Últimas

Domingo, 22 de Novembro de 2009, 22h:07 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:22

ANÁLISE

Apagão está para Dilma assim como concurso para Maggi

   O apagão está para a ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff (PT), pré-candidata à sucessão presidencial, assim como o fiasco do maior concurso público do país em Mato Grosso está para o governador Blairo Maggi (PR), virtual concorrente ao Senado. Esses problemas vão ser lembrados com ênfases pela oposição nas eleições do próximo ano.

    Desde o apagão elétrico que durou cinco horas e atingiu 18 Estados no início do mês, Dilma tem procurado explicações, sob bombardeio dos opositores, principalmente do DEM e PSDB, que vão repetir as alianças no pleito de 2010 para contrapor a petista. O cerco se fechou contra a pré-candidata de Lula. Ela foi convidada a prestar esclarecimentos no Congresso Nacional.

   Por aqui, Maggi passará a conviver agora com críticas de um PSDB que ensaia projeto próprio na esperança de reconquistar o Palácio Paiaguás com o prefeito cuiabano Wilson Santos. O que seria o maior concurso público do Brasil, com 274 mil inscritos para disputa de 10.086 vagas de servidores do Estado, se transformou numa decepção geral. Sob responsabilidade da Unemat, instituição que compõe a estrutura da máquina do governo, as provas seriam realizadas neste domingo. Uma série de erros e irregularidades levaram a coordenação a anular o concurso. Houve até vazamento das provas antes da hora. Candidatos registraram queixa na polícia. Muitos vieram de outros Estados especialmente para fazer o concurso.

   Assim como Dilma busca argumentos para explicar o apagão, Maggi procura explicações quanto ao concurso que não foi realizado. Seu secretário de Administração Geraldo de Vitto e o reitor da Unemat, Taisir Karim, cuja gestão enfrenta denúncias por supostos atos de improbidade, tentaram justificar, mas não convenceram. Estão sendo taxados de incompetentes, situação que acaba por manchar também a imagem do governo do Estado. Mesmo com anúncio de que na próxima semana já sairá nova data para o mesmo concurso, os inscritos se mostram inconformados.

   São passos administrativos dos assessores do governo dados equivocadamente. O que poderia somar e render milhares de votos às candidaturas de Maggi ao Senado e do vice-governador Silval Barbosa (PMDB) ao Palácio Paiaguás, pode agora vir a subtrair. Por mais que se esforcem para superar o problema, o estrago foi feito, principalmente por mexer no bolso de quase 300 mil pessoas. Quem está sorrindo da desgraça alheia é o tucano Wilson Santos, mesmo estando enrolado com tantos pepinos na Prefeitura de Cuiabá, como as empacadas obras do PAC e a crise na saúde pública. (Romilson Dourado)

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Basilio Cabral | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O grande responsavel por esta incompetencia é o megalomaniaco Blairo Maggi.

  • Zé mané | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só pra consumo; Dilma 22%,Serra 31%, CNT/CENSUS,pesquisa quentinha. Como vemos a pressa de carimbar o adversário não cola, né blogueiro.A população sabe distinguir apagão de escuridão tucana. E saberá distinguir Secretário de Governador

  • José | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Menos não é Romilson? Fazer uma comparação desta é mesmo só para quem até sete anos de Governo do LULA não ceita os resultados das urnas, pode ficar tranquilo que vão ter que englir mais sapos por ai.

  • olheiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Marco Túlio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso que dá colocar amador pra ser Secretário de Administração do Estado....esse cargo não era pra qualquer um Governador. Mostre que seu Governo não compactua com irregularidade e exonere esse Secretário...duvido. Ele é protegido. Já deve ter feito muita coisa em troca....

