Últimas

Segunda-Feira, 20 de Julho de 2009, 08h:35 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

RUMO A 2010

Apesar dos elogios, governador frustra Silval e Mendes

 Fernando Ordakowski
Clique na imagem para ampliação
Governador admite concluir mandato integralmente, o que tira esperança de Silval de assumir Paiaguás para ter maior visibilidade como pré-candidato; Blairo Maggi ainda diz que Mendes só disputa em 2012

  As primeiras declarações do governador Blairo Maggi pós-férias foram um "balde de água" fria jogado sobre a cabeça de alguns de seus próprios aliados, como do vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e do empresário Mauro Mendes (PR). Sobre Silval, Maggi fez elogios, reafirmou seu compromisso de apoiá-lo na corrida à sucessão estadual, mas avisou que é bem provável que conclua o mandato integralmente. Isso quer dizer que diminui cada vez mais a chance do peemedebista assumir o Palácio Paiaguás de vez, o que acaba por enfraquecer sua pré-candidatura a governador.

   A esperança de Silval é de que o governador renuncie ao mandato em dezembro deste ano ou até abril de 2010, conforme um pré-acordo estabelecido nos bastidores. Assim, com a máquina na mão, ele ganharia mais visibilidade e poder de articulação, principalmente na busca por um amplo arco de alianças. Se Maggi recuar da renúncia e conduzir o mandato até dezembro de 2010, agora sob argumento de que precisa ajudar a preparar a Grande Cuiabá para a Copa do Mundo de 2014, o projeto político do seu vice pode se inviabilizar.

    Enquanto isso, a oposição, mesmo sem muito esforço, continua ganhando força no interior com o prefeito cuiabano Wilson Santos e o senador democrata Jayme Campos. Ambos fecharam entendimento, dentro de uma costura em âmbito nacional, para o nome que melhor pontuar nas pesquisas ser o candidato a governador em 2010, com compromisso de quem fica de fora estar no mesmo palanque.

   No sábado, antes mesmo de chegar a Mato Grosso, Blairo Maggi disse, no aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus (AM), que a pré-candidatura de Silval tem o seu apoio e que torce para que este venha a ser eleito para dar continuidade aos projetos da atual administração. Por outro lado, o governador observou que, por conta dos projetos macro que o Estado precisa liderar para a realização da Copa em Cuiabá, não está mais disposto a renunciