Últimas

Domingo, 05 de Julho de 2009, 10h:22 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

EMBATE JURÍDICO

Advogados faturam até R$ 400 mil de prefeitos em apuros

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Pedro Campos, juiz aposentado e advogado na área eleitoral, um dos que tentam salvar prefeitos cassados

   Acusados de crimes durante a campanha de 2008, prefeitos cassados ou que estão no cargo e fazem de tudo para não perdê-lo estão "engordando" o bolso de alguns advogados especialistas na área eleitoral. Eles pagam de R$ 100 mil a R$ 250 mil por acompanhamento processual. No desespero, aceitam cláusulas que prevêem durante o trâmite elevação de até 50% do valor da demanda, dependendo da complexidade do caso. Assim, muitos "torram" até R$ 400 mil na esperança de continuar prefeitos. Nada menos que 11 gestores já perderam mandato nos últimos 9 meses e três só estão na cadeira graças a liminares.

   Entre os advogados mais procurados está o juiz aposentado Pedro Pereira Campos, que atuou na Comarca de Rondonópolis por vários anos. Ele é o advogado do empresário Antonio Ribeiro Torres (PSB), que ficou prefeito de Barão de Melgaço por cerca de três meses. Segundo colocado nas eleições, Torres assumiu o lugar do ex-vereador cuiabano Marcelo Ribeiro (PP), que tinha sido cassado por crimes eleitorais, mas conseguiu reverter a situação junto ao TRE. Torres não revela publicamente, mas, nos bastidores, o comentário é de que ele gastou mais de R$ 200 mil com o trabalho de assessoria jurídica. Ainda tem esperança de, nos tribunais, "derrubar" o prefeito Marcelo para voltar ao posto de chefe do Executivo.

   No Estado, há mais de 6 mil advogados na ativa. Destes, menos de 15 possuem atuação forte na área eleitoral. Além do caso de Pedro Campos, os escritórios mais procurados por prefeitos em apuros são os de Ronan de Oliveira, que atua na defesa do prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB), Almino Afonso, Lauro da Mata, Ricardo Almeida, Luiz Antônio Possas de Carvalho, Elarmim Miranda, Marco Túlio, Débora Simone, Romes da Motta e Flávio Bertin Filho, um dos filhos do desembargador aposentado Flávio Bertin.

   Entre as cláusulas contratuais, o advogado geralmente estabelece valor que pode chegar a R$ 250 mil, mas incluindo observações que costumam aumentar em mais R$ 100 mil durante o trâmite processual. Avalia-se de tudo, até o tamanho do município onde o gestor pede socorro jurídico. Exige-se 50% do valor total de entrada e, o restante, em parcelas durante o trabalho de assessoria. O contrato costuma ser lastreado em cheques ou notas promissórias. Apesar do cerco do advogado para evitar calote, a área eleitoral acaba por registrar de 20% a 30% de risco. O calote ocorre principalmente junto aquele prefeito que não consegue reconquistar o mandato.

   "Indústria da cassação"

    Os advogados da área eleitoral estão rindo à-toa com o aquecimento do mercado por conta do que costumam chamar de "indústria da cassação". Em outras épocas, ou seja, um ano depois das eleições, os embates jurídicos já tinham sido praticamente concluídos. Desta vez, as brigas jurídicas prosseguem de tal modo que, em muitos municípios, a população nem sabe direito quem, afinal, é o prefeito. Nos últimos nove meses, foram cassados 11 gestores em Araguainha, Santo Antonio do Leverger, Cáceres, Nova Olímpia, Tangará da Serra, Alto Paraguai, General Carneiro, Canarana, Ribeirão Cascalheira, Novo Horizonte do Norte e Poconé. Em três (Sinop, Paranatinga e Juara), os prefeitos estão no comando de seus municípios porque recorreram da cassação e obtiveram liminares.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • João Honesto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O bom advogado conhece as leis, o excelente o magistrado!

  • Não Tem Jeito | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Este é o pais que não tem solução, é todo meio levando vantagens. E dá dinheiro público.

    O único jeito é o ELEITOR declarar o seu VOTO.