  • B. Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O fiasco que está sendo a realização deste concurso pela SAD sob o comando do Senhor Geral de Vitto já era previsto. A começar pela escolha da UNEMAT para a sua realização. Primeiro por que é uma instituição sem capacidade técnica para uma tarefa dessa natureza, segundo por que é uma instituição ligada ao governo do Estado, que nos últimos tempos vem sofrendo uma briga interna pela saída do seu Reitor o qual é defendido pelo Sr. DE VITTO, resta saber qual o interesse do Geraldo de Vitto em manter a Unemat a frente desse concurso, dá até para desconfiar de interesses particulares desse secretário no concurso.
    O Secretário Geraldo de Vitto já meteu os pés pelas mãos em várias outras oportunidades, tem provocado enormes desgastes políticos ao Governo Blairo Maggi e continua firme na pasta, por que será? A pergunta que todo mundo faz: Por que será ele não saiu até agora? Será que mais uma vez ele vai sobreviver? Dizem que desta vez deveria ser demitido não só ele como o Taisir Karim Reitor da Unemat.

  • Roberto Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Wilson Santos vem rindo da desgraça do povo ha muito tempo, basta passear por Cuiabá e ler jornais. Aliás, rir da desgraça do povo para
    Wilson é seu passatempo predileto.

  • Abelardo Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, a chamada e a matéria estão incompletas, senão veja; deveria ser: APAGÃO ESTA PARA DILMA, ASSIM COMO O CONCURSO ESTA PARA MAGGI E O PAC ESTA PARA O WILSON SANTOS.
    OK!!!!

  • LUCAS COELHO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O SILVAL tenta se esquivar, minimizando o problema do CONCURSO CANCELADO ou tentando ignorar, mas governar exige solução e enfrentamento dos problemas, mas para SILVAL tudo vai bem e diz que vai dar continuidade. Educação, Saude, Segurança e....Cancelamento do Concurso...o pre-candidato que participa do governo sempre concordou com tudo...e acha que tudo vai bem. Adeus Silval...a coisa precisa mudar!

  • Lesado no concurso | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Leverger e ex em palanque separado

francieli magalhaes 400 curtinha   Dois candidatos em chapas majoritárias em Santo Antonio de Leverger, hoje em palanques diferentes, já estiveram juntinhos na vida particular. O empresário Ademilson Dantas de Matos (PV), vice da chapa de Franklin Luis Carvalho (PSDB), foi casado com a petebista Francieli Magalhães...

Prefeito cuiabano vira saco de pancada

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (foto), que busca a reeleição e havia iniciado a campanha como grande favorito, inclusive com expectativa de ganhar no primeiro turno, se transformou em saco de pancada. Além de Abílio Júnior que o critica e ataca o tempo todo, o que acabou o...

Dal Bosco com 3 na disputa em Sinop

dilceu dal bosco 400 curtinha   Neste pleito eleitoral, a família Dal Bosco se dividiu em três grupos de apoio em Sinop, a chamada capital do Nortão. O ex-deputado estadual Dilceu Dal Bosco (foto) coordena no município e região a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro (PSD). O...

Tentativa de ser 1ª prefeita de Barão

margareth munil 400 curtinha   A candidata à prefeita de Barão de Melgaço, Margareth Gonçalves da Silva (foto), é tão conhecida nas ações conjuntas com o marido nas áreas da saúde e assistência social que está levando para as urnas a combinação do seu...

Froner segue com o vice de Gilberto

osmar froner 400   Osmar Froner de Mello (foto), escalado de última hora para a disputa em Chapada dos Guimarães, manteve de vice o mesmo que estava na chapa de Gilberto Mello (PL), o vereador Carlos Eduardo, que era conhecido como Carlinhos do PT e agora é do PDT. Froner e Carlinhos não têm afinidades...

Ministro Tarcísio rasga elogios a Fávaro

tarcisio 400 curtinha   O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (foto), em vídeo de congratulações, só faltou pedir voto para Carlos Fávaro, senador interino que busca à reeleição e que completou 51 anos nesta segunda. Disse que Fávaro, com quem possui bom...