Últimas

Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2009, 14h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CÂMARA DE CUIABÁ

Adevair nega acordão, ataca Deucimar e vê injustiça

   Envolvido numa saia-justa por causa de posições contraditórias, o vereador de primeiro mandato Adevair Cabral (PDT), negou, em entrevista coletiva nesta sexta, ter feito "acordão" com intuito de salvar Ralf Leite (PRTB) e Lutero Ponce (PMDB) dos processos de cassação, que entram na pauta na sessão de quinta (6). Ele se mostrou revoltado com a matéria publicada pelo RDNews intitulada “Adevair fecha acordo para ser sucessor de Deucimar” - veja mais aqui.  Apesar disso, confirmou que só sai de licença após participar da sessão que deve definir a situação de Ralf e Lutero. De posse de uma cópia da matéria do site-blog, Adevair acusou alguns parlamentares de estarem "plantando" informações falsas na imprensa.  “Eu jamais participei de acordo para salvar esse ou aquele vereador. O meu voto é do conhecimento de todos. Vou votar pela cassação de Ralf e pela criação de uma Comissão Investigatória contra Lutero”, garantiu.

   Apesar disso, o pedetista voltou a defender que a votação do pedido de cassação de Ralf seja fechada. Adevair disse ainda que pretende mostrar o seu voto caso a decisão do plenário seja pela votação fechada. “Faço questão de mostrar a todos”, disse, para depois completar: “vou votar com a lei e vou desafiar Deucimar do plenário”. No caso de uma votação secreta, fica proibido revelar o voto. A insistência de Adevair pode provocar a anulação e, consequentemente, ser fundamental numa eventual absolvição de Ralf. Ele nega publicamente, mas nos bastidores, se articula para evitar cassação dos dois vereadores envolvidos em escândalos.

  Na avaliação de Adevair, a imposição feita pelo presidente Deucimar Silva (PP) de “jogar a responsabilidade” para o plenário decidir se a votação será aberta ou não, tem o objetivo de “expor os vereadores”. “Não adianta votarmos o pedido de perda do mandato abertamente e daqui a uma semana Ralf estar de volta porque a Justiça mandou. Tem gente que quer usar cassações para fazer palanque”, disparou, numa referência ao presidente do Legislativo Deucimar, pré-candidato a deputado estadual.

    Ao que parece, apesar de ser vice-presidente da Mesa Diretora, Adevair Cabral está revoltado com as ações de Deucimar. “Não podemos deixar a Câmara ser desmoralizada novamente. A assessoria jurídica disse que o voto é fechado, mas Deucimar acha que está acima do que diz a Justiça”, ironizou o parlamentar, durante entrevista ao lado dos colegas de partido Toninho de Souza e do suplente Sérgio Cintra, que até distribuiu convite de posse na esperança de assumir a vaga de Adevair por alguns meses.

  Postura

  O secretário-geral do PDT, Marco Túlio, disse na entrevista que o partido decidiu pela orientação à bancada do voto pela punição de Ralf e Lutero. Assim, entende que haverá resgate da moralidade e da ética na Câmara. Pondera que os parlamentares têm autonomia para deliberar sobre o assunto. “O episódio de ontem (sobre matéria no RDNews) não reflete a verdade. Defendemos abertamente a moralidade e a ética”, disse Túlio.

  O vereador Toninho de Souza, por sua vez, frisou que os vereadores definiram que vão votar juntos pela cassação de Ralf e pela criação da Comissão Processante contra Lutero. “Todo mundo sabe o meu posicionamento e o de Cabral é o mesmo. Precisamos resolver esses problemas para podermos trabalhar”. Diferente da posição de Adevair, Toninho defende que a votação do pedido de cassação de Ralf seja aberta.

    Sobre a alteração da data de sua licença, programada previamente para esta terça (4), Adevair Cabral disse que optou pela mudança porque quer terminar o que começou. “Eu acompanhei todo o processo e não vou amarelar agora. Por isso vou me afastar somente na quinta (6). Assim, o professor Sérgio Cintra deve assumir a vaga na próxima terça (11). (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Rosalina Boaventura | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sou uma jovem Senhora. Nesta altura dos meus 52 anos nunca tinha visto situação tão injusta com um vereador. Conheço o Vereador Adevair Cabral. não acredito, como tenho absoluta certeza que não está envolvido em esquema nenhum para defender pessoas que fazem tão mal a Cuiabá e sua população que os elegeram. É uma pessoa dígna, honesta sempre demonstrou postura ética e responsável. E a população que o elegeu sabe disso, e pode ter certeza que tudo será muito bem esclarecido.
    VEREADOR ADEVAIR CABRAL NÓS CONFIAMOS EM VOCE!

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...

2 candidaturas vetadas em Torixoréu

ines coelho 400 curtinha torixoreu   Em Torixoréu, de três candidaturas a prefeito, a Justiça Eleitoral já barrou duas, em decisão de primeira instância. O juiz da 9ª Zona Eleitoral de Barra do Garças, Douglas Romão, indeferiu o pedido de registro da candidatura do ex-prefeito e ex-deputado...

Apoio sem influência de Luciano Hang

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta (foto), do PDT, contesta a informação de que teria sido convencido por Luciano Hang, dono da Havan, e pelos primos Maggi a apoiar para o Senado a coronel Rúbia Fernanda. Pivetta diz que quem o conhece sabe que nunca foi garantista na...

Sem o agro e apoiado pela Fetagri

carlos favaro 400 curtinha   Na corrida pela cadeira no Senado, na suplementar de 15 de novembro, alguns concorrentes têm rotulado o senador Carlos Fávaro (foto) como candidato dos grandes produtores. Mas as entidades que compõem o Fórum Agro MT estão todas com Nilson Leitão, à exceção...