Últimas

Sábado, 28 de Julho de 2007, 09h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

Artigo

Antero x Pagot

    Após cansativos capítulos sobre essa novela da nomeação do Pagot à direção do Dnit, começo acreditar que o ex-senador Antero está metido nessa articulação que torce contra sua nomeação? Em nenhum momento, o ex-senador se defendeu dessa imputação amplamente divulgada pela imprensa? Quem cala consente? Particularmente acho um papel pequeno, para quem já foi um atuante senador da República. 
     Falo com autoridade no assunto, ajudei a eleger o ex-senador Antero. Conheço sua forma de pensar, agir, falar e pedir. Qual é a orientação? A orientação só pode ser "a prevalência do interesse público sobre o privado senador", nem mais, nem menos.
     Alguns articulistas afirmam que o ex-senador está metido nesse angu de caroço, porém, quando em conversa direta, negam essa afirmação, dizendo, exatamente o contrário. "Isto e coisa da turma do Pagot, e do Lula, que está arrependido por ter prometido um cargo dessa envergadura para alguém que amanhã poderá ser governador deste Estado". Aí a aleivosia.
     Agora, eu na qualidade de simples cidadão, não consigo entender, por que dessa mesquinharia toda, em evidente prejuízo para o Estado de Mato Grosso. Vale perguntar: Quem sai perdendo e quem sai ganhando nesse jogo?
      Senão vejamos: Os Estados de Alagoas, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e os Estados do Sul de modo geral, têm muito mais quilômetros de estradas federais que o Estado de Mato Grosso. A quem interessa manter este isolamento histórico? A quem interessa detonar essa oportunidade oferecida aos mto-grossenses? Será que Mato Grosso não sairia ganhando com essa nomeação? Onde está à classe política deste Estado que não articula para efetivar essa conquista? Não estão vendo isso? Será que eles não rodam por nossas esburacadas rodovias federais?
      Nessas horas percebo que já assisti a este filme. É o velho jogo político do "quanto pior melhor", e cabe certinho nos tempo de hoje para retratar essa classe, que faz da política um jogo de interesses inconfessáveis. Esquecem eles que "quem perde é o povo de Mato Grosso" esquecem eles que "quem perde são milhares de brasileiros que transitam por essas rodovias precárias e tem as suas vidas ceifadas".
       Nessas horas, parece que o ex-senador esqueceu as preciosas lições ensinadas pelo escritor e dramaturgo alemão, Bertolt Brecht: "O pior analfabeto é o analfabeto político, ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce à prostituta, o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais".
      O que falar então das promessas não cumpridas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, prometendo que asfaltaria a BR 163, nas várias vezes em que aqui esteve? O que fala sobre isso o nosso ex-senador?
     Apenas por curiosidade, quem pode explicar sobre as emendas dos nossos parlamentares federais, destinando recursos a outros Estados da Federação nos últimos oitos anos? O que será que iremos achar quando fizermos uma coletânea dessas emendas? Qual empreiteira foi beneficiada? E qual Estado lucrou mais com a intermediação política?
      Pois é, quando a cabeça não pensa o corpo padece. As coisas estão tomando um rumo inesperado com o plano "B" do Pagot, em caso de frustração da candidatura ao cargo de diretor-geral do Dnit, dificultando os planos de reeleição do Prefeito Wilson Santos.
     O tiro saiu pela culatra, parece que a rixa pessoal do ex-senador vai frustrar os planos de seu partido na sucessão municipal. Acho importante a realização da sabatina do Pagot, quando terá ele, a oportunidade de se defender de tudo o que foi falado e escrito a seu respeito, trazendo a público à verdade dos fatos.
     Finalizando, coloco para reflexão, esta frase "na batalha da vida só vencem os fortes e, um homem forte sempre determina o seu destino".

Dejair Soares é ex-assessor do ex-senador Antero Paes de Barros

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Scheila assume APDM e cita projetos

scheila pedroso 400   Esposa do prefeito sinopense Roberto Dorner, Scheila Pedroso (foto), primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, passa a tocar, pelos próximos dois anos, a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de MT (APDM/MT). Ela promete juntar força com os...

Prefeito de Araputanga negocia praça

enilson rios prefeito 400 araputanga   O prefeito de Araputanga, Enilson Rios (foto), que ganhou as eleições do ano passado por uma diferença de apenas 56 votos sobre Joel Martins, com placar de 3.492 a 3.436, está no centro de uma polêmica. Ele aceitou uma proposta do Sicredi para utilização de um...

Barra recebe R$ 1,9 mi pra bancar UTIs

adison gon�alves 400   Em Barra do Garças, com 61 mil habitantes e 5.929 casos confirmados de Covid-19, inclusive com 207 mortes, incluindo 26 óbitos de indígenas em consequência da doença, o prefeito Adilson Gonçalves (foto) abriu crédito suplementar no orçamento de R$ 1,9...

De MT para USP; governo comemora

gabriel usp ribeiraozinho 400   O governador Mauro Mendes comemorou o fato do estudante Gabriel Rodrigues Ribeiro (foto), de 18 anos, morador de Ribeirãozinho, município mato-grossense com menos de três mil habitantes, ter conseguido ingresso no curso de medicina da USP, considerada a melhor universidade do país. Aos 18...

ICMS e R$ 150 mi a mais a municípios

rogerio gallo 400 curtinha   O secretário Rogério Gallo (foto), da Fazenda, assegura que o governo estadual já enviou para os municípios, no primeiro trimestre deste ano, R$ 150 milhões somente em ICMS arrecadado a mais do que estava previso na lei orçamentária. O valor é 8 vezes...

Fúrio, última ação no MPE e morte

celio furio 400   Célio Joubert Fúrio (foto), que morreu nesta sexta, aos 56 anos, vítima da Covid-19, foi um incansável combatente de atos de improbidade administrativa em MT e na defesa do patrimônio público. Integrava aos quadros do Ministério Público Estadual havia 29 anos. Ele atuou...