Últimas

Sábado, 18 de Agosto de 2007, 07h:21 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

RUMO A 2010

Abicalil faz acordo para tentar Senado com Maggi

   Cada vez mais próximo do governador Blairo Maggi (PR), o deputado federal Carlos Abicalil resolveu repensar o seu projeto político. Mesmo sob pressão do PT, não será candidato a prefeito de Cuiabá no próximo ano. A estratégia é ficar fora do páreo, facilitar composição política com o PR e, em moeda de troca, concorrer a uma das duas vagas de senador em 2010 junto com Maggi. No final do ano passado, Abicalil chegou a declarar, em reunião dentro do PT, que apoiaria uma eventual candidatura da senadora Serys Marly à reeleição. Agora, alguns meses depois, não sustenta mais o que havia dito.

    A disputa pela direção do PT começa a se intensificar mais devido a essa briga de cúpula, tudo por causa de projetos de poder visando as eleições gerais de 2010. Abicalil quer ser o candidato de Maggi ou com Maggi. Serys sonha com a reeleição num palanque de oposição ao hoje governador. Dessa forma, os dois medem força desde agora, daí tantas divergências internas, ao ponto de recorrerem até à Executiva Nacional por causa da eleição de delegados que representarão o PT estadual junto ao 3º Congresso Nacional, que acontece entre 31 deste mês e 02 de setembro, em São Paulo.

    Abicalil tem apoio dos demais integrantes da Unidade na Luta (ex-Campo Majoritário), como os deputados estaduais Ságuas Moraes e Alexandre Cesar, para manter o PT na base do governo Maggi. Nos bastidores, defendem, inclusive, que o PT apoie um nome do PR ou que Maggi indicar para prefeito de Cuiabá. Dessa forma, se depender único e exclusivamente da Unidade na Luta, o partido não terá candidato próprio ao Palácio Alencastro.

    Em Cuiabá, a Articulação de Esquerda, capitaneada pelo presidente municipal Jairo Rocha, que pertence ao grupo de Serys, insiste na idéia de projeto próprio. O problema é que o grupo de Abicalil e Alexandre detém a maioria, o que pode facilitar o entendimento PT-PR para o pleito de 2008. Em Várzea Grande, o presidente da executiva municipal, Lázaro Donizete da Silva, representa minoria. Não conseguiria romper com o PR do prefeito Murilo Domingos. Aliás, o PT já faz parte da administração e a tendência, devido ao efeito das eleições de 2008, e ganhar mais uma secretaria.

    Em Rondonópolis, os petistas também estão "presos" à gestão do prefeito Adilton Sachetti (PR), que tentará novo mandato. A principal expressão do petismo na região, ex-vereador Juca Lemos, compõe a administração Sachetti. Cuida, em Brasília, do escritório de representação do Município.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • antonio ferreira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0



    CONFORME NOTICIARIO POLITICO, PERCEBE-SE QUE O GOVERNADOR ESTA FAZENDO LEIÃO PARA 2010, POIS jÁ PROMETEU VAGA DO SENADO PARA WELLINTO FAGUNDES, ALEM DE TENTAR NEGOCIAR COM BEZERRA E PERCIVAL, E AGORA ESTA OFERECENDO VAGA PARA CARLOS ABICALIL, POREM O GOVERNADOR TEM QUE LEMBRAR QUE QUEM VOTA É O POVO.

  • vidal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O deputado Abicalil já provou que merece o que deseja, é claro que isto deve acontecer com o consenso, o difícil é ter bom senso já que tem uma turminha dentro do partido que pensa apenas em seu próprio projeto.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Me desculpe o antonio ferreira ai de cima, mas se governador BM disser que apóia Lino Rossi pra qualquer cargo eletivo eu duvido que os cuiabano não votaria.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acho que o Deputado Carlos Abcalil, neste momento serio o melhor candidato a prefeitura de cuiabá. É a maior oportunidade que o Pt tem de fazer o prefeito da capital do estado. Eu voto em vc Abcalil.

  • Agnaldo da Silva Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O que o Governador Maggi não pode esquecer que o Dep. José Riva também deseja ser candidato ao Senado e que sonha em fazer dobradinha com o Governador.
    O Governador precisará ter muito jeito para não magoar ninguém. Se atender ao pedido de Lula e escolher Abicalil irá magoar Riva que é manda chuva do Legislativo Matogrossense não irá gostar de ser preterido e pode causar problemas ao Governador.
    Vamos aguardar, pois tudo depende de 2008.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Do jeito que o governador BM esta assim (lembre-se do gesto com os dois dedos indicadores)co o home, ele naõ vai atender a um pedido vai sim obedecer uma ordem e o PT virou um partido de fisiologistas, juntou a fome com a vontade de comer.

"Batida" em apresentador por engano

ricardo martins 400   Durante a dupla operação deflagrada pela PF nesta terça em alguns municípios de MT, entre eles Cuiabá, agentes federais, por um equívoco no cumprimento de mandados, acabou batendo na porta do apresentador da TV Cidade Verde, Ricardo Martins (foto). Ele, por sua vez, e para não...

Paccola é cotado para diretor-geral

gianmarco paccola 400   O discreto e atuante delegado Gianmarco Paccola (foto), hoje diretor-geral-adjunto da Civil, já desponta nos bastidores como nome preferencial do Palácio Paiaguás para eventual substituição a Mário Demerval, que deve mesmo deixar o posto de diretor-geral para disputar as...

Luta pra isentar parte dos aposentados

eduardo botelho 400 curtinha   Primeiro-secretário da Assembleia, Eduardo Botelho (foto) disse que foi criada espécie de força-tarefa dos deputados para fechar um acordo com o governo, de modo a ajudar aposentados e pensionistas e portadores de doenças raras para isenção do pagamento da alíquota da...

Investimentos em segurança pública

alexandre bustamante 400   Alexandre Bustamante (foto), secretário estadual de Segurança Pública, é enfático ao afirmar que o Estado tem investido em equipamentos e infraestrutura para combater a criminalidade. Segundo ele, a maior prova disso são os projetos que integram o programa MT Mais. Ao todo, devem...

Folha antecipada em Várzea Grande

kalil baracat 400 curtinha   Com o privilégio de ter assumido a prefeitura em janeiro com superávit de R$ 74 milhões da antecessora Lucimar Campos, o prefeito várzea-grandense Kalil Baracat (foto) quitou a folha de fevereiro na última quinta (25), três dias antes da virada do mês. São cerca de...

Grupo de risco em casa até 31 de maio

Em novo decreto, dentro das medidas emergenciais e temporárias de prevenção ao Covid-19, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro determinou que servidores municipais que integram o chamado grupo de risco não devem trabalhar presencialmente nas secretarias e/ou órgãos da administração. São considerados desse grupo servidores acima de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas e servidoras grávidas e...