Últimas

Sexta-Feira, 13 de Novembro de 2009, 19h:32 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

PONTES E LACERDA

Aos 29 anos, município modifica imagem de "faroeste"

Andréa Haddad
Enviada Especial a Pontes e Lacerda

   Vinte e nove anos após a emancipação política, a Pontes e Lacerda de hoje lembra pouco os relatos do clima de “faroeste” propagados no Estado devido às disputas por terras, que frequentemente acabavam com o assassinato de uma das partes, e à proximidade do município com a Bolívia, um dos principais fornecedores de drogas do mundo. As ruas e avenidas largas, o comércio, o campus da Unemat e outras instituições de ensino superior, e o "boom" da construção civil, responsável pelas fachadas modernas de casas e empresas, ainda contrastam com os bairros periféricos e sem asfalto, ainda maioria, mas que em nada lembram o clima de insegurança física e jurídica que já rendeu à cidade a fama de “terra de ninguém”. 

   No cenário político, a imagem de cidade perigosa ganhou força com o primeiro – até hoje só foram três - deputado estadual eleito pelo município, Dionir de Freitas, que também foi primeiro prefeito eleito após a emancipação do município. Em uma discussão na Assembleia Legislativa, à época situada no Palácio Pascoal Moreira Cabral, onde hoje funciona a Câmara de Cuiabá, Dionir sacou um revólver da cintura e efetuou disparos para o alto. Em 2008, ele faleceu de câncer.

   Há 25 anos no município e funcionário do Poder Judiciário, o vereador de quarto mandato Francisco Martins, da base do prefeito Newton de Freitas Miotto (PR), lembra dos tempos de faroeste. “Era muito comum escutarmos os disparos à noite. Quando não tinha, era até estranho, mas agora é completamente diferente. Os tempos são outros”. Ex-presidente da Câmara, ela destaca que a principal reivindicação da população deixou de ser a segurança pública. “Hoje todos cobram mais asfalto. Em segundo lugar, aparece a saúde”.

   A economia de Pontes e Lacerda está baseada na produção de bovinos de leite e de corte, com mais de 656 mil cabeças. O município é um dos maiores exportadores de carne de Mato Grosso, sendo detentor das primeiras colocações no ranking de qualidade genética do Brasil e de produção de látex de seringueira, com processamento do produto in natura.

   A cidade tem 28 mil eleitores, mais de 10 hoteis e três hospitais, sendo um filantrópico, a Santa Casa, e dois particulares. Embora as ruas e avenidas sejam largas, ainda não há sinaleiros e o índice de acidentes é considerado elevado, principalmente envolvendo moticicistas que chegam a nove mil, enquanto os carros somam pouco mais de seis mil, segundo dados do Detran de fevereiro de 2009.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Nelson Sinzato | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Trabalhei no Banco do Brasil de Pontes e Lacerda de 1988 a 1992. Na época a cidade não tinha nenhuma rua asfaltada e sequer um terminal rodoviário. Estive, de passagem, quando o Nelson Miura era o prefeito e encontrei a cidade já bastante melhorada. Parece que ele foi o prefeito que iniciou a era de progresso. Parabéns ao povo lacerdense pela bela cidade que hoje é Pontes e Lacerda.

  • FRANK SABIÁ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EM 1996 MOREI NESSA BELA CIDADE,A LUZ ERA DE MOTOR,O DANTE DE OLIVEIRA LEVOU O LINHÃO.DEIXEI AMIGOS LÁ HUGO E CIDA CHICAROLLI DOS CORREIOS, PESSOAL DO MERCADO MIÚRA,FERRUGEM (GRANDE ZAGUEIRO), FUBÁ (BOM ÁRBITRO) E OUTROS,TOMARA QUE ELA CONTINUE CRESCENDO. AH,ABRAÇOS AO DR.LUCAS GROTA.

Reconhecimento de um governo ruim

pedro taques 400   Pedro Taques (foto) recorreu a uma observação feita pela mãe, professora Eda Taques, de que fora melhor senador do que governador. No horário eleitoral, o candidato ao Senado, agora pelo SD, menciona a frase da mãe para, em seguida, dizer que reconhece que sua atuação em...

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...