Últimas

Domingo, 04 de Março de 2007, 00h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

VARIEDADES

Amigo de Gugu, Rossi vai atuar na TV Pantanal

    O ex-deputado federal Lino Rossi (PP) se prepara para dar a volta por cima. Amigo pessoal do empresário e apresentador de televisão Augusto Liberato, o Gugu, Rossi foi convidado para integrar a equipe da TV Pantanal Som e Imagem, a ser inaugurada este ano em Cuiabá. A emissoa pertence ao próprio Gugu. Ele teve o nome incluído no cadastro oficial do Ministério das Comunicações como acionista da TV. A concessão estava anulada desde o final do governo FHC. Gugu enfrentou quatro anos de discussão judicial.

    O retorno à TV é o último fio de esperança de Lino Rossi para recuperar sua imagem e sair do ostracismo, no qual está mergulhado desde quando deixou o mandato de federal, em janeiro deste ano. Ele foi denunciado à Justiça sob acusação de ter sido um dos interlocutores da máfia dos sanguessugas, entre os empresários Luiz Antônio e Darci Vedoin, da empresa Planam, e vários parlamentares. A Polícia Federal acusa Rossi de ter cometido os crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e corrupção passiva. Ele só não foi cassado porque não houve tempo para o processo ser julgado em plenário. O mandato terminou primeiro.

    Lino Rossi teve uma carreira política 'meteórica'. Então apresentador do programa de maior audiência no Estado, o Cadeia Neles!, da TV Record Canal 10, ele conquistou a cadeira de vereador por Cuiabá. Com seu estilo polêmico e, ao mesmo tempo, carismático, teve uma votação explosiva em 98 e chega à Câmara Federal. No pleito de 2002, obtém 40.630 votos. Ficou na segunda suplência. Com a cassação do mandato de Rogério Silva, substituído por Teté Bezerra, e com a eleição de Wilson Santos à Prefeitura de Cuiabá, Lino Rossi, então, volta a ocupar cadeira de deputado federal. Nesse ínterim, passou a morar em São Paulo. Virou celebridade. Apresentou por menos de três meses o programa Cidade Alerta, da TV Record.

    As acusações dos Vedoin levaram Rossi à lona. Ele foi acusado como sendo um dos parlamentares que recebiam propina para apresentar emendas junto ao Orçamento da União com vistas à compra de ambulâncias superfaturadas às prefeituras. Assim que terminou o mandato, Rossi, ainda sob investigação, se isolou. Agora surge a oportunidade do ex-deputado, radialista e apresentador de TV tentar reconquistar espaço. Ele recebeu convite do próprio Gugu para, em princípio, apresentar um programa popular, assim que a TV Pantanal for inaugurada. Rossi vive também expectativa de dirigir algum departamento da nova emissora.

     Confusão jurídica

    O surgimento da Pantanal é marcado por polêmicas. A concessão custou cerca de R$ 1 milhão. Quando foi cancelada a concessão, o prédio e a torre de transmissão da TV, em Cuiabá, já estavam construídos e a emissora já tinha licença para retransmissão em quase todas as capitais.

   Gugu e a irmã, Aparecida Liberato Caetano, são oficialmente proprietários de 49,99% da emissora. No contrato registrado em dezembro do ano passado pela Junta Comercial de Mato Grosso, o majoritário da empresa é a mulher de um empresário de Cáceres, Vera Lúcia Klauk. Em outubro de 2002, na eleição presidencial, o então ministro das Comunicações, Juarez Quadros do Nascimento, anulou a concessão da mesma TV Pantanal que havia sido outorgada a Gugu em agosto daquele ano.
    O caso ganhou repercussão porque Gugu era âncora da campanha do candidato do PSDB, José Serra, e porque o contrato de concessão foi declarado ilegal pela Consultoria Jurídica do Ministério das Comunicações. A legislação de radiodifusão só admite a venda de concessões de TV após decorridos cinco anos de funcionamento da emissora, e Gugu havia comprado a Pantanal dos antigos sócios antes de a emissora entrar em funcionamento.
   Gugu recorreu ao Superior Tribunal de Justiça, que confirmou o entendimento do ministério. Para resolver o impasse, Gugu e a irmã 'devolveram' a empresa aos antigos sócios, retirando-se oficialmente da sociedade. O atual ministro Hélio Costa aceitou o argumento de que o apresentador agiu de boa-fé, ao comprar a empresa antes do prazo permitido por lei e assinou o contrato de concessão em nome dos antigos sócios.
A retirada de Gugu do quadro societário foi recebida pelos executivos de radiodifusão apenas como uma estratégia do apresentador para obter de volta a concessão, porque ele já havia investido muito no canal.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Covid mata 20º pastor da Assembleia

aparecido domingues pastor cidao 400   Morreu neste sábado mais um pastor da Assembleia de Deus em consequência da Covid-19. Aparecido Francisco Domingues, o Cidão (foto), que era vice-presidente em Paranaíta, é o 20º pastor da Igreja em Mato Grosso a vir a óbito, após ser infectado pelo novo...

Os virtuais candidatos a governador

ygor moura 400   Mesmo que timidamente, alguns começam a externar, em privado, o desejar de disputar o governo estadual por um bloco de oposição, contrapondo o projeto de reeleição de Mauro Mendes. O empresário Ygor Moura (foto), da rede de clínicas de depilação Espaçolaser,...

Nomes "de fora" pra deputado federal

valtenir pereira 400   Enquantos os oito deputados da bancada federal de MT (Barbudo, Medeiros, Leonardo, Rosa Neide, Juarez, Bezerra, Emanuelzinho e Neri) vão em busca da reeleição, na esperança de continuarem em Brasilia por mais quatro anos, outros líderes correm por fora, dispostos a também entrar na...

Todos federais vão tentar a reeleição

carlos bezerra 400   Todos os oito deputados federais mato-grossenses estão trabalhando projeto de reeleição. Mas um resolveu espalhar, em paralelo, a ideia de tentar o Senado: Neri Geller (PP). Sabe-se, porém, que a jogada do deputado de Lucas do Rio Verde e que já foi ministro da Agricultura não passa de...

Mil cestas básicas vão para músicos

alberto machado 400   O secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está comemorando a decisão do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, que desenvolve ações sociais de forma voluntária, de disponibilizar mil cestas básicas para...

Assembleia cede espaço pra vacinação

Eduardo Botelho _ 400   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro procurou e encontrou apoio da Assembleia para ampliar locais de vacinação da população contra Covid-19. Em reunião nesta sexta entre o prefeito e os deputados Eduardo Botelho (foto), Paulo Araújo e João José, que preside a...