Últimas

Sábado, 16 de Fevereiro de 2008, 23h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

Artigo

Analista ambiental alerta sobre resíduos sólidos

   O analista ambiental Eduardo Figueiredo Abreu, sócio-fundador do recém-criado Instituto Resíduos, tem procurado estimular o gerenciamento adequado dos resíduos sólidos domiciliares, comerciais, industriais ou de serviços de saúde. Em artigo, ele observa que o país gera hoje cerca de 200 mil toneladas de lixo urbano por dia, e o Estado de Mato Grosso atinge aproximadamente 450 toneladas. Em seguida, conclui: "Em Cuiabá, a gestão dos resíduos de saúde é um tanto quanto incipiente, com sérias deficiências do poder público e poucas experiências de empresas assumindo o compromisso de gerenciamento tecnicamente adequado."

   Lembra que esses resíduos são coletados pela prefeitura e dispostos em vala séptica localizada no aterro sanitário, que inclusive já está com sua vida útil praticamente esgotada.

  O artigo de Eduardo Figueiredo, sob o título "O caótico gerenciamento de resíduos sólidos em Cuiabá, está postado na seção Artigos, logo acima, à esquerda. Confira.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • maria lucia vieira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Li o artigo, perfeito, brilhante, tomará que o prefeito tenha lido também, pois cuiabá está quase parecendo veneza, na itália, um lixo.

  • sebastião barreto cintra filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Salvo as tentativas incipientes de coleta seletiva em alguns bairros, que duraram poucos dias, nunca houve no município de cuiabá uma efetiva política de reciclagem do lixo, a qual, para ser mais eficaz, deveria inscrever-se em uma política mais ampla, de abrangência estadual, através da regulamentação da politica estadual de resíduos sólidos, como federal, através da aprovação e sanção presidencial para a politica nacional de residuos sólidos. Vivemos em uma sociedade cada vez mais consumista, gerando uma quantidade de lixo cada vez maior, e concordamos com o autor do artigo de que é fundamental a construção de instrumentos para a minimizar na fonte o lixo, bem como, de aproveitar econômicamente antes de serem descartados em lixões ou aterros sanitários.

  • marcos paulo de arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O autor do artigo esqueceu de mencionar que o aterro sanitário de cuiabá está funcionando provisóriamente, através de termo de ajustamento de conduta, que precisaria ser acompanhado de perto pelo ministerio público, pois aquilo alí parece mais lixão do que aterro sanitário. Acho também que surgiu em boa hora essa organização instituto resíduos pois está mais do que na hora de envolver a sociedade para resolver esse problema seríssimo que é o lixo.

  • mauricio alonso ferreira da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabéns amigo eduardo pela luta, pois sabemos do seu espirito ambientalista e de engajamento com esta área. fomos colegas de pós graduação, e sei que você foi o coordenador do plano de governo do senhor wilson santos, como também, dos diversos projetos que tinha para a cidade. Vá em frente e conte com o nosso apoio.

  • flavia magalhães souto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostei do artigo, apenas deixou da falar sobre os resíduos industriais, que é também um problema muito grave em cuiabá. Como consultor técnico que sou, já procurei várias pessoas para me informar sobre o assunto, mas, ninguém sabe aonde estão sendo enterrados os resíduos das indústrias do distrito industrial de cuiabá. lá existe industrias que produzem resíduos altamente tóxicos, que podem estar contaminando o córrego que passa pelos fundos do distrito, assim como o próprio lençol freático do local pode estar totalmente contaminando. O caso, portanto, é gravíssimo, e solicitamos ao instituto resíduos para agir nesta área também.

