Últimas

Quarta-Feira, 04 de Abril de 2007, 09h:42 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Apagão informativo

Fernando Rodrigues fala sobre o crescimento da economia no Brasil.

     Hoje é dia 4 de abril e os brasileiros já foram informados sobre o crescimento da economia no ano passado duas vezes. Primeiro, anunciou-se um avanço de 2,9% no PIB. Em seguida, o IBGE fixou o percentual em 3,7%. 
     O governo Lula é curioso. Foi rápido ao anunciar um número tão complexo como o do PIB. Mas quando se trata de um cálculo mais prosaico o país continua a conviver com um apagão informativo.
Até hoje não se sabe o valor gasto com publicidade pelo governo federal em 2006. O balanço do ano passado ainda permanece inédito, embora uma nova propaganda já esteja na praça. 
     O plano virtual PAC aparece em comerciais pelo Brasil inteiro nas TVs. Um locutor afirma que os investimentos para as obras estão garantidos "do início ao fim" (sic). O valor total do PAC passa dos R$ 500 bilhões. Essa brincadeira na TV, uma evidente inutilidade pública, custará espetaculares R$ 7,8 milhões -só para veiculação. 
     Não faz muito tempo, as TVs mostraram propaganda do governo federal informando que o passaporte emitido pela Polícia Federal estava reformulado. Mais seguro. E daí? Daí alguma agência de publicidade ficou mais rica e algumas TVs engordaram seu orçamento.
Há algum ganho para sociedade quando o governo gasta dinheiro fazendo propaganda sobre o novo formato do passaporte? E o anúncio de um programa de aceleração (sic) do crescimento cujas obras são todas velhas e algumas mal começaram a andar? Quem fala sobre a lentidão do PAC é a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), pois admitiu que parte das ações não estão num ritmo "adequado". 
     Há décadas a comunicação do governo é uma mistura de desperdício de verbas com proselitismo rastaqüera. Lula não parece se importar. Segue firme no modelo que um dia ele e o PT tanto criticaram.

Fernando Rodrigues é jornalista

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM agora sem amarras dos Campos

frankes siqueira curtinha 400   Sem o controle absoluto dos Campos, como nas últimas duas décadas, desde quando era PFL, o DEM, que não elege vereador em Cuiabá desde 2004, vive melhores expectativas, agora sob comando da ala ligada ao governador Mauro. É presidido pelo secretário de Estado de Governo,...

O pulo de Elias do PSDB para o DEM

elias santos 400 curtinha   Elias Santos (foto), irmão do deputado Wilson, agiu como estrategista na construção de sua pré-candidatura a vereador por Cuiabá. Concluiu que teria mais dificuldades de obter êxito nas urnas no PSDB porque os dois vereadores tucanos que vão à...

DEM e voz na Câmara após 16 anos

marcelo bussiki 400 curtinha   O DEM (antigo PFL) passa a ter voz na Câmara da Capital 16 anos depois. Aproveitando a janela de março em que a Justiça Eleitoral permite mudança de legenda sem risco de perda do mandato, dois vereadores migraram para o Democratas, sendo eles Marcelo Bussiki (foto) e Gilberto Figueiredo, que...

MDB agora com 2 na Câmara-Cuiabá

juca do guaran� curtinha 400   O MDB do prefeito Emanuel Pinheiro, que não elegeu vereador em 2016 em Cuiabá, agora ganha duas vozes na Câmara. Tratam-se de Juca do Guaraná (foto), militante histórico do nanico Avante que resolveu migrar para a legenda emedebista, e do recém-empossado...

PT segue sem voz na Câmara-Cuiabá

bob pt 400 curtinha   O PT, presidido em Cuiabá por  Elisvaldo Almeida, o Bob (foto), está mesmo "queimado" e sem prestígio. Em meio ao troca-troca de partido entre os vereadores cuiabanos, aproveitando a janela de março, cujo prazo para mudanças para quem deseja se candidatar em outubro encerrou-se neste...

Deputado, única causa e os interesses

xuxu 400 curtinha   Xuxu Dal Molin (foto), deputado pouco atuante e limitado a defender a bandeira do agronegócio, é mais um daqueles que demonstram, na prática, usar a política para beneficiar os seus. De familiares de agricultores, Xuxu bateu duro, se posicionando contra a proposta encaminhada pelo governador Mauro...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.