Últimas

Domingo, 27 de Julho de 2008, 10h:38 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

VARIEDADES

Advogado protesta com nova versão de Buarque

 O advogado, professor universitário e membro da Academia Mato-Grossense de Letras, Eduardo Mahon, resolveu expôr o seu protesto contra desmandos da classe política, desmatamento na Amazônia, crise em todos os Poderes, esquemas de corrupção e outras problemáticas no país, a partir do conteúdo da música "Meu Caro Amigo", do LP Meus Caros Amigos, lançado em 1976, de autoria de Francisco Buarque de Hollanda e Francis Hime.

Abaixo a nova versão de "Meu Caro Amigo", de Mahon

"Meu caro amigo me perdoe, por favor!
Se eu não lhe faço uma visita
Mas como a greve dos correios demorou
Mando notícias pela mídia

Aqui na terra estão roubando muito mal
Tem muita toga, muito banco e nenhum real
Mas quem tem esquema pra soltar é que é o tal

Mas o que eu quero é lhe dizer
Que a coisa aqui tá preta!

Muito salário pra comprar a oposição
E no Judiciário, muito rolo, muita marra
E no Legislativo, muito lobby, muita paga
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo não pretendo provocar
Nem atiçar sua maldade
Mas acontece que eu não posso suportar
Sapo barbudo ensinando a malandragem

Aqui na terra estão roubando muito mal
Tem muita toga, muito banco e nenhum real
Mas quem tem esquema pra soltar é que é o tal

Mas o que eu quero é lhe dizer
Que a coisa aqui tá preta!

É pirueta contra juiz honesto e são
Sanguessuga, curupira, muitos santos de barro
Aqui quem é honesto vira motivo de sarro
Ninguém segura esse rojão.

Meu caro amigo eu até tentei denunciar
E processar essa bandalha
Mas rabo preso não falta pra pegar
E permitir muito canalha

Aqui na terra estão roubando muito mal
Tem muita toga, muito banco e nenhum real
Mas quem tem esquema pra soltar é que é o tal

Mas o que eu quero é lhe dizer
Que a coisa aqui ta preta!

Muita propina pra manter cargo na mão
Governo faz acordo com juiz por um salário
Bandido quer cobrir oferta e virou milionário
Ninguém segura esse rojão

Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se Mato Grosso, depois dessa, sobreviver
Mando notícias do bolicho

Aqui na terra estão roubando muito mal
Tem muita toga, muito banco e nenhum real
Mas quem tem esquema pra soltar é que é o tal

Mas o que eu quero é lhe dizer
Que a coisa aqui tá preta!

Minha caneta não assina submissão
Mato Grosso vai perdendo tão fácil o seu tesouro
Desmate na amazônia, moto-serra de ouro
Ninguém atura mais ladrão!

Meu caro amigo não quero incomodar
Acho melhor ficar na minha
Aquele que não gosta nem de comentar
Ainda quer uma boquinha

Aqui na terra estão roubando muito mal
Tem muita toga, muito banco e nenhum real
Mas quem tem esquema pra soltar é que é o tal

Mas o que eu quero é lhe dizer
Que a coisa aqui tá preta!

É tanto rolo que só fico no jornal
Tanto empresário acusado e muito esculhambado
Que não dá conta de pagar tanto advogado
E todo o pessoal
Adeus!"

Eduardo Mahon é advogado e produziu o texto acima com base em “Meu Caro Amigo”, de Chico Buarque

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • adalgisa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ainda falta pendurar a melancia no pescoço,kkkkk

  • otavio mesquita | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ja virou chacota, ele quer estar em todas, comentando tudo e todos, quero ver o dia que descobrirem certas travessuras que ele andou aprotando quando foi professor de uma universidade, deixa quieto, mais preste atenção, cuidado com o telhado de vidro.

  • Sebastiao Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este homem deseja ser presidente da Academia de Letras de MT. Começou sua campanha.

  • Anônimo de Propósito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este colega não perde uma oportunidade para aparecer, prá fazer propaganda. Advogado não pode usar de subterfúgios desta estirpe para se patrocinar, espero que a OAB/MT tome suas providências.

  • jose medeiros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    fazer papel de estilingue é fácil, eu desconfiou tanto os acusados pelo senhor Eduardo quanto da posturea da santa OAB que ele tanto defende, as praticas da OAB não são diferentes da que ele denu8nciou, ai na música, faz controle de mercado, se transmuta em sua personalidade pra nao ter que prestar conta, passa por cima da lei maior do país e relega milhares da breasileiros a marginalidade do mercado de trabalho, para em detrimento destes proteger o quinhão dos advogados antigos que em sua maioria nunca fizeram um exame, mas pra o Eduardo e seus sofismas tudo bem.

  • Ana Aline | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É isso aí, Mahon!
    Gosto de seus artigos e espero sinceramente que você não me desaponte. Espero que o fulano, que acima diz, sobre seu telhado de vidro, esteja mentindo.
    Vá em frente você é muito inteligente, meta o pau nessa canalhada.
    Alguem precisa se manifestar contra eles, conte com o meu apoio.

  • Adriano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eis o verdadeiro exemplo do SUJO FALANDO DO MAL FALADO.

    É brincadeira, hein seu Mahon?

  • maria da andrada e silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente, o comentarista Ricardo está certo, discordo parcial, pois o Doutor Advogado, também IMORTAL, em alguns momentos estava lúcido, viajou em empolgações, mas, valeu. Quero lembrar ao Imortal que ele tambem não é tão santinho como se apresenta, pois tem canal de comunicação e ou telefone vermelho ligado com certas autoridades, através de seu meio-irmão JPM.

Com Covid-19 e frequentando a AL

paulo araujo 400   O deputado Paulo Araújo (foto), do PP, está com reinfecção pelo Covid-19 e, mesmo assim, continua frequentando o prédio da Assembleia normalmente, como se não tivesse contaminado. Na primeira vez que foi infectado pelo vírus, também fez igual. Colegas parlamentares e...

2 abstenções e briga pela 4ª Secretaria

silvio favero 400   Dois deputados se abstiveram na eleição da Mesa Diretora da Assembleia desta terça cujo votação foi secreta. Nos bastidores, os comentários são de que as abstenções foram de Sílvio Fávero (foto), que se lançou à disputa e, sequer, teve...

Petista, incoerência e voto contrário

ludio cabral 400   O petista Lúdio Cabral (foto), daqueles parlamentares do morde e assopra, na tentativa de marcar posição, expõe cada vez mais suas incoerências em votação na Assembleia. Na sessão que antecedeu a eleição para a nova Mesa Diretora, provocada pela decisão...

Projeto sobre VI na Saúde está na AL

gilberto figueiredo 400 curtinha   Já está na Assembleia, para votação dos deputados, o projeto do governo que garante retomada do pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 nas unidades hospitalares, ambulatoriais e...

2 desembargadores vão para TRE-MT

carlos alberto tj 400 curtinha   O Pleno do Tribunal de Justiça define, na quinta (25), em votação secreta e por videoconferência, dois desembargadores que comporão os quadros de comando do TRE-MT pelos próximos dois anos. O ex-presidente do TJ, Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), é um dos inscritos...

Primeira-dama pede retorno de auxílio

marcia_pinheiro_curtinha400 Primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro (foto), em visita à sede do Rdnews e entrevista ao Rdtv, pede que a bancada federal de MT se mobilize e vote favorável ao retorno do pagamento do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade. Márcia...