Últimas

Quarta-Feira, 12 de Setembro de 2007, 08h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Alma lavada 1

     Estou de alma lavada e feliz. O STF decidiu que  o licenciamento do Porto de Morrinhos, em Cáceres, um componente da Hidrovia Paraguai-Paraná, deve ser licenciado pelo IBAMA. Questão Jurisdicional. Disso eu já sabia, mas não confiava muito na Justiça, porque tenho visto muitas inserções políticas que prejudicam as decisões judiciais.
     Não adianta: o Pantanal é de competência do Poder Público Federal.
     A representação política da região é praticamente, ou totalmente, inexistente. Deputados, Senadores, Governadores, já foram eleitos à custa do homem pantaneiro e nada fizeram por ele.
      Estou de alma lavada, porque a Lei que tentavam nos impingir, de iniciativa do Executivo e plenamente apoiado pelo Legislativo até a reação dos pantaneiros, foi por água abaixo, desembocando nos limites do absurdo jurídico e político. Vencemos. Poderemos vencer, sempre que um desses homens públicos ineficientes e ineficazes, que só fazem discursos, tentar nos “embromar”.
      Estou de alma lavada, porque, sem apoio político, mas com retaguarda do quarto poder que é a imprensa e da opinião pública, conseguimos mostrar que mais de 300 anos de história, não podem ser “esmagados” pela arrogância dos Políticos.
      O Deputado Sérgio Ricardo, que se projetou pela defesa do meio ambiente, neste caso do Pantanal, foi omisso e subserviente. É uma pena que o jornalista que conheci há mais de 20 anos tenha esquecido de seus ideais  e entrado no jogo do poder. Se pretende,  ser prefeito da MINHA CIDADE, mude de posição ou, serei sua principal opositora. Isso não é bom.
     Com ele, muitos outros, que como não fazem parte da sustentação do Governo, tentaram pegar carona e criticar o Projeto de Lei, sem, porém, combate-lo frontalmente. Por medo ou conveniência. Não importa,  todos são iguais.
    Estou de alma lavada, porque agora sei que, unidos, jamais seremos vencidos por interesses escusos.
    Em Encontro do Governador com a Ministra do Meio Ambiente, falou-se em Pacto Federativo e outras coisas mais. Tudo balela, embromação, subterfúgio... 
    O 1º Pacto Federativo foi firmado em 1993, entre o IBAMA e o Governo do Estado, com delegação de competência para a então FEMA. Sempre fui contrária a ele.
    Ocorre que, existem  competências que SÃO PRIVATIVAS DA UNIÃO e não podem e nem devem ser delegadas. O Pantanal e a Amazônia são duas delas. É a Lei e não a minha vontade.
    Embora de alma lavada, não concordo com esse Pacto ou  Re-pactuação, porque entendo que a questão ambiental está e deve estar sempre, acima dos interesses Políticos. Não é o Governador Blairo Maggi ou a Ministra do Meio Ambiente, ou o Presidente Lula (que só defendeu a Amazônia enquanto oposição), nem nenhum mandatário deste País, que irá resolver os nossos problemas ambientais. A falta de patriotismo deles é que confirma isso. São os interesses pessoais deles que comprometem a seriedade de suas propostas.
    Estou de alma lavada, mas ainda respinga sobre este Nação, a escuridão e a obscuridade sobre a “boa vontade” de nossos governantes, em preservar nossos recursos naturais. Em perdendo estes, seremos um povo errante, sem dignidade.
     Não me interessa quanto custa o apartamento comprado (dizem)  pelo nosso Presidente no Guarujá, mas me interessa e muito, como pagaremos a inoperância, incompetência, subserviência, corrupção e outros tantos elementos que formam o componente podre deste Brasil, originado por situações como essa.
     Estou de alma lavada, porque posso, de cabeça erguida, com uma vida pública limpa,  dizer a essa gente: vocês estão roubando à mão armada as pessoas decentes deste País e pagarão muito, mas muito caro por isso. Se não aqui, em algum lugar, onde nós todos prestaremos contas de “nossos feitos”.


Oriana Paes de Barros é procuradora federal aposentada e pecuarista

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

Bezerra ignora filiado do seu filiado

carlos bezerra 400   Carlos Bezerra (foto), o "cacicão" do MDB, abandonou antes da hora o palanque de Emanuel Pinheiro, mesmo se tratando do filiado mais importante em representatividade partidária no Estado. Bastou a pesquisa Ibope mostrar que o prefeito da Capital estava atrás de Abílio nas intenções de...

Sob ataques e humilhação e vitorioso

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto) se emocionou ao falar com a imprensa neste domingo, pela primeira vez como prefeito reeleito. Lembrou que foi atacado não só neste período eleitoral, mas desde o início do mandato. Destacou a aprovação popular, com 86% de avaliação...

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

MAIS LIDAS