Últimas

Domingo, 25 de Maio de 2008, 08h:36 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

LEGISLATIVO

Acordão força afastamento de Wallace e Wagner


Wallace e Wagner se licenciam para atender França e Satélite

  Um novo acordão na Assembléia, costurado com aval do governador Blairo Maggi, prevê os licnciamentos dos deputados Wallace Guimarães (DEM) e Wagner Ramos (PR) para permitir que os suplentes Roberto França (sem partido) e Pedro Satélite (PPS) continuem ocupando cadeira no Legislativo. Com isso, já são 10 dos 24 deputados eleitos e/ou reeleitos em 2006 que já se afastaram temporariamente para ceder espaço àqueles que foram reprovados nas urnas. Com esses esquemas de rodízio entre titulares e suplentes, o Legislativo acaba pagando, em alguns meses, até 30 deputados, quando dispõe de 24 cadeiras.

   Após mais de um ano afastado da AL, João Malheiros (PR), ex-secretário-chefe da Casa Civil, retorna na sessão de 3 de junho. Sua cadeira hoje é ocupada por França. Numa articulação combinada, reassume Malheiros e se licencia o deputado Wallace Guimarães, um dos 10 eleitos pela coligação PFL/PPS. Assim, França não sai de onde está, ou seja, continua legislando, com direito ao salário de R$ 12,5 mil mensal, R$ 30 mil de verba de gabinete, mais R$ 15 mil de verba indenizatória, um quadro com mais de 15 assessores e outros privilégios.

  Satélite é outro que se mantém na AL porque desta vez quem vai pedir licença é o então suplente Wagner Ramos, que ganhou cadeira efetiva a partir da renúncia de Humberto Bosaipo, hoje no cargo vitalício de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

   Gilmar Fabris chegou a se licenciar por 3 vezes consecutivas, alegando problema de saúde. Chico Galindo é outro que vai se afastar esta semana, pela segunda vez, agora para ceder vaga à Wilma Moreira (PSB), que nesta terça renuncia à cadeira de vereadora por Rondonópolis, condição imposta pela lei para poder virar deputada.

   A coligação que mais elegeu deputados foi a que aglutinou PFL (hoje DEM) e PPS. Os dois partidos "abocanharam" 10 cadeiras. Mesmo que a maioria da bancada do PPS tenha migrado para o PR, sob orientação do governador Blairo Maggi, outro infiel que também trocou de partido, o rodízio continua, principalmente em se tratando de ano eleitoral.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Ana Aline | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que vergonha! É por essas e outras que o poder legislativo precisa desse orçamento monstruoso. Na minha opinião isso é estelhonato eleitoral, pois, se o mais votado é o titular porque o rodízio? Deveriam aproveitar e ir banondo de vez os rejeitados nas urnas. Ter essas despesas para manter suplentes é um absurdo. Povo vê se toma jeito no corpo, solta um pouco as tetas do poder!

  • constantinov | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Analisando os acordões nos legislativos do Brasil, pode se imaginar: Onde esta a vontade do povo? Se o Poder emana do povo, porque se institui os rodizios nas casas legislativas? A vontade popular não esta sendo respeitada. Se a população não elegeu tal candidato é porque ele não correspondeu as espectativas da população. Veja bem: basta uma meia duzia de partido se juntarem nesta eleição, selarem um acordo que cada um ficaria na camara por 4 meses, instituindo um rodizio (igual de um restaurante)e, que todos do grupo por um periodo de 4 anos, seriam vereadores por cuiaba. Ja imaginou? O prefeito eleito colaborando, nomeando justamente o eleito, para o proximo tomasse posse, assim que suplente tomasse posse, o prefeito tambem o nomeia para seu assessor, outro tomaria posse,só assim a fila anda. Não precisaria mais brigar por uma eleição basta que se alie a um grupo lutando por apenas uma cadeira. Cadeira esta com sistema de rodizio, senão a fila para o rodizio não anda. Esta na hora de o TRE começar a pensar em moralizar estes rodizios. Desse jeito o Governo tem é que criar varias CPMF, como poderia bancar os varios rodizios do País? Teria que criar tambem a CPRL Contribuição Permanente para Rodizios nos Legislativos.

  • CIDADÃO DESESPERANÇADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Então é por isso que elegeram o Sergio Ricardo como presidente da AL????????????????????????? Pra não mandar nada?????????

  • RODRIGO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E ASSIM A CIRANDA DE FETICHES CONTINUA NO GRANDE CIRCO. VAMOS LÁ MEUS AMIGOS DEPUTADOS, NÃO PAREM COM ESSA ORGIA.

  • Cláudio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro Romilson

    Gozado, quando assisto o programa do Roberto França não o vejo fazendo esse comentário a respeito do rodizio na assembléia para contemplar os que foram reprovados pelo povo nas Urnas, enclusive o próprio Roberto França. Lapada, Lapada, Lapada. EU Roberto França Reasumo uma vaga na assembléia no lugar dos seguintes titulares: Gilmar Fabris, Mauro Savi e agora Wallace. Isso sim é BOMBA!BOMBA!BOMBA!. Divulgue isso no Resumo do Dia. Hum!!!!!!!..

  • Benedito Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns Deputado Chico Galindo, por estar abrindo espaço para os suplente, pois sabemos que se é suplente por que foi bem votado, quase que aprovado pelo povo, alem disso mostra que o senhor se preocupa em ajudar os companheiro, deferentemente de alguns que foram eleitos com a ajuda dos votos dos demais candidato e não reconhece esta ajuda pois pouco consegue se eleger sozinho. Obs: A grandiosidade do homem esta nas ações junto a sociedade.

  • Antonia P. Aguiar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pela lesura e transparência, seria muito bom se que deixa o cargo, avisacem o povão, através da televisão, que não estará recebendo proventos durante seu afastamento, aí sim.
    Eu não sei, mais já me disseram que os dois ficam recebendo odinheiro público.Será????

MPE vê prefeita de Torixoréu inelegível

ines 400 curtinha torixoreu   Para o Ministério Público Eleitoral, a prefeita de Torixoréu, Inês Mesquita Moraes Coelho (foto), que se lançou à reeleição pelo DEM, está inelegível. Numa ação de impugnação de registro de candidatura, o promotor...

Candidato amarga derrota na Justiça

adilson gon�alves 400 curtinha   O candidato a prefeito de Barra do Garças, delegado Adilson Gonçalves (foto), tentou, sem êxito na Justiça, censurar o Rdnews na publicação de matérias sobre o pleito eleitoral no município. Numa ação impetrada junto à...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...