Últimas

Quinta-Feira, 19 de Novembro de 2009, 17h:13 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

SEGURANÇA PÚBLICA

Agentes carcerários do Estado ameaçam entrar em greve

   Irritados com o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado, mais de 1,4 mil servidores do sistema prisional ameaçaram cruzar os braços na próxima semana. Eles exigem que Diógenes cobre um posicionamento do secretário estadual de Administração, Geraldo de Vitto, sobre o projeto de lei que prevê a instalação da lei orgânica do funcionamento do sistema prisional, elaborado pela categoria há três anos. A Assembleia Geral está marcada para a próxima quinta (26), às 15h.

   O presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema Prisional de Mato Grosso (Sindspris), João Batista Pereira de Souza, explica que em outubro, pela terceira vez consecutiva, a categoria tentou mobilizar os secretários de Segurança e Administração para colocar em votação na Assembleia Legislativa o projeto de lei que, dentre outras coisas, estabelece o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos servidores. “Elaboramos a proposta e enviamos para a assessoria do deputado José Riva (PP). Desde então, o projeto está parado na secretaria de Administração e o secretário não manda de volta para a Assembleia”, reclama.

   Ele explica que atualmente a profissão de agente carcerário não tem regulamentação e, por falta de critérios técnicos, servidores acabam sofrendo represálias e transferências de forma arbitrária para outras unidades do Estado. “Pessoas incompetentes assumem cargos de chefia, perseguem e transferem arbitrariamente os funcionários como forma de represália”, denúncia. Questionado sobre o relacionamento com Curado, o sindicalista alega que o secretário é apenas bom de discurso. “Se ele tem boa vontade, até hoje não demonstrou. É bom de discurso e de promessas, mas na prática nunca ajudou em nada”.

   Dos 1,4 mil servidores do sistema prisional, 1,2 mil são efetivos. Os demais são técnicos (psicólogos, assistentes sociais, dentistas, médicos, entre outros funcionários com curso superior) e assistentes auxiliares. Atualmente, para trabalhar 30 horas semanais, um agente recebe R$ 1,2 mil. “Apenas depois de 15 anos, conseguimos elevar esse valor para pouco mais de R$ 3 mil”, reclama. Com a aprovação da lei orgânica, o salário inicial por 30 horas deverá subir para R$ 1,25 mil, e os que trabalham 44 horas deverão receber R$ 1,95 mil. A Sejusp conta com cerca de 400 agentes prisionais contratados sem concurso. 

   Outro Lado

   Em viagem para participar de um seminário, o secretário Diógenes Curado evita comentar as críticas dos servidores. Ele pediu à reportagem para entrar em contato com o secretário-adjunto, tenente-coronel Zaqueu Barbosa. Por meio da assessoria, o militar disse que a secretaria ainda não fechou as portas aos sindicalistas para negociar um acordo. Segundo ele, Diógenes aguarda um posicionamento da entidade sobre as exigências da categoria para somente então se posicionar sobre cada um dos itens. (Andréa Haddad)

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • jonas | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Senhor Secretário, até quando o site do sistema prisio- nal, irá ficar em construção, ja se passaram 5 anos e ainda não conseguiram termina-lo, ou o projeto desse site é muito bom, ou está parado por falta de interes-se, como já e o de praxe, quando se trata de sistema prisional.

  • CLOVIS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    somente esses gestores inoperantes da segurança pública, insistem em dizer que esta td bem, sendo que a verdade é bem outra, um sistema prisional vergonhoso e uma sejusp sem comando. os agepens devem radicalizar sim.

  • marcos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    esse secretario não esta com nada....cade a vontade de fazer segurança em mato grosso? os policiais que sai as ruas só com viaturas velhas....e poucas novas, só conversa fiada por parte do governo e do secretario, estão dormindo, só querendo fazer asfalto e segurança nada...

  • Jose Bento | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esta é a pura realidade esta categoria esta realmente passando muitas dificudades principalmente por falta de ser assistidas,o presidente é uma pessoa boa humana mas as autoridade não dá voz á ele.

  • Rui Ramos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mostraremos para esses secretário de segurança e seu adjunto, que não estamos aqui para brincar, vamos parar o sistema prisional de MT , pois nossas propostas quanto nossa lei organica, e outras reenvidicações, nem deram sequer um parecer infelizmente. Qto ao sindicato ta de parabéns paralização JÁ

  • FRANCISCO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaria de me apresentar, mas Zaqueu e complicado, so ele tem a verdade, mas Agente Prisionais e ***** pra ele e a mesma coisa. Melancolico sera seu fim...conseguiu prejudicar nossa classe.

  • Maga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    E ai Secretario a Base do Ribeirão do Lipa continua a chover dentro, o governador já mandou arrumar e ai não vai cumprir o sua ordem!!! Esta molhando os cumputadores da sala digital, vamos perder todos, precisamos do reparo com urgencia. Cade o MP para ver isso???

  • Rafael Koch | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É preciso parar todo sistema prisional e não só os agentes prisionais, antigo carcerário. A saúde é comandada por um assistente,que não tem nível superior e a coordenação de nutrição foi criada para Sra Cintia esposa do Sec. adjunto ten. cel. Zaqueu para perseguir os funcionários. Sem necessidade, pois é tercerizado este serviço pela marmitaria Boa esperança. ABSURDO!!!

  • wagner Saff | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Nos AGENTES PRISIONAIS, devemos parar sim,...e essa conversa do Cel. Zaqueu de que a secretaria esta de porta aberta para negociar com a categoria e FALACIA, conversa para boi dormir, O Sr. Zaque tem é que fazer cumprir o acordo QUE O GOVERNO FEZ COM A CATEGORIA A 02 ANOS, E A UNICA COISA QUE O GOVERNO CUMPRIU MAL E PORCAMENTE FOI LIBERAR A CONFECÇÃO DA FUNCIONAL PARA OS SERVIDORES, POIS NEM ESTE ITEM O GOVERNO CUMPRIU DIREITO, POIS O MODELO QUE FOI APROVADO PELOS AGENTES PRISINAIS QUE INCLUIA O PORTE DE ARMA, PASSA LONGE DO MODELO DE FUNCIONAL QUE ESTA SENDO CONFECCIONADA PARA OS AGENTES PRISIONAIS.

    Sr. SECRETARIO DIOGENES, APENAS CUMPRA COM QUE FOI ACORDA DO COM A CATEGORIA DE AGENTES PRISINAIS.... JA ESTARIA DE BOM TAMANHO........

  • Domingos Sávio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    CURADO ele já está, então; pq se preocupar com a saúde da Segurança Pública? Mas querem deixá-lo doente? Corte as ragalias e reduza o salário, aí ele sacode. KKK

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.