
    Em Poxoreo o prefeito eleito nem contas de campanha aprovada teve, processo de compra de votos declarado culpado e assumiu, em Cuiaba Ivan Evangelista com contas de campanha irregulares tambem e vario outros no mesmo caso empossaram! Que justiça é essa? O povo vota mas o dinheiro define quem governa? Então faça dona Serys por favor um projeto pra noa votarmos mais, porque a democracia acabou!!!!!!!

  • Pedro Pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Avisa pro novo superintendente que o processo da Faz. Panorama iniciado pelo seu colega Leonel, é feito com base em documentos deslocados inclusive de reserva indigena.

    Ja que perguntar nao ofende, pergunto? ele vai continuar querendo adquirir o imovel da faz. panorama mesmo sabendo que se trata de um processo vicioso, com varios erros, inclusive se trantado de documentos deslocados, para pagar a quem nao é o dono do imovel, ja que o incra tem o conhecimento da realiadade dos documentos e da real localização, ainda de considerar que esta pendente de demanda judicial?

    Não seria melhor devolver esse dinheiro para União, dinheiro esse que se encontra depositado na Caixa desde 2006, e de considerar que o valor e mais de 18.000.000, dezoito milhões.

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O indicado é desconhecido no cenário público de Mato Grosso, portanto, só nos resta desejar um bom trabalho num setor tão complicado quanto o tocado pelo INCRA. Agora, se o petista não dominar a máquina do INCRA/MT cairá feito jaca madura e sobrará para todo o grupo do deputado Abicalil, e isso poderá comprometê-lo nas próximas eleições, mas se tiver êxito na empreitada, fugindo da corrupção, lassidão e incompetência então se tornará numa das principais figuras públicas de Mato Grosso. Boa Sorte!

  • Edna Luzia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não tenho a ilusão de que algum veículo de comunicação seja imparcial. Na verdade, todo veículo tem seu lado e participa ativamente do jogo político. O condenável não é isso, o condenável é a forma irresponsável como alguns tentam macular a imagem de gente de bem, gente digna. Será que este blog acha decente as acusações feitas a Willian César, sem qualquer sombra de veracidade? Em quais escândalos ele está envolvido? De onde vem este factóide e a que interesses essas mentiras servem?
    É estarrecedor a forma leviana como as acusações são feitas sem qualquer pudor ou preocupação com a verdade. Esse é o tipo de credibilidade que este blog, tão lido, quer construir? Acho que merecemos, como leitores, mais qualidade e responsabilidade. Merecemos uma mídia que tem lado sim, mas, que não seja leviana, inconsequente no trato do patrimônio moral construido arduamente pelas pessoas. As acusações feitas a Willian Sampaio são absolutamente mentirosas e refletem uma mentalidade noticiosa mesquinha do vale-tudo. Os leitores deste blog não merecem isso!
    Edna.

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.