Últimas

Domingo, 21 de Outubro de 2007, 10h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

EMBATE JURÍDICO

Adjunto da Sefaz move ação contra o Estado

Após negar verba referente a saldo de cotas para integrantes do Grupo TAF, o próprio Cursi ingressa na Justiça para receber o benefício

    O secretário-adjunto de Receita Pública da Secretaria de Estado de Fazenda, Marcel Souza de Cursi, move uma ação contra o próprio Estado. O processo tramita na Primeira Vara Especializada da Fazenda Pública. Um dos homens responsáveis por cuidar do caixa do Estado quer receber verba denominada "saldo de cotas. Tratam-se de ganhos por produtividade em procedimentos fiscais que os integrantes do grupo Tributação, Arrecadação e Fiscalização têm direito. Cabe ao juiz Roberto Teixeira Seror julgar a ação ordinária de cobrança de Marcel Cursi, com pedido de tutela antecipada.

    Há dois complicadores nessa ação movida pelo adjunto da Sefaz. Primeiro, ocupa cargo de confiança no segundo escalão do governo Blairo Maggi e, por conta disso, detém forte influência e controle das contas públicas. Segundo, demonstra, na prática, um comportamento dúbio. Foi o próprio Cursi quem deu parecer contrário ao recebimento da tal verba "saldo de cotas" quando outros servidores do Grupo TAF ingressaram com a solicitação. Agora, o adjunto da Sefaz recorre à Justiça para tentar receber a mesma verba.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Amado Amador | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Creio que o senhor Cursi está pedindo para sair ao entrar com ação contra a Fazenda, que administra. O governador deu um recado nesse sentido há algum tempo, de que gestor público em seu governo não aciona o estado, simples servidor sim. Agora, como é que fica o carão desse moço junto aos colegas fazendários? Falando nisso, está muito estranho essa notícia, suponho que esse moço seja um técnico de alto nível e que poderia atrapalhar os politiqueiros da SEFAZ se o Teiss for mesmo para o TCE. Caro Romilson, siga o coró e chegará à goiaba.

  • Celso Amorim | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Para presidente, BRT é ultrapassado

juca 400 curtinha   Numa sintonia política com o prefeito Emanuel, o novo presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná (foto), disse ser contra a decisão do governo estadual de "enterrar" o projeto do VLT, cujas obras estão paralisadas desde 2014, para implantar o modal BRT na Região...

Prefeito vai homenagear 2 ex-aliados

ze do patio 400 curtinha   O ex-vereador, ex-deputado estadual e hoje prefeito de Rondonópolis, Zé do Pátio (foto), que está no terceiro mandato, vai homenagear dois aliados que faleceram recentemente, sendo eles o ex-vereador de três mandatos Juary Miranda, que foi líder do Executivo na Câmara...

Maluf deve consultar STF sobre Teis

guilherme maluf 400 curtinha   Assim que retornar de férias, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Guilherme Maluf (foto), dará prosseguimento à análise do pedido de aposentadoria de Waldir Teis, que está afastado do Pleno há três anos e cinco meses, assim como outros três conselheiros...

Novo líder de Pátio na Câmara de ROO

reginaldo santos 400 curtinha   Reginaldo dos Santos (foto), que assume vaga na Câmara de Rondonópolis pela quarta vez, é o novo líder do prefeito Zé do Pátio, com a missão de fazer o trabalho de articulação e defesa do Executivo junto aos colegas do Legislativo. Na legislatura passada,...

Agro sugere Daniella de volta no Indea

daniella bueno 400 indea   Representantes do setor produtivo e um grupo de servidores sugeriram ao governador Mauro o nome da médica-veterinária e servidora de carreira Daniella Bueno (foto) para reassumir a presidência do Indea-MT. Aproveitaram a vulnerabilidade no cargo do presidente Marcos Catão Dornelas, denunciado...

Aumento para vereador só em 2022

Alguns vereadores em Cuiabá, tanto novatos quanto aqueles reeleitos, ficaram surpresos quando informados pela Mesa Diretora de que o aumento salarial de R$ 15,1 mil para R$ 18,9 mil, aprovado agora no final de dezembro, só começa a valer a partir de janeiro de 2022. Não entra em vigor de imediato, mesmo se tratando de nova legislatura, por causa da pandemia, que levou o governo federal a estabelecer, em lei, veto a qualquer tipo de reajuste para servidores até...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.