Últimas

Terça-Feira, 04 de Agosto de 2009, 17h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CÂMARA DE CUIABÁ

Adevair "fecha acordo" para ser sucessor de Deucimar

   “O sonho de ser vereador virou pesadelo”, disse o vice-presidente da Mesa Diretora, Adevair Cabral (PDT), ao afirmar que vai se licenciar já na próxima semana e que só volta em dezembro. “Estou decepcionado com a Câmara. Talvez em dezembro eu peça outra licença”, afirmou Adevair, que nos bastidores articula a sua pré-candidatura à presidência da Mesa Diretora em 2011. “Sou candidato a presidente. Quando eu assumir o cargo, vocês vão conhecer o meu jeito de administrar”, disse.

   Perguntado se houve um racha no grupo dos 10, que elegeu o vereador Deucimar Silva (PP) como chefe do Legislativo, o pedetista sorriu ironicamente e disparou: “não existe mais nenhum grupo”. Apesar disso, pondera que não tem nenhuma crítica a fazer a atual administração. “Se eu falar mal da  Mesa Diretora estarei tecendo criticas a mim mesmo já que  faço parte” disse, para depois completar, “a transparência e a honestidade da atual gestão são os principais pontos positivos”, avalia. Em verdade, o pedetista já se vê como novo presidente do Legislativo, isso porque a chamada turma do “abafa” prometeu referendar o seu nome, caso ele ajude a “salvar” Ralf Leite (PRTB) e Lutero (PMDB) – veja mais aqui.

  Com a saída de Adevair, o primeiro suplente da sigla, professor Sérgio Cintra (PDT), assumirá a vaga já na terça (11). “Essa decisão foi tomada já há algum tempo. Não tem nada a ver com o caso do vereador Ralf ou do Lutero”, garante. Ainda segundo ele, um dos motivos que o levou a se afastar é o fato de estar pagando para trabalhar. “Eu ganho R$ 10 mil e gasto R$ 20 mil. Assim não dá, preciso reavaliar a minha postura no Legislativo antes de retomar as minhas atividades”, avalia.

   Para ele só há cobranças e ninguém reconhece o serviço prestado. “Ai fica todo mundo querendo que ajudemos a pagar velório, inscrição de campeonato, que ajudemos as festas das escolas. E como ficamos sensibilizados, ajudamos, mas não dá para continuar assim”. Ao final da entrevista concedida aos jornalistas que cobriram a primeira sessão ordinária após o recesso parlamentar, o pedetista contou que durante a sua licença não receberá nenhum “centavo” do Legislativo e que voltará a lecionar aulas em uma das Universidades da Capital. “Vou me licenciar sem receber nada da Câmara neste período”, garante. (Patrícia Sanches)

(17h35) - Adevair recua para garantir absolvição de Ralf; Cintra se frustra com adiamento

   O vereador Adevair Cabral, com medo de ver seu colega Ralf Leite perder o mandato e, assim, não conseguir concluir o acordo fechado com o grupo que garantiu-lhe a presidência da Câmara em 2011, anunciou durante reunião nesta tarde que não vai mais pedir licença, ao menos por enquanto. Acompanhado de Ralf, Adevair procurou por seu suplente, professor Sérgio Cintra, para questioná-lo sobre seu voto, caso assumisse a cadeira antes da votação do processo que pede a cassação do mandato de Ralf. Cintra garantiu que iria votar pela condenação do vereador do PRTB. Imediatamente, Adevair informou que, neste caso, vai adiar o pedido de licença para somente depois que o colega passar pelo crivo dos parlamentares.

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • ex . vereador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARABENS VEREADOR.. GOSTEI.. VEREADOR QUE NAO TEM JOGO DE SINTRA MORRE NA PRAIA;


    QUEM PENSA QUE VAI CONSEGUIR DEMOSNTRAR QUE ESTÁ TRABALHANDO COM A DESGRAÇA ALHEIA ESTÁ SUPER ENGANADO.

