Últimas

Sexta-Feira, 07 de Setembro de 2007, 11h:52 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INVESTIGAÇÃO

Advogado volta a acusar Renan em depoimento

       DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

       O advogado Bruno de Miranda Lins disse ontem à Polícia Federal que mantém o teor das declarações dadas um ano atrás à Polícia Civil do DF, quando citou os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT) como beneficiários de um suposto esquema de desvio e lavagem de dinheiro público que seria operado por seu ex-sogro, o empresário Luiz Carlos Garcia Coelho.
     O advogado José Rossini Corrêa, que defende Bruno, disse, no entanto, que seu cliente não tem provas contra Renan e Jucá. Segundo ele, Bruno contou apenas o que ouviu de seu ex-sogro. Ele ressaltou que Bruno se comprometeu a fazer um levantamento de tudo que pudesse servir como prova. Segundo a Folha apurou, autoridades que acompanharam o depoimento consideraram bom o teor das declarações e que, mesmo sem provas, complica a situação de Renan.
      No depoimento à polícia do DF, Bruno afirmou que seu ex-sogro era "homem de confiança" de Renan e que os dois se associaram para desviar dinheiro de um empreendimento que seria financiado pelo fundo de pensão Postalis (dos Correios) -o investimento chegou a ser planejado, mas não saiu do papel.
     Ontem, Bruno disse que seu ex-sogro se apresentava como tal. "Ele desconhece, não tem provas e não quer cometer nenhuma aleivosia nesse sentido. Então entregou os fatos à Polícia Federal", disse o advogado de Bruno, em relação a Renan.
Bruno confirmou, contudo, que levou a Carlos Bezerra R$ 150 mil que havia sacado no BMG por ordem de seu sogro.
     Os senadores Renan e Jucá, assim como o banco BMG e o deputado Bezerra, negam as acusações.
Bruno foi casado com a filha de Luiz Carlos, Flávia Garcia, assessora parlamentar de Renan, que foi padrinho de casamento dos dois.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Comitê chama órgãos fiscalizadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Para colocar fim às críticas sobre suposta falta de transparência na aplicação dos recursos transferidos a Cuiabá pelo governo federal com vistas ao enfrentamento à pandemia, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) determinou que seu secretário de Saúde, Luiz...

PT sob risco de não eleger ninguém

marcos viana 400 curtinha   Mesmo tendo cabeça de chapa para prefeito, no caso o ex-juiz federal Julier Sebastião da Silva, o PT dificilmente elege um vereador em Cuiabá no pleito deste ano. A chapa de pré-candidatos proporcionais é fraquíssima. O "grande" nome do partido é da professora Edna...

Único da família Oliveira pra vereador

luluca 400 curtinha   Na queda-de-braço entre irmãos, venceu, por enquanto, Luiz Arthur Oliveira Ribeiro, o Luluca (foto), que será candidato a vereador pelo MDB em Cuiabá, carregando o espólio político da família Oliveira. Irmão de Luluca, o ex-vereador Leonardo Oliveira, que procurou e...

2 nomes do DEM avaliam desistência

ivan evangelista 400 curtinha   A chapa de pré-candidatos do DEM a vereador pela Capital corre risco de sofrer duas baixas consideráveis. Os ex-vereadores Ivan Evangelista (foto), que atuou na Câmara por 13 anos, e Leonardo Oliveira, por dois mandatos, podem vir a desistir do teste das urnas. Mas, por enqanto, ambos garantem...

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.