Últimas

Sexta-Feira, 09 de Janeiro de 2009, 15h:36 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

CONFRONTO

Andelson vê jogada política e critica governador

  O secretário de Governo da Prefeitura de Cuiabá, Andelson Gil do Amaral, culpou o governador Blairo Maggi (PR) pelo baixo índice de desenvolvimento da Capital e afirmou que o rei da soja está se valendo dos secretários para tentar desestabilizar a gestão Wilson Santos (PSDB). Andelson citou exemplo das críticas feitas pelo secretário estadual de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf, segundo as quais Cuiabá está em sexto lugar no ranking das cidades mato-grossenses que mais receberam investimentos em 2008 - saiba mais aqui.

  "Esses números não condizem com a realidade. De 2005 para cá crescemos muito. Só não crescemos mais porque o governo não quer. Ele preferiu levar as indústrias para o interior e não deixou que elas viessem para cá", argumenta. Já em um tom mais ponderado, Andelson Gil disse que Maggi é parceiro do governo municipal e que o respeita. Na sua avaliação, o Palácio Paiaguás desconhece que Cuiabá cresce dentro da normalidade.

 Já sobre as críticas às obras do PAC que estariam "empacadas" por má gestão da Sanecap, Andelson Gil do Amaral acredita que Maggi está orquestrando um movimento político para desarticular Santos. "Isso tudo é  uma jogada política. Estão querendo tirar o brilho da obra", afirma.

   Andelson discorda do alerta do secretário Pedro Nadaf que afirmou que Cuiabá só conseguiu fazer parte do PAC porque o governo estadual "comprou" a dívida de R$ 85 milhões da Sanecap junto à Sanemat. O secretário de Estado chegou a dizer que se a prefeitura não tem condições para administrar a Sanecap, que entregue-a ao governo estadual. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Mizael Rebouças | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Andelson, o pior cego é aquele que não quer ver.
    A respeito de industrias se instalarem em outros municipios, a culpa é do Wilson, pois ele sempre criticou os insentivos fiscais que o governo tem dado as industrias que se instalaram no Mato Grosso, mesmo em sua campanha ele (Wilson) criticava o Governo acerca dos insentivos.
    Agora de nada adianta chorar o leite derramado, o prefeito está em maus lençois, então a culpa é do Governo, dá licença seu moço, e vã trabalhar.

  • ANTÔNIO CUIABANO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PARE DE LAMENTAR E VAI TRABALHAR. CUIABÁ PRECISA DE GESTÃO URGENTE. NÃO SUPOTAMOS MAIS A FALTA DE AÇÃO. CHEGA DE CONVERSA.

  • Jacyara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Meu caro, GIL

    Se são estas as respostas pela municipalidade de Cuiabá ante, os graves problemas envolvendo o PAC e todos os desdobramentos ocorridos, alem é claro, dos pronunciamentos de Novaki e Blairo, fico estarrecido com a inocência, o pouco caso, o desconhecimento total do problema que nos leva a estarmos parados a mais de trinta (30) dias com o prosseguimento das discuções de lado a lado.
    Wilson Santos, como ótimo articulista, que é, e ESTADISTA, que pretende ser, nunca deveria permitir estas intervenções em problemas sérios, o que só vem aumentar a constação das noticias de que: a municipalidade esta a deriva.
    Volto a dizer: o momento requer a intervenção de um agente politico, neutro e conciliador, e aconselho o Deputado LN para esta função.

  • Varley Rocha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Voltando ao assunto em que o secrtário de industra comercio de Mato grosso Pedro Nadaf, este tem que cuiadar de sua pasta dando encitivo ao setor industrial produtivo, não entrar nesta situação que não o pertence, sim programs de incentivo, ao distrito industrial de cuiabá e não tão somente aos outros municipios como Rondonopolis o qqual não somos contra pelo contrario muito a favor, mas incetivo a todos não somente, a um grande empressário milionário o qual fora candidato em cuiabá, o qual teve incentivo milionário enquanto outros estão até mesmo falindo, está foi uma das causas de sua derrota porque uns tem e outros nada leis, são para todos vamos executa-las, e deixar de estas pequinês de lado, cada um em suas funções e respectivas pastas.

  • ivandeluqui@bol.com.br | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O secretario Andelson esta coberto de razão, um governo que ao invés de ajudar prefere atrapalhar, mandando seus subordinados falar contra a Capital e por tabela contra o povo que nela vive; outro ponto que concordo com o Andelson e na questão do desenvolvimento da Capital, esse governo mostra que nunca foi e não é ESTADISTA, atropela a Capital na vinda de industrias e o pior até em seu municipio, como ele explica a ida da INDUSTRIA que iria se instalar em Rondonopólis e por questão politica, esse grupo que esta no governo mandou para ÁGUA BOA, só por ter perdido uma eleição;
    Esse grupo tem muito a amadurecer tanto como grupo, como politicamente, essa atitude só prejudica a população, MUDA ESSA MENTALIDADE.

  • magno de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ANDELSON, ACHO QUE VOCE DEVE FICAR NO SEU LU-
    GAR., ISTO E BRIGA DE CACHORRO GRANDE E VOCE
    NÃO PASSA DE UM PINTCH., ESTRANHO QUANDO AL
    GUEM NOS ACUSA., ME FALA O QUE FAZEMOS! ES-
    FREGAMOS NA CARA DE QUEM NOS ACUSA NÃO É.,
    PORQUE O SEU CHEFINHO WS, ATÉ AGORA NÃO PR0
    VA NADA., SÓ MANDA OS POBRES DOS SEUS SUBAL-
    TERNOS FICAREM PONDO A CARA , SE FOSSE EU
    MOSTRARIA PARA A POPULAÇÃO A VERDADE....
    TEM COISA ERRADA AI NÃO TEM.. VAI WS DESMAS
    CARA O SR. GOV. OU CONFESSE., FICA MAIS HON
    ROSO.

  • Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vamos botar o COMITE DA MALDADE, agir ja que a campanha não acabou ainda, vamos para o Terceiro rond, e botar pra quebar, vamos lá Sr Antero, mostre a cara, solta panfleto, para nos comunidade ver o que esta errado, se é o Governador ou o Prefeito. Na campanha vcs foram bom para isso, vamos ver agora... é pare de Choramingar Andenson, vc não é disso, mas ação e menos falastração...e só mostrar trabalho que esse povo para de falar. Mostre as Obras e pronto. Arranque essa PACA do buraco e mostre ela. Nos população queremos ve-lá. Fuiiiiiii.......

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...

Vinicius e demagogia sobre salário

vinicius nazario 400 curtinha   Em Alta Floresta, o delegado de polícia Vinicius de Assis Nazario (foto), candidato a prefeito pelo Podemos, tem se apresentado como "o novo", prega honestidade, transparência e renovação, mas, em algumas pautas, nada diferente dos demais políticos. Uma de suas propostas, mais de...