Últimas

Terça-Feira, 28 de Agosto de 2007, 16h:05 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

PESAR

Antes da morte, Dito Fiscal deixa recado a Henry

   O ex-vereador por Cuiabá, Dito Fiscal, falecido há um ano e oito meses, deixou um bilhete com mensagem ao deputado federal Pedro Henry (PP). O conteúdo só foi revelado nesta terça (28), um dia após o Supremo Tribunal Federal transformar o parlamentar em réu nas ações de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Ex-líder do PP na Câmara, Henry responderá na Justiça por envolvimento no esquema do mensalão, que estourou em 2005, afetando o governo Lula, vários políticos e partidos, principalmente o PT.

   Ex-presidente do Ipemuc (hoje Cuiabá-Prev) na administração Roberto França, Dito Fiscal foi vereador de 2002 a 2004 e trabalhava há vários anos como fiscal de tributos estaduais. Em Cuiabá, era um dos principais aliados do deputado Pedro Henry, assim como o ex-vereador Edmilson Prates. Dito teria recebido promessa de ajuda financeira do deputado para a campanha à reeleição, em 2004. Apostou na palavra do cacique do PP. Buscou empréstimo, com aval do deputado.

   O então vereador não conseguiu um novo mandato e passou a acumular dívidas. Sentiu-se abandonado por Henry, que não o atendeu mais. Em depressão e preocupado com as dívidas, Dito Fiscal se isolou. Veio a falecer às 20h de 6 de dezembro de 2005, uma quarta-feira. Foi acometido por um enfarte fulminante. Morreu nos braços da esposa Wilma. Ele deixou órfãos quatro filhos, três do primeiro casamento.

    Dito Fiscal foi, deixou dívidas que estão sendo pagas por sua família junto a agiotas e uma mensagem, que chegou a imprimi-la e guardá-la poucos dias antes do falecimento.

      Eies, abaixo, a mensagem:

Ex-vereador Dito Fiscal   "Os homens são medidos pelos seus atos. Palavras enganam e falseiam a verdade. As atitudes, não. Estas demonstram o verdadeiro caráter de quem a pratica. Uma pessoa esperta e maliciosa pode enganar os outros por muito tempo. Pode enganar a todos por algum tempo. Mas não consegue enganar a todos diante do tempo. Um dia a máscara cai".
    Dito Fiscal, ex-vereador por Cuiabá, falecido em 06/12/2005

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • SAndro de almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O povo tem o que merece, afinal de conta, hoje o eleitor é mais corrupto do que o candidato, do que o politico. Todos querem tambem levar vantagem.

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelismente a currupção em nosso país não acabará tão cedo. Para que isto possa acontecer um dia há a necessidade da mudança da cultura do nosso povo pois a cada pleito eleitoral que participamos vemos que os nossos eleitores continuam a vender os seus votos contribuindo dessa forma para que os curruptos permanecem no poder.
    Não há corruptos se não houver corruptores.

  • renato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Caro colega Romilson Dourado , talves saiba que parte do texto escrito pelo saudoso Dito fiscal faz parte de pensamentos escritos por
    Abraham Lincoln .

  • LELO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Voce que vai ler este comentário,imagina o que estes homem articula nos gabinetes para levar vantagem financeiramente,estes discurso de nao cumprir é caracteristica do ser humano,principalmente politicos que nunca teve empresas ,comercio,herança,profissao politico e rico,voce analisa restante ok.
    O POVO AINDA DA IBOPE PARA PROGRAMAS DE FUTUROS POLITICOS(DISFARÇANDO DE CULTURA,OU DESGRAÇA DO SER HUMANO) ANALISA RESTANTE,CUIABÁ NAO MERECE

  • Marcylene Pinheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Como vocês obtiveram informação desta carta? Ela foi escrita a punho por ele?

  • Antonio Luiz de Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa carta do Dito Fiscal também serviria para descrever o comportamento de certo prefeito da capital de um Estado do Oeste Brasileiro.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Infelizmente é o fim que todos os corruptos e trapaseiros tem. Será que o povo ainda vai eleger Pedro henry, Eliene Lima, José Riva, Bosaipo, Chica Nunes, Lutero ponce, Antero, jaime campos, Carlos Bezerra, Lino Rossi, Roberto França, Celcita e Jonas, Dentinho, Julio Campos, moacir Pires, Oswaldo Sobrinho, Ricarte, Thelma Oliveira, entre outros que tiveram seus nomes arrolados em alguma forma de gatunagem.

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...