Últimas

Terça-Feira, 26 de Junho de 2007, 11h:23 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

LEGISLATIVO

Alexandre declara bens avaliados em R$ 390 mil

    O procurador do Estado licenciado e deputado estadual Alexandre Cesar (PT) declara ter um patrimônio avaliado em R$ 390 mil. Entre os bens está um apartamento, no Bosque da Saúde, área nobre de Cuiabá. Ele avalia o imóvel em R$ 300 mil. O petista é proprietário de um veículo Peugeot, avaliado em R$ 25 mil, segundo declaração oficial protocolada na Justiça Eleitoral.

   Alexandre já disputou, sem êxito nas urnas, três cargos eletivos. Em 2000, foi candidato a vice-prefeito de Cuiabá na chapa encabeçada pela colega petista Serys Marly. Em 2002, concorreu ao governo estadual e, em 2004, a deputado. Com 18.412 votos, ficou na primeira suplência. Há um mês, com a nomeação do titular Ságuas Moraes como secretário de Estado de Educação, Alexandre Cesar passou a atuar como deputado estadual. Ex-presidente regional do PT, ele tenta recuperar a imagem desgastada pela acusação de uso de caixa 2 na campanha de 2004. 

    O RDNews revela abaixo, desta vez, os bens oficiais do petista Alexandre, a exemplo do que fez com os patrimônios dos oito deputados federais e dos estaduais Sérgio Ricardo (PR), Ademir Brunetto (PT), Walter Rabello (PMDB), Chica Nunes (PSDB), Gilmar Fabris (PFL), Percival Muniz (PPS), Humberto Bosaipo (DEM), Dilceu Dal Bosco (DEM), Zé Carlos do Pátio (PMDB), Mauro Savi (PR) e Otaviano Pivetta (PDT). (Simone Alves - RDNews)

Patrimônio do deputado Alexandre Cesar

Bens

Valor em R$

2 linhas telefônicas 200
1 terreno no loteamento Vila Goulart em Rondonópolis 4.898
Conta corrente 9.293
2 vagas de garagem 20.000
1 carro Peugeot 25.000
Parte (12,5%) de um imóvel residencial no bairro Araés em Cuiabá 30.615
1 apartamento no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá 300.000
Total 390.007

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Ação de promotor e volta de restrições

Adalberto Ferreira   O promotor de Justiça Adalberto Ferreira garante que prefeito de Juscimeira Moisés dos Santos não havia editado nenhum decreto endurecendo as regras de restrições à pandemia do coronavírus antes do MPE propor ação na Justiça. Ao falar sobre nota publicada...

Oséas agora está nas mãos de Abílio

oseas machado 400 curtinha   Oséas Machado (foto) conseguiu derrubar Abílio Júnior, a quem denunciou por quebra de decoro parlamentar, e assumiu a cadeira deste na Câmara da Capital. Agora, o cassado se articula para dar o troco. O problema é que ambos estão no PSC. Oséas quer buscar a...

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.