Últimas

Terça-Feira, 12 de Agosto de 2008, 14h:27 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

JUDICIÁRIO

Advogados de Henry prestam depoimento à PF

   Os advogados do deputado federal licenciado, Pedro Henry (PP), Plínio Samanclay e Suérika Maia, prestam depoimento à Polícia Federal nesta terça (12). Pesam contra eles acusações de tráfico de influência e formação de quadrilha e, desse modo, de agilizarem o andamento de alguns processos junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Na manhã de hoje, a polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na residência e no escritório de Plínio. Foram apreendidos computadores e papéis, que vão servir de embasamento para o inquérito.

   Suérika já foi presa durante as eleições de 2006, acusada por envolvimento no esquema de compra de votos para Pedro Henry, que à época pleiteava cadeira na Câmara Federal. Por causa disso, o progressista já teve seu mandato parlamentar cassado pela Justiça Eleitoral, mas está no cargo graças a uma liminar concedida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

   Mal foi desencadeada, a Operação Dupla Face visa combater a corrupção de servidores públicos do Incra e da Receita Federal. A PF deve cumprir um total de 34 mandados de prisão temporária e 65 de busca e apreensão. Um total de 18 servidores públicos e 16 despachantes são alvos dos mandados de prisão. Investigações apontaram a existência de duas quadrilhas distintas que agiam nos dois órgãos federais. (Pollyana Araújo)

(17h30) - Advogado contesta e nega apreensões

 Em nota, o advogado Douglas Alberto de Brito, do Escritório Samaclay & Maia Advocacia", de Cáceres, contesta a matéria acima acerca de acusações e de depoimentos à PF de Plínio Samaclay e Suérika. Assegura que não foi realizada nenhuma busca e apreensão pela PF no escritório de Plínio Samaclay e muito menos foram apreendidos documentos e computadores.

  Eis a íntegra da Nota de Esclarecimento assinada por Douglas de Brito

   "Prezado Sr. Romilson Dourado,
   Tendo em vista o equívoco cometido pela jornalista Pollyana Araújo, integrante da equipe do informativo virtual RDNews, ao divulgar fatos desvencilhados da realidade quando da publicação da matéria intitulada "Advogados de Henry prestam depoimento à PF", nesta data, às 14:27 horas, encaminho a Vossa Senhoria a presente nota, requerendo seja retificada a matéria em questão nos termos aqui presentes para esclarecer os fatos inverídicos ali presentes.
   Consta do início da referida matéria que "Os advogados do deputado federal licenciado, Pedro Henry (PP), Plínio Samaclay e Suérika Maia, prestam depoimento à Polícia Federal nesta terça (12). Pesam contra eles acusações de tráfico de influência e formação de quadrilha e, desse modo, de agilizarem o andamento de alguns processos junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra)".
   Inicialmente, vale informar que a advogada Suérika Maia não é procuradora do Deputado Federal Pedro Henry, não tendo poderes para representá-lo e nem defendê-lo em qualquer processo, jamais tendo patrocinado qualquer causa ligada ao referido deputado.
   Segundo, a advogada Suérika Maia de fato esteve presente na Delegacia da Polícia Federal de Cáceres nesta manhã, contudo, para acompanhar um cliente que prestaria depoimento, não havendo nenhuma determinação judicial para ser cumprida em seu desfavor, sendo inverídicas as notícias de que estaria no prédio da Delegacia da Polícia Federal para prestar depoimento e de que é indiciada por tráfico de influência e formação de quadrilha, como divulgado por este informativo.
   Encontra-se presente também que "Na manhã de hoje, a polícia cumpriu mandado de busca e apreensão na residência e no escritório de Plínio. Foram apreendidos computadores e papéis, que vão servir de embasamento para o inquérito".
   Estas informações não procedem, sendo desvirtuadas dos reais acontecimentos, uma vez que não foi realizada nenhuma busca e apreensão pela Polícia Federal no escritório do advogado Plínio Samaclay e muito menos foram apreendidos documentos e computadores.
   Tais fatos, da maneira como foram publicados por este informativo, sem que fosse averiguada a autenticidade das informações, trazem um enorme prejuízo material e moral aos advogados Plínio Samaclay e Suérika Maia, principalmente por macularem suas imagens enquanto profissionais do direito em relação a seus clientes e à sociedade mato-grossense, mormente porque outros sites de notícias vêm copiando e divulgando tal matéria, como, por exemplo, o Jornal Oeste, ganhando assim grandes dimensões a matéria erroneamente publicada.
    Diante destas informações, requer a imediata retirada do ar da matéria publicada nesta data com o título "Advogados de Henry prestam depoimento à PF", e, posteriormente, seja a mesma retificada, com base nas informações aqui presentes, republicando-a, informando-se aos leitores as irregularidades lançadas anteriormente."
    Atenciosamente,
    Douglas Alberto de Brito
    Advogado do Escritório Samaclay & Maia Advocacia

