Últimas

Domingo, 02 de Dezembro de 2007, 07h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

CONFRONTO

Abicalil se considera eleito e evita falar de dívidas

O deputado Carlos Abicalil se esquivou neste domingo de comentar as dívidas milionárias do PT, contraídas pelo seu colega, deputado estadual Alexandre Cesar, nas campanhas eleitorais de 2002 e 2004. Juntas, somam quase R$ 5 milhões. "Só vou discutir esses problemas se caso me eleger presidente", diz Abicalil, após votar na eleição pela qual concorre a direção regional. Alexandre foi o último da Unidade na Luta (ex-Campo Majoritário) a presidir o PT no Estado. Agora, Abicalil tenta reconduzir essa corrente ao poder, num confronto com a senadora Serys Marly, atual dirigente.

   Abicalil diz  ainda que o momento é de expectativa, mas e se caso for o sucessor de Serys, o primeiro passo será discutir a representatividade política do PT atualmente. "Participamos de 54 administrações no Estado por meio de composições mas, destas, somente em cinco estamos à frente da administração", disse.

    Ele defende que o PT lance candidatos próprios em todos os 141 municípios do Estado, mas considera importante também a formação de alianças com outros partidos, inclusive com o PR do governador Blairo Maggi. "Vamos discutir aliança com várias legendas, mas queremos ter candidatos próprios. Quanto ao PR, vamos conversar lá pelo mês de abril". 

    Apesar dos rumores de que, uma vez eleito presidente do PT, estaria dando passo importante rumo à Prefeitura de Cuiabá, Carlos Abicalil prefere não demonstrar muita empolgação sobre essa possibilidade. Mesmo assim, não descarta entrar no páreo. Avalia que já exerce um cargo importante, o de deputado. De todo modo, jogou para o partido a decisão sobre a sucessão do prefeito Wilson Santos (PSDB).  

   O deputado federal de segundo mandato contou que uma de suas propostas, se eleito ao comando da agremiação petista, será desenvolver um programa partidário para fortalecimento interno e para consolidar alianças políticas.

    Aos 45 anos, professor da rede estadual de ensino licenciado e sindicalista, Carlos Abicalil carrega em sua trajetória a bandeira da educação. Já presidiu o Sintep, maior categoria dos servidores do Estado. Começou na vida pública como deputado federal. Se elegeu em 2002 com 118.036 votos. Se reelegeu no ano passado com 128.851 votos. Antes, em 98, tentou disputa ao governo estadual. Foi derrotado por Dante de Oliveira. Agora, o petista busca a direção estadual do partido, no qual está filiado desde 92, já de olho na Prefeitura de Cuiabá e na candidatura de senador em 2010. (Pollyana Araújo)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Bruno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Primeiro é Senadora. Pode trazer mais divisas para MT.Segundo, é forte e não tem papa na língua.O deputado Carlos Abicalil, homem esforçado,
    devia pensar melhor do que se articular com deputado estadual Alexandre Cesar, doidinho para fiscar de todos os lados.....pensem nisto!Estou atento!

  • Carlos Eduardo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Coma vitória do Dep. Abicallil a sede do diretório vai ficar lotado de gurizada,querendo uma boquinha.

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.