Últimas

Sábado, 14 de Julho de 2007, 07h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

INFRAESTRUTURA

Antero e Pagot travam embate nos bastidores

Ex-senador Antero de Barros faz campanha contra nomeação de Pagot no Dnit

   Os dois estão sem cargo público. Ambos são de grupos políticos antagônicos. Um tenta chegar à direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes, empurrado pelo governador Blairo Maggi e com apoio de parte do Palácio do Planalto. O outro, um tanto desgastado politicamente em Mato Grosso, mas com forte poder de articulação no Congresso Nacional, busca tombar o adversário no meio do caminho, com a força de denúncias e de dossiê. Assim, o executivo Luiz Antônio Pagot, que comandou três secretarias no governo Maggi (2003/2007), e o ex-senador tucano Antero Paes de Barros (1999/2006) "roubaram" a cena durante a semana.

    Mais uma vez a esperada sabatina de Pagot na Comissão de Serviços de Infra-Estrutura do Senado não aconteceu. Na versão oficial, a sessão foi adiada para 1º de agosto porque havia temor da falta de quórum. Já numa outra versão, a sabatina não aconteceu porque os senadores Democratas se viram acuados por causa da ameaça de líderes tucanos contra o senador Jonas Pinheiro na Comissão de Ética, que poderia ser acionado no Conselho de Ética. A situação do parlamentar mato-grossense poderia se complicar já que ele manteve Pagot em seu gabinete, por oito anos, como assessor palamentar. Ocorre que nesse mesmo período, o afilhado de Blairo Maggi atuou como executivo da Hermasa Navegação da Amazônia, com sede em Itacoatiara (AM). A dupla função seria ilegal.

   Como a sabatina foi adiada, a novela Pagot-Dnit prossegue. O próximo capítulo só vai ao ar em agosto. Até lá, porém, seus protagonistas não ficam parados. Pagot continua o trabalho de convencimento. Precisa ter apoio da maioria dos 23 membros da Comissão de Infra-Estrutura numa votação que será secreta e, depois, ainda passar pelo crivo em plenário dos 81 senadores. Só assim, poderá chegar ao comando do Dnit, uma autarquia que toca um orçamento de R$ 12 bilhões e vinculada ao Ministério dos Transportes. Antero insistirá na tese de que o indicado do presidente Lula para o cargo federal cometeu irregularidades. Assim, não deve recuar da campanha panfletagem.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • janio feitosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    e incrivel ver um mato grossense envolvido no escandalo do banestado querer pregar lição de moralista,ainda mais jogando contra o nosso estado,temos a opurtunidade impar de poder melhorar a nossa malha viaria e este sr. vem atrapalhar tudo por que nunca fez nada e não deixa os outros fazerem, e so se lembrar do seu partido adiministrando o fetab não faziam nada hoje o interior quem sempre produziu no estado ta vendo algumas obras em rodovias. mande este cidadão cuidar da vida dele vai trabalhar um pouco e deixe o estado crescer.

  • gilmar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Muito dinheiro em jogo, empreiteiras financindo campanhas de Senadores e Deputados viruo rotina. Situação de Pagot esta complicada, porem se acitar barganha, os Tucanos mudam de opinião rapidinho, igual políticos descomprometidos mudam de Partido.
    Prgunto, se Pagot não for aprovado oque vai ser do PR? Que foi barganhado pelo Presidente LULA.

  • Isabel M. Eça Santos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Realmente quem esta perdendo com essa “picuinha unilateral? “ e só o nosso Amado Estado de Mato Grosso, Ex Senador por gentileza deixa o Estado progredir vocês já tiveram durante 8( oito anos), a oportunidade de fazer algo para o Estado a nível Estadual e não fizeram nada, agora que temos a oportunidade de realizarmos não só a nível Estadual mais também em nível Federal , Vossa Excelência fica agindo de forma tão leviana, sim leviana contra o seu próprio Estado só pelo fato do Grande e competente Dr. Luis Antonio Pagot, ta feio todos sabemos qual e o seu jogo. Da um tempo deixa o Estado Crescer, desenvolver e ser reconhecido nacionalmente como um Estado que tem sim pessoas comprometidas e competentes para tal função.

    Dr. Luis Antonio Pagot;

    Grande Homem de caráter e personalidade deixo ao senhor o meu carinho e respeito, a minha grande e forte esperança de uma vitória não individual porque o conheço para saber que não e homem de vitórias individuais e sim coletivas sempre voltadas ao bem comum

    Caro amigo “Não há nada que conduza a verdade. Temos que navegar por mares sem roteiros para encontrá-la” esses mares o senhor já conhece não e necessário roteiros, ao outros sim sempre será necessário um mapa uma pasta uma direcionamento porque sozinhos sem cartas nas mangas serão eternamente náufragos e afundam em seus mares de lama.

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa briga vai dar o que falar! é briga de cachorro grande! É a disputa do "SUJO contra o MAL LAVADO". É falcatrua contra falcatrua.... Gostaria que Romilson listasse os crimes e acusações que pesam contra o sr. Antero e o senhor Pagot. quero saber quem é mais limpo?

  • Robson Matos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A imprensa aqui deveria para de defende quem esta errado o pagot romilson nao poderia ter feito oq fez "ser funcionario fantasma" recebeu 428 mil sem trabalha e esse blog escreve como se fosse a coisa mais natural do mundo. O povo ta perdendo os valores mesmo!!! "se pagot é inocente beira mar pra presidente"

  • Daniel Campos Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Recentemente estive em viagem no Estado de Mato Grosso do Sul. Lá, existe um canteiro de obras na malha viária federal. Aqui, por rancor político, fica-se criando entraves para a que alguém do nosso Estado possa, enfim, lembrar-se de MT para recuperação e duplicação das estradas mantidas pela União. É uma vergonha.

Sessão, voto e namoro com cantora

ulysses moraes 400   Na sessão virtual da Assembleia desta segunda, o deputado Ulysses Moraes (foto), do PSL, estava demorando para computar o voto na apreciação de um veto do governador. O presidente Max Russi (PSB), então, cobrou agilidade do colega e brincou, dizendo que agora ele só tem olhos para a Maraisa....

Misal é reeleito para o 10º mandato

misael galv�o 400 curtinha   Após dois anos fora do comando do Shopping Popular, período em que respondeu pela presidência da Câmara da Capital, o ex-vereador Misael Galvão (foto) voltou à direção do empreendimento, que abriga 500 lojas. E, sob forte...

Oscarlino, Pros e "nocaute" em Gisela

oscarlino 400   Na queda-de-braço dentro do Pros por espaço político, o ex-sindicalista Oscarlino Alves (foto) nocauteou a ex-superintendente do Procon-MT, Gisela Simona. Ele foi um dos filiados que não aceitaram apoio a Abílio na disputa de segundo turno para prefeito de Cuiabá, se aliou ao projeto de...

Promotor recebe medalha do Exército

Mauro Zaque curtinha   O promotor de Justiça Mauro Zaque (foto) foi condecorado com a medalha do Exército Brasileiro na manhã desta segunda (19), no dia da instituição. A solenidade é considerada a segunda maior do Exército Brasileiro, foi reservada por conta da pandemia e contou com a...

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

MAIS LIDAS