Últimas

Sexta-Feira, 19 de Dezembro de 2008, 16h:33 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

INVESTIGAÇÃO

Adjunto do Incra em MT também vai para cadeia

 O superintendente-substituto do Incra-MT, Sebastião Pereira Cajango, também está preso. É acusado de envolvimento no esquema de falsificação de documentos para desapropriação de terras. Segundo o pedido de prisão preventiva, expedido pelo juiz federal Julier Sebastião da Silva, há evidências de conluio entre Sebastião e os proprietários da fazenda Alvorada, "o que permitiu a consumação do procedimento administrativo expropriatório fraudulento e a sua utilização para subsidiar o ajuizamento da ação de desapropriação respectiva".

   Uma comissão foi formada a pedido do ex-superintendente do Incra-MT, Leonel Wohlfahrt, por Manoel Joaquim da Silva Filho e Ana Carmen Viana Vidal, ambos engenheiros agrônomos, além de Athaíde de Assunção, desenhista, para a realização de vistoria preliminar no imóvel a ser desapropriado (fazenda Alvorada). O Comitê é composto por Leonel, Anildo Braz do Rosário, Marcos Antônio Rocha,  Sebastião Cajango e o representante da Funasa, Djalma Rodrigues Porto. Logo em seguida, Marcos Antônio Rocha e o atual superintendente do órgão, João Bosco de Moraes, que também estão preso, informaram que o imóvel estava classificado como improdutivo.

   O procurador federal do Incra, Antônio Galdino Delgado, emitiu parecer favorável à desapropriação da fazenda, salientando a sua viabilidade para a criação de assentamento para fins de reforma agrária. O parecer foi reforçado pelo chefe da Procuradoria Regional, Anildo Braz do Rosário. João Bosco, dando prosseguimento à empreitada fraudulenta, nomeou uma nova comissão, composta pelos servidores Manoel Joaquim Filho e José Gagagliardi Neto, para proceder aos trabalhos de vistoria, avaliação e levantamento de dados.

   A avaliação feita pela comissão de forma  superfaturada, foi tida como correta pelos engenheiros Gilberto Pires Fernandes e Henrique Vieira de Queiroz Neto. Em seguida, Leonel Wohlfahrt e Antônio Cleto Silveira, procurador da empresa Comércio de Madeiras Bomsenhor Ltda, que se transformou no Comércio de Madeiras Loch Ltda, firmaram acordo extrajudicial para a aquisição da fazenda Alvorada, já que Marcos Antônio Rocha e Silva havia atestado a legalidade do procedimento.

   "Garantir a ordem pública é também desarticular esquemas criminosos voltados para o patrocínio privado em detrimento dos interesses públicos, impedindo-se assim a perpetuação dos crimes ora apurados", diz trecho da sentença do magistrado. As mesmas irregularidades foram cometidas na análise das fazenda Chaparral,Três Nascentes, Alvorada I, Juvimará e Minata. A fazenda Chaparral é de propriedade de Palmério Assunção. A Três Nascentes é de Joaquim Cristóvão e Edemir Scaramuza Cristovão. Já a Juvimará pertence a Raimundo Zanon e Salete Terezinha Malagurti Zanon. Todos tiveram pedidos de prisão decretados. (Flávia Borges)

(19h) Advogado critica MP e entra com HC 

  O advogado de defesa do superintendente do Incra-MT, João Bosco de Morais e especialista em direito agrário, Clóvis Figueredo Cardoso criticou a ação do Ministério Público que culminou na prisão de seu cliente. Ele disse que os promotores não tem conhecimento sobre a legislação agrária e fizeram acusações "débeis" . As afirmações  foram feitas durante entrevista  ao RDNews nesta sexta (19), no momento em que o advogado lia o despacho do juiz.

  Segundo Cardoso, o MPE se baseou no Mosaico (registro do Seplan que delimita áreas) para apontar fraudes nos despachos do superintendente João Bosco. "Esses promotores não conhecem a legislação agrária. Nunca li lei ou decreto que dissesse que o Mosaico pode ser considerado balisador para determinar  as demarcações de terras, e ainda mais ser utilizado para apontar fraudes", dispara.  O advogado acusa os promotores de desrespeitaram o código civil e por isso acredita que seu cliente sairá ileso.

  Já quanto a prisão de Bosco, Cardoso disse que aguarda a decisão do juiz, mas se seu cliente continuar preso vai impetrar um pedido de habeas corpus neste sábado (20)."Ele foi preso com a desculpa que poderia atrapalhar as buscas e investigações e representaria um perigo", ironiza o advogado, que completa afirmando que nada de relevante foi encontrado na casa do superintendente. "Durante a busca não foi encontrado nada que incrimine meu cliente. Ele não deve continuar preso". (Patrícia Sanches)

-------------------------------------------------------------------

  • Confira aqui a íntegra da sentença do juiz Julier

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Antônio Menezes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Venho aqui manifestar minha opinião, dizer que esse ex-superintendente Leonel Wolfarth é um dos beneficiário desse esquema. Essas fraudes vem da gestão dele. Ele abe de todo esse esquema. Ele é petista.

    Abre o olho companheirada do PT.

