Últimas

Quinta-Feira, 29 de Novembro de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

PROJETO

AL aprova o fim do nepotismo em todos Poderes

  Sem alarde, deputados aprovaram nesta quarta um projeto que proíbe a prática de nepotismo em todos os Poderes. Hoje em Mato Grosso, por força de decisão do Conselho Nacional de Justiça, o Judiciário e o Ministério Público são os únicos que frearam a contratação de parentes e membros de familiares de juizes e de desembargadores, assim como de promotores e de procuradores. Já nas esferas do Executivo e do Legislativo, incluindo o Tribunal de Contas, o nepotismo está enraizado.

   A proposta partiu do deputado Percival Muniz (PPS). Foi aprovada por unanimidade nesta primeira votação. A matéria precisa ser submetida a mais uma apreciação. Sob olhar da sociedade, os parlamentares se vêem acuados. Tendem a reconfirmar o voto. Muniz afirma que o CNJ enquadrou o Judiciário e agora é preciso que os demais Poderes façam igual.

    Assim que passar em segunda votação, o projeto vai à sanção do governador Blairo Maggi, um dos nepotistas. Desde janeiro de 2003, quando assumiu o comando do Estado, Maggi mantém no staff a esposa Terezinha, secretário de Trabalho, Emprego e Assistência Social. Segue o exemplo dos demais gestores do país, inclusive prefeitos. Mesmo com recados do MPE, o governador avisa que não vai exonerar a primeira-dama.

    Com o fim do nepotismo, os próprios políticos vão tirar dos ombros a carga da pressão de parentes em busca de emprego no poder público. Na Assembléia, a maioria emprega parentes e familiares, como irmãos, esposas, primos, cunhados e até pais. Com esse tipo de loteamento, alguns elevaram rendimentos familiares acima de R$ 40 mil mensais. No caso dos prefeitos, o cerco vem se fechando mais rápido contra a prática do empreguismo de parentes devido a uma campanha nacional antinepotismo conduzida pelo MPE.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Regis Rodrigues Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Creio que já existe Lei Maior vedando tal prática muito comum à todos os órgãos públicos do Brasil; mesmo se não houvesse, nem necessário seria criá-la, pois o que veda tal "locupletamento" são as leis que se "adquire no berço", tal como a MORAL, os BONS COSTUMES, a PROBIDADE, a JUSTIÇA DOS ATOS, a SENSATEZ, e isso é algo intrinseco à cada pessoa, QUE SÓ USA QUEM OS TÊM...

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que maravilha, os bons ares estão fluindo em nosso Estado. O TRE deu a largada, o TCE acompanhou, quem diria a AL pegando carrona... Presidente Lessa!... estamos aguardando.
    Sociedade é só precionar que os resultados aprarecem.

  • Cléber | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARABÉNS A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA E AO DEPUTADO ESTADUAL PERCIVAL MUNIZ.
    ESPERAMOS QUE AGORA O PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA NÃO FAÇA "OUVIDOS MOUCOS" QUANTO A APLICAÇÃO DESTA LEI, SE APROVADA DEFINITIVAMENTE.

  • Dito Porrete | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Nepotismo! Ah! E como fazer com os deputados que empregam parentes em outros órgãos e como troca eles empregam parentes de outros chefes dos outros poderes na Assembléia? Esse tipo de troca-troca existe e você sabe. O pessoal do Tribunal de Contas e da Assembléia mexe muito bem com esse tipo de troca-troca de favores escusos. Ou estou enganado?

  • Marcio Campeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Agora eu quero ver... Pra finalizar esse inicio de "moralização" pela Assembléia, falta os deputados publicarem a FOLHA DE PAGAMENTO....
    Que é uma caixa-preta.
    Somente com essa lista vamos ver se eles aprovaram mesmo o fim do nepotismo.
    MP, cadê você????

  • Thiago Soares | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    QUE FELICIDADE, QUE ALEGRIA!!!!!

    ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM COM O MÍNIMO DE DESCENCIA NA ASSEMBLEIA!

    OLHA O PERCIVAL MUNIZ MORALIZANDO A CASA DE LEIS!

    FICO MUITO FELIZ COM A SUA PROPOSTA, DEPUTADO!


    PARABÉNS!!!!

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...

Candidato da família Oliveira à Câmara

luluca 400 curtinha   O jovem advogado Luluca Ribeiro (foto) é uma das apostas do MDB por renovação na Câmara da Capital. Concorre a vereador e tende a "herdar" o espólio político da família Oliveira, dos tios Dante, ex-governador que morreu em 2006, e Thelma, prefeita de Chapada dos Guimarães....

Deputado tenta censura e sem êxito

xuxu 400 curtinha   Em duas tentativas, o deputado estadual Xuxu Dal Molin (foto), candidato a prefeito de Sorriso pelo PSC, tentou, sem êxito, censurar o portal Rdnews. Na 1ª Vara Cível da Comarca de Sorriso, Xuxu ingressou com pedidos de antecipação de tutela, pleiteando retirada do ar de matérias que...

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...