  • MARIA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ADEVOGADO COBRA ESSE VALOR, ENTRE ASPA().......A MATÉRIA FALTOU IR UM POUQUINHO MAIS ALÉM..... O ESQUEMA É TÃO BEM MONTADO QUE ALGUNS JÁ ATÉ COMENTAM COM ANTECEDÊNCIA(ANTES) O RESULTO POSITIVO DA LIMINAR. QUE PENA! POIS, É NA VERDADE O POVO QUE PAGA TUDO. O MAIS IMPORTANTE É QUE AINDA TEMOS JUIZES E DESEMBARGAORES HONESTOS , ÉTICOS, TRANSPARENTE, É DIFICIL MAIS TEMOS, COMO POR EXEMPLO O JUIZ DE POCONÉ, QUE VEIO DE UMA FAMILIA HUMILDE E HONESTA E HOJE É UM DOS QUE SENDO REFERÊNCIA EM COMPETÊNCIA, HONESTIDADE, SERIEDADE E QUE NÃO PERMITE O JOGO SUJO DO MEIO JURIDICO

  • joao da dó | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é o tribunal é caro., o advogado tem que rebolar rsrsrsrssss

    acorda gente vcs sabem como é isto......

  • Osvaldo de Mello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha enquanto não apareçer uma justiça com honetidade e transparencia e homem que faz justiça com as proprias leis eles se refutan em liminares hoje o Brasil é administrado somente por liminar,isso é uma vergonha onde esta as leis,é limar pra se segurar é liminar tirando dos cargos enfim é uma farra de liminar e se esqueçeram das leis.

  • Osvaldo de Mello | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Olha enquanto não apareçer uma justiça com honetidade e transparencia e homem que faz justiça com as proprias leis eles se refutan em liminares hoje o Brasil é administrado somente por liminar,isso é uma vergonha onde esta as leis,é limar pra se segurar é liminar tirando dos cargos enfim é uma farra de liminar e se esqueçeram das leis.

  • wilson donizeth | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Existem grandes Advogados no interior do Estado, estes que colocaram aí.........são de Cuiabá...............e a maioria, e existe uma facilidade enorme para seus Contratantes, pois, a Lei Eleitoral tem seus prazos distintos e mais céleres(pelo menos na primeira Instância)..........Porém....lembram do Juiz Leopoldino..............deixo aqui minha interrogação e minha dúvida!?....Parabéns aos indicados e poderíamos nomear outros grandes advogados na área eleitoral....
    RDNews....a lista é mais extensa....tanto na capital como no interior....temos bons profissionais e respeitados......Valeu

  • PAULO TABORD | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ao ler esta matéria e os comentários fiquei na duvida quem tá levando mais vantagens nessa historia toda ?
    Nessa ciranda,
    Certeza mesmo que o dinheiro gasto não sai de seus próprios bolsos.
    Isso ´´ VERGONHA NACIONAL´´.

  • Carlos Gonçalves | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Da. Liu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nós, enquanto eleitores, somos a solução para toda essa sujeira. Na próxima eleição, vamos anular nosso voto em forma de protesto. Se a coisa não melhorar, anulamos de novo... e de novo... de novo... Nós temos o poder em nossas mãos! Vamos começar uma campanha ?? Diga não à corrupção, ao mal uso do dinheiro público, ao apadrinhamento, enfim, vamos dizer não a tudo que consideramos errado. Vamos à luta ! Este país também é nosso ! Aliás, é mais nosso do que dessa cambada de corruptos, porque nós nos preocupamos com ele.

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

Câmara chama secretária para vaga

chico 2000 curtinha   Após a destituição de Ralf Leite (MDB) da vaga de Chico 2000 (foto), licenciado, por força de decisão judicial, a Câmara de Cuiabá convocou a primeira suplente Luciana Zamproni (MDB) para assumir mandato temporário no Legislativo, menos de 30 dias. Ela atua como...

PTB perdeu uns, mas ganhou outros

emanuelzinho 400   Em Várzea Grande, enquanto alguns militantes do PTB, puxados pelo secretário jaymista Silvio Fidelis foram para os braços do candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB), que tem Hazama (DEM) de vice, militantes de outras legendas decidiram abraçar a candidatura do petebista Emanuelzinho (foto). São...

PT de Cuiabá passivo; ROO, autêntico

kleber amorim 400 curtinha   O PT de Rondonópolis se organizou melhor, mobilizou a militância, se tornando mais autêntico do que o núcleo petista de Cuiabá. Para se ter ideia, o partido, numa posição de coragem e levando preocupação ao prefeito Zé do Pátio, que tinha...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.