  • lorena santiago | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Parabens pela iniciativa Eduardo.Infelizmente as pessoas indicadas politicamente não tem visao tecnica sobre os problemas e soluções do lixo, tanto domiciliar, quanto industrial e hospitalar.
    Vc já conhece os projetos aterros sanitários das empresas Nova Gerar e Vega, no Rio de Janeiro e Bahia,que foram aprovados pela Comissão Interministerial de Meio Ambiente e têm por objetivo reduzir a emissão do gás metano proveniente do lixo?
    Seria excelente se nossos governantes (Municipio e Estado) se preocupassem em investir ao inves de estorquir recursos publicos, mas....
    Mato Grosso tem grande potencial para ser inserido nesse emergente mercado, o de credito de carbono, porem se preocupam somente com o que dá ibope. (fiscaliza pesca e floresta). Cadê a SOLUÇÃO para os problemas?Quantos recursos de convenios poderiamos atrair para nosso Estado e estamos perdendo? Quantos projetos de melhoria o Estado e Municipio tem?
    E mais, quanto poderíamos realizar em prol do meio ambiente?
    Governador e Prefeito aprendam a visualizar o que é bom para a humanidade.

    Um abraço.

  • josemar pinheiro lima | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Conheço o eduardo, e admiro a sua luta. Trata-se de uma pessoa que possui amplos conhecimentos técnicos sobre a questão ambiental, além de ser um dos melhores quadros da sema. sempre foi ambientalista convicto e responsável direto pela criação do parque massairo okamura no inicio da década de 90, quando inclusive ele montou uma organização com tal objetivo. Na sema, na época do ex-secretário marcos machado ele foi coordenador de gestão de resíduos sólidos realizando um extraordinário trabalho, e agora junto com alguns companheiros monta uma organização para trabalhar com resíduos sólidos, que com certeza fará sucesso e trará muitos beneficios para a nossa população. Conte conosco eduardo, é só me informar de como poderia ajudar, ou mesmo me juntar ao instituto para desenvolver os projetos na área.

  • gilberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito interessante e importante esse artigo de Eduardo; gostaríamos que continuasse publicando sobre esse tema e sua situação em alguns dos municípios do Estado, considerando os tipos de lixos que os caracterizam individualmente e, se poder, ilustrar com dados.

  • wilma cristina de moraes parker | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente a situação da cooperativa de catadores de lixo é uma vergonha, não há suporte a saúde e a segurança de trabalho dos seus cooperados, sem falar de que a ausência da coleta seletiva em cuiabá colabora para os baixos indices de reciclagem dos resíduos urbanos. Esse artigo é importante para chamar a atenção das autoridades para a questão, por isso, também parabenizo-o.

  • rosangela batista grissi de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Todo apoio a sugestão do engenheiro eduardo, audiência pública já para discutir a licitação pública para contratação da empresa que vai gerenciar o lixo de cuiabá nos próximos anos. E não é só para analisar os aspectos juridicos e legais do processo em si, mas, para levantar quais aspectos técnicos serão contemplados na nova modelagem de gestão para os resíduos sólidos de cuiabá.

Rei do Gado entra numa difícil disputa

mauricao 400 curtinha   O leiloeiro Maurição Tonhá (foto), chamado por muitos de "Rei do Gado", está de volta à disputa eleitoral. O pecuarista com bens avaliados em R$ 19 milhões é candidato pelo DEM a prefeito de Água Boa, muncípio já administrado por ele por dois mandatos. Em...

Ajudando a enterrar CPI do Paletó

luciana zamproni 400 curtinha   O Palácio Alencastro está convicto de que, assim como na primeira votação, o relatório da CPI do Paletó que propõe punição ao prefeito Emanuel e vai ser votado nesta terça, será arquivado pela maioria dos vereadores cuiabanos. O desfalque do...

8 candidaturas e Thelma com chances

thelma de oliveira 400 curtinha   Mesmo sem apoio de nenhum outro partido, a não ser do seu PSDB, enfrentando forte desgaste político e rejeição popular e ainda problemas de saúde, se recuperando de tratamento de câncer de mama, a prefeita Thelma de Oliveira (foto) ainda tem chances de...

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.