    Daqui uns dia ele vai colocar Abicalil e Serys na vala comum.

  • Hugo José | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caros Senhores,

    Deveriam fazer umas investigações por aqui (Pontes e Lacerda) também, que com certeza vão achar muita fraucatua, dentre quais, cito essa como exemplo: a pouco o INCRA adquiriu uma fazenda aqui próxima da Cidade para fazer um Assentamento, ocorre que para o cidadão ser contemplado com uma área, deve desembolsar R$ 5.000,00, olha e tem bastante sem terras (daqueles que não precisa) que já adquiram lotes lá... tem deles que já estão residindo lá dentro, apesar de que só dormem lá e de dia vem para a Cidade.

    Se procurarem acha mais.

  • Angela Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Procure conhecer o patrimonio do atual superintendente João Bosco MOraes, e informe desde que saiu de Rosário Oeste , veio para o bairro Sta. Izabel, depois Tijucal, CPA e hoje como se encontra considerando que é meramente servidor de nível médio do INCRA, hoje, entrou como mirim, de lah pra cah aprendeu muito, pois sempre esteve próximo da superintendência, teve excelentes professores pós ditadura.

  • Ana Paula | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha só.
    acho que deveriam pesquisar um pouco mais sobre essas pessoas presas com por ex: Sebastião Pereira Cajango,
    Ñ sei c alguem que envolvida em 15 milhões de reais ia andar num fusquinha azul. rsrsrs
    mais uma vez a policia Fereral, c precipitou ñ sabem que todo isso envolve politica, estamos ai com os dois mais uma vez do PT aonde não fizeram nada por nosso estado agora vem achar que somos tão inocente assim q ñ conhecemos suas famas.kkkkk
    agora agardamos as ivestigaçãoes e estamos com todos vcs.....

  • Roberta | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com Angela Arruda também conheci esse superintendete Bosco Moraes ele não tinha nada e hoje disponta com um patrimonio e tanto casas, apartamentos, carros top de linha e uma bela chácarra. Me diga como esse cidadão conseguiu tudo isso em tão pouco tempo e com um salário de nível médio no incra. POLICIA FEDERAL parabéns investigue esse cidadão e verás que tem muitas mais malandragem no INCRA.......

  • Mariana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cara Roberta, como diz que também conhece o superintentente João Bosco deve saber a quanto TEMPO trabalha no orgão, não é?!Pouco tempo? minha querida procure se informar melhor, se pra você 30 anos é pouco tempo, é uma vida, se não mais.Justamente está ai a explicação para sua pergunta com realação ao patrimonio dele, tantos anos de trabalho digno, chegou merecidamente a superintendencia, como ja foi dito ele entrou no orgão como mirim e chegou a superintendencia, realizando um exelente trabalho, despertou inveja, ganancia de seus opositores, que querendo tomar o seu lugar armou esse pra cima dele.
    Acredito no seu trabalho João Bosco e acredito que provara a sua inocencia.
    QUE DEUS TE ILUMINE

Fernanda em almoço com Bolsonaro

fernanda 400 bolsonaro curtinh   A coronel Fernanda, candidata à senadora pelo Patriota, almoçou com Bolsonaro nesta sexta, em uma fazenda, em Sorriso. A militar foi a única que teve o apoio declarado do presidente na eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. Mais cedo, por volta das...

Prefeita cobra duplicação e ferrovia

rosana_curtinha   A prefeita de Sinop Rosana Martinelli aproveitou a visita do presidente Jair Bolsonaro na Capital do Nortão para cobrar uma solução para a duplicação da BR-163, sob concessão, e também pediu empenho na Ferrogrão e a implementação de porto seco na cidade. O...

Podemos se alia à esquerda em Barra

sandro saggin 400 curtinha   O direitista Podemos, comandado no Estado pelo deputado Medeiros, fechou coligação com partidos de extrema esquerda em Barra do Garças, como PC do B, PT e Pros. Sandro Saggin (foto), até então pré-candidato a prefeito pelo Pode, recuou e compôs com o grupo liderado pelo...

Coordenador quer mostrar obras de EP

vanderlucio curtinha   Coordenador da campanha de Emanuel Pinheiro à reeleição, Vanderlúcio Rodrigues (foto) garante que o grupo vai focar na divulgação de propostas e não fará ataques pessoais aos 7 adversários. O ex-secretário de Obras Públicas avalia que o grupo...

Tucano ainda com sequelas da Covid

ricardo saad curtinha 400   O vereador cuiabano e presidente do PSDB na Capital, Ricardo Saad (foto), segue na luta para reverter as sequelas deixadas pela Covid-19. Mesmo Dois meses após ser infectado, diz que 53% do seu pulmão ainda está comprometido e que, por isso, sente muita falta de ar. Candidato à...

Tentando golpe político em Tangará

amauri 400 curtinha   O deputado estadual Paulo Araújo (PP) sofreu uma tentativa de golpe vinda de uma pessoa em quem ele confiava totalmente, o seu ex-assessor Amauri Paulo Cervo (foto). Até há poucos dias, Amauri estava lotado no gabinete do deputado, na AL, quando se licenciou com intenção de concorrer...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.