Últimas

Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2007, 12h:25 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

LEGISLATIVO

AL confirma minirreforma e sorteia gabinetes

     A secretaria-geral da Assembléia Legislativa, sob Edmar Adms, confirma o projeto de reforma administrativa, mas nega que haverá redução drástica do número de secretarias. De nove, o estudo prevê redimensionamento para 5, o que resultaria também em diminuição de custos. Alguns órgãos e departamentos devem se fundir. Com essas mudanças, devem ser criadas superintendências.

    Edmar nega que os deputados veteranos estejam sendo privilegiados quanto à estrutura de trabalho em detrimento dos novatos. Destaca, inclusive, que os gabinetes para os 14 que vão estrear na Assembléia a partir do próximo mês já foram sorteados. Ficaram assim distribuídos: o petista Admir Brunetto ocupará o gabinete que era da colega de partido Vera Araújo. Juarez Costa (PMDB) fica no espaço do pefelista Zeca D'Ávila. Chico Galindo (PTB) vai para o gabinete de Chico Daltro (PP) e Maksuês Leite (PP) ocupará, a partir de 1º de fevereiro, o gabinete que era de Sérgio Ricardo (PPS).

     O deputado eleito Airton Rondina, o Português (PP), fica com espaço de Eliene Lima (PP), eleito deputado federal. Chica Nunes (PSDB) ocupa o gabinete de Renê Barbour (PPS) e, Otaviano Pivetta, de Carlos Brito (PDT).  Adalto de Freitas (PMDB) vai ocupar o gabinete até agora reservado para Jota Barreto (PR); Wallace Guimarães (PFL) fica na vaga de Nataniel de Jesus (PMDB) e, Percival Muniz (PPS), de José Carlos de Freitas.

    O tucano Guilherme Maluf entrou em entendimento com seu colega de sigla e ocupará o espaço de Carlos Carlão. O gabinete do pefelista Joaquim Sucena será repassado para Walter Rabello (PMDB) e o de Cloves Roberto (PPS) para Zé Domingos. Já Gilmar Fabris, que mesmo sem mandato contava com estrutura dentro da Assembléia, continua com o mesmo gabinete. O gabinete de Pedro Satélite fica disponível para algum dos suplentes.

    Inaugurado com agosto de 2005, o complexo da Assembléia é de 15 mil metros quadrados. Mesmo tendo 24 deputados, foram construídos 27 gabinetes, distribuídos em dois pavimentos (2º e 3º) e oferecem conforto e privacidade. Cada um disponibiliza salas de recepção, do deputado, de reunião, de copiadora, de assessorias e oferece ainda 5 computadores.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

MAIS LIDAS