Últimas

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2007, 12h:54 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

VARIEDADES

Alguns garis em Cuiabá trabalham encapuzados

   Algumas pessoas que integram a equipe de limpeza urbana de Cuiabá, contratadas pela prefeitura, têm chamado atenção devido à forma de usar o uniforme, que traz nas costas a logomarca da gestão Wilson Santos. Até aí, tudo normal. O complicado é que alguns desses garis recorrem a utensílios para esconder o rosto, como se tivessem encapuzados. Isso traz insegurança aos comerciantes, às pessoas que circulam nas calçadas e aos moradores de um modo geral. A cena remete de imediato a uma situação de assalto ou algo parecido.

  Nesta terça (13), por exemplo, uma equipe destacada na avenida Isaac Póvoas trabalhava em poder de enxadas e vassouras e quase todos esses trabalhadores estavam com os rostos encobertos.

   Explicações

   Questionado sobre o assunto, o secretário municipal de Infra-Estrutura, Euclides Santos, disse que não tinha conhecimento sobre a forma de trabalhar de alguns garis com rostos encobertos. Pediu um tempo para checar a informação. Dez minutos depois de conversar com o chefe de equipe, Euclides informou que, de fato, alguns estavam trabalhando com rosto tapado, sob alegação de que se sentiam envergonhados e também para se protegerem do sol.

   O secretário assegurou que os jovens foram reprimidos e não mais trabalharão com espécie de capuz. Explica que são 550 jovens que participam do programa Aprender Fazendo, ganham um salário-mínimo mensal e, além dos serviços de limpeza, participam de curso de qualificação.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • everson souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    vcs sabe criticar o meio de trabalhos deles + não sabem saber c o salario deles estao em dias e nem parabenizam pelo q fazem

  • Carla Torres | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu gostaria de entender como eh o Projeto Aprender Fazendo, pra jovens, com tantas vagas ociosas e tantos incompetentes em cargos onde os capacitandos deveriam estar e eles sao encaminhados as ruas, pra serem gari, onde ficam com vergonha de assumirem, e nesse projeto, nao tem alguem pra ensinar a eles que qualquer trabalho eh digno, e jah os capacitando e orientado a alcarem voos mais altos?
    O SEGREDO, apliquem esses ensinamentos no curso!!!

  • Andrey Felipe | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Os meninos estão corretos, ficar trabalhando com esse sol escaldante nao da certo, mas linha dura como euclides é com certeza vai tomar as providencias.

    Sugestão para euclides: Compra chapéu de mexicanos para eles.

  • Silvia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu vi, estes jovens vestidos dessa forma, e imaginei que eles estivessem sentindo vergonha mesmo, não associei à assaltantes, mas considero esta questão, pois ninguem nasce com estrela na testa né? Não acho que deveriam sentir-se assim, estão trabalhando, defendendo o pão, são meninos de caráter, porque tem muitos por ai, que com a maior cara lavada cometem delitos e fazem de conta que não é com eles...

  • Marcelo Arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O comportamento desses meninos demonstra muito bem os valores que a sociedade pasa aos seus fihos.

    Vergonha de trabalhar. É um absurdo.

    Deveriam sentir orgulhosos por trabalhar, o que dignifica a pessoa.

    São os valores globais, onde só acham que tem valor quem usa tenis, roupas e óculos de marcas famosas.

  • Curiosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Concordo com todos que disseram que esses não deviam se envergonhar,pois trabalhar é muito digno....qualquer que seja o trabalho.....vergonhoso é roubar....e nunca vi nenhum político acusado de corrupção cobrir o rosto.....se fosse assim....haveria um aumento na venda de máscaras.....
    Agora com relação ao sol....isso é grave....deveriam receber filtro solar....

Extremista vai ter que se explicar na PF

Marcelo Stachin 400   O barulhento militante de extrema-direita Marcelo Stachin (foto) tem perdido o palco desde que teve um pífio desempenho nas urnas e acabou com apenas 0,8% dos votos para prefeito de Sinop. Em sua busca incessante por aparecer, o bolsonarista, que é investigado pelo STF por espalhar fake news, decidiu ironizar e...

Prefeitos, MPE e afastamento do cargo

jose antonio borges 400 Prefeitos de MT que descumprirem as diretrizes do decreto estadual que impôs o toque de recolher em todo o território podem até mesmo ser afastados do cargo. O alerta é do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira (foto), e reforçada pelo procurador Domingos...

Prefeito se rebela e é enquadrado

vander masson 400 curtinha O prefeito de Tangará da Serra Vander Masson (foto), do PSDB, bem que quis ser rebelde, mas acabou enquadrado pelo MPE. Vander fez um decreto mais ameno que o do governo do Estado, impondo toque de recolher a partir das 23h, mas teve de recuar após ser notificado pelo MPE. Nas redes sociais, para evitar desgaste com...

AL realiza lockdown de faz de contas

Funcionários da AL se mostram revoltados com o lockdown de “faz de contas” promovido por deputados. Isso porque, apesar de estar com as portas fechadas, funcionários estariam sendo obrigados a ir trabalhar e entrando por outras portas. Atendem parlamentares que preferem trabalhar presencialmente. Pelo menos 36 funcionários estariam infectados e os servidores temem que mais pessoas sejam contaminadas pelo coronavírus. O pânico ficou ainda maior...

EP na batalha por vacinas e insumos

emanuel pinheiro 400 O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (foto) entrega nesta segunda (8) PL para a aquisição de vacinas para combate à Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos. O documento foi elaborado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e será votado na Câmara. Esse é mais um movimento...

Fúrio volta à carga contra secretário

celio furio 400 curtinha Depois de se enganar ao abrir investigação contra o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo e ter de pedir desculpas, o promotor Célio Fúrio (foto) voltou à carga. Fúrio entrou na Justiça para que Gilberto seja condenado à perda da função...