    O VER. TEM QUE É COSTURAR É SUA SOBREVIVENCIA E PRINCIPALMENTE COM COMPAHERISMO COM OS COLEGAS.
    PARABENS MESMO. VC GANHOU SUA REELEIÇAO. PODE ACREDITAR

  • Antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Adevair Cabral, você é o cara, e olha aqui garoto, gostei da sua atitude; Isso é atitude de homem , não votei para você, mas na proxima com CERTEZA tera o meu voto.

  • Ronaldo Azevedo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    De onde vem os restantes 10 mil para o parlamentar ajudar seus eleitores ??

    Ministério Público nele !!

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    As notícias que vieram da camara desde ontem tem um cheiro terrível de pizza.

    Esse negócio de pedir licença às vésperas de votação, reuniões secretas, briga para que a votação seja secreta, nos dão a sensação de que estão armando dortemente pela absolvição do RALF LEITE.

    Esse Adevair mal entrou na política e já mostrou pra que veio....do mesmo jeito que veio vai embora....eleição pra ele nunca mais.

  • Claudia Oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SERGIO CINTRA HJ AO VER ESSA REPORTAGEM E SUA CORAGEM DE DIZER NAO SABENDO QUE PODERIA NAO ASSUMIR A CAMARA TE RENDEU 6 VOTOS DA MINHA FAMILIA PRAS PROXIMAS ELEICOES!VEREADOR TEM QUE TER VERGONHA E VC TEM!!!!!

  • luiz fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse tal de Adevair. Mais um vereador que esta mostrando suas garrinhas para a população, mai um..... SEM COMENTÁRIOS

  • Rodrigo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma coisa concordo com o Advair Cabral: os vereadores não vivem do salario de vereador, pois gastam bem mais do que ganham, incluindo a verba indenizatória, afinal, como acostumaram muito mal o povo, na Câmara parece serviço social, aparece povo pedindo de tudo, e nem adianta falar que nao tem dinheiro pois eles te lembram da verba indenizatoria e do salario que ganham... acostumaram mal, agora aguenta,.....

  • Rogério | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Sérgio Cintra é oportunista. Traiu Wilson depois de 30 anos de amizade para apoiar Mauro Mendes, até hoje por razões duvidosas.

  • alexandro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É lendo pra crer, e se decepcionar um cara dos poucos eleitos que eu achava que significava verdadeira mudança para o legislativo municipal me faz um papelão de politico sem postura pois cai em defesa de um moleque como Ralff que se diga de passagem sempre o foi, e comfirma que é com suas atitudes de filhinho do papai,Eu não dou nen uma chance para Advair se redemir pois sua atitude de sem postura admite que com ele se faz qualquer negocio e prageando,seu Aquelino da turma dele, da liçensa,ainda quer ser presidente da Câmara.

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Lutei, quando Presidia o PSC para que Adevair fosse candidado a Vereador pela Sigla, nao conseguimos por motivos de haver Dupla-filiação.
    Nao votei em Você Adevair. e fiz questão de dizer isso a sua Assessoria, mas torço para que você cresça politicamente, afinal é preciso aparecer lideranças novas, é preciso as Universidades trabalharem novos lideres politicos, o que nao estamos vendo mais!, pois bem Adevair, o salário do pecado é a morte!
    Se Você quer fazer assistencialismo, está fadado ao fracasso, pois isso pode ter funcionado na ASP e há muito tempo na política, hoje nao se faz mais politica dessa forma, não brinque com a inteligência do Povo!
    Se ganhou a Eleição com essa prática, Vc. viciou seus eleitores!!
    Coerencia Adevair, que Você tem tudo para se tornar em bom parlamentar, digo não só a vc. mas a todos os novos, não entrem nessa vala comum dos currais, do clientelismo, das benesses, dos interesses pessoais, das negociatas, Sinceramente torço para que VOCÊS NOVOS ACERTEM NO MEIO POLITICO!!
    Ainda dá tempo, contrate uma boa Assessoria, busque nos anais da Camara os brilhantes projetos que Vereadores do passado apresentaram...
    É preciso projetos sérios, há tanto trabalho a ser feito e nao vemos na atual legislatura ATÉ O PRESENTE MOMENTO, AVANÇOS LEGISLATIVOS, de relevancia!!

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...