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • Joseh | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É como eu digo, nessa terra, rico não é criminoso, sempre ha algum malentendido, o carra ta cassado e continua deputado. Quem HONESTO E LÚCIDO, acha que os henry, são inocente de alguma coisa, O PROPLEMA É MANTER FORMADORES DE QUADRILHA NA CADEIA.

  • Mário Quidá | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Faça-me rir Dr. Lindomar..
    esses comentários são para valorizar o passe??
    Pimenta no dos outros é refresco!! hehe
    pra quem usa a PF de brinquedo eleitoral, está aí a resposta!!!
    e não adianta ficar negando!!
    dessa vez quem assumirá a culpa??
    os estagiários??
    cuidado pessoal.. a barca as vezes é furada!!
    agora colocam esse tal aí para defender o escritório tão promissor e lucrativo!! mas da onde vem tantos honorários?? será que tudo dos processos eleitorais do orkut?? kkkk
    Acorda Cáceres!!!

  • Lindomar da Silva Rezende | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tenho certeza que a Subseção da OAB de Cáceres-MT, bem como a Seccional de Mato Grosso, se pronunciarão e repelirão, energicamente, o ato de invasão, pela PF, do escritório do Dr. Plínio Samaclay, da mesma forma que já o fez, prontamente, em outras oportunidades, quando outros advogados foram da mesma forma alvos de tal conduta da Polícia Federal. E, por extensão, lamento a infeliz citação dos advogados em questão, na chamada da matéria, como advogados dos Henry. Isso, embora seja verdade, revela-se tendencioso, mesmo porque estamos em pleno período eleitoral e, ao que consta, na matéria, os Henry nada têm a ver com os fatos ali noticiados.

  • jeronimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    deixa de ser puixa saco lindomar

  • Marcos Silvério | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa....A OAB não deve estar aí pra defender bandido...

  • cacerense | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Lindomar tá se doendo porque também é advogado dos Henrys.., e ainda, é advogado criminalista (sempre defendendo os INOCENTES)..

    E fala sério.. quem conhece o Plínio sabe que já passava da hora da PF investigar o supreendente enriquecimento desse causídico..

    A OAB deveria é averiguar as denúncias e não repudiá-las, como tem feito em casos semelhantes.. é por isso que aumenta tanto a desordem do Brasil..

  • Eustaquio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • João Cardoso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. de 4 Marcos: DESONESTIDADE E HENRYQUECIMENTO ILÍCITO VIRARAM SUCESSO???!!!!!! Venhamos e convenhamos......

  • Gustavo Cardoso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Espero que a OAB tome providências.
    Toda e qualquer denúncia tem que ser apurada, assim como todo e qualquer abuso deve ser repelido.
    Jogar a discussão para (e sobre) a evolução patrimonial do Dr. Plínio Samaclay é maldade leviana. Pior ainda quando o sujeito que solta uma pérola dessa se esconde atrás de um pseudonimo, atitude dos covardes e desprovidos de grandeza de caráter.
    Ser alvo de comentários tão vazios como este é o preço que se paga pelo sucesso.
    Ao Dr. Plínio: SUCESSO SEMPRE! E o preço deste sucesso pagaremos com prazer.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tomara que seja verdade essa busca e apreensão no escritório e na casa desse senhor Plínio Samaclay, mas acho muito difícil, pois seus arquivos devem constar peixes grandes.
    As ações judiciais em que se envolve são no minimo curiosa, e todos sabemos que a senhora Suérika é quem realmente trabalha, para que o senhor Plínio faça seus lobbys com esses políticos.
    O senhor Plinio não é um bom advogado, é um lobysta e só.
    Tá ficando rico né...

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...