Últimas

Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2007, 11h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

SABATINA NO SENADO

Agi como juiz limitado aos autos, reage senador

   O senador Jaime Campos reagiu nesta sexta contra à pecha de que agira de forma antiética no processo de indicação de Luiz Pagot para o Dnit, do qual foi o relator. Segundo o parlamentar, ele só poderia relatar o que consta nos autos. Observa que os questionamentos em torno da dupla função de Pagot - como assessor do Senado e diretor da Hermasa Navegação da Amazônia de 1995 a 2002 -, não foram colocados em discussão na hora de se elaborar o relatório.

    Por meio de seu consultor, jornalista Paulo Leite, Jaime Campos afirma que "talvez o PSDB, que se opôs à nomeação de Pagot, tenha feito o encaminhamento de forma equivocada". Ao invés de questionar junto à Mesa Diretora a dupla função do ex-secretário do governo Blairo Maggi, algo que, em tese, seria ilegal, os tucanos deveriam ter protocolado o documento ou remetido-o à relatoria. "Como relator, Jaime não poderia avaliar algo que não estivesse nos autos. É a mesma coisa de um juiz, que relata o que está nos autos. Regimentalmente, não tinha uma situação ilegal", destaca Paulo Leite.

    Sobre o fato do senador mato-grossense aceitar ser relator de um pedido de nomeação envolvendo o próprio suplente, Jaime Campos, por meio de seu consultor, assegura que não foi antiético. Observa que na campanha eleitoral do ano passado, apresentou Pagot à população como o seu suplente e, dessa forma, entende ser justo referendar o nome do aliado para o Dnit, uma das autarquias mais importantes da estrutura do governo federal. "Não há incoerência nisso, pelo contrário. Seria um absurdo e um contra-senso se o Jaime tivesse negado ser relator", diz Paulo Leite.

    Ele enfatiza que Jaime concordou em relatar o processo a partir de um pedido feito pelo presidente da Comissão de Serviços de Infra-Estrutura, senador Marconi Perillo (PSDB-GO), que, por sua vez, havia sido procurado pelo governador Blairo Maggi.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Neto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • ELIFAS JOSE RIBEIRO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Um senador que tem um "aspone" como este cidadão paulo leite é muita pretensão esperar ética dos dois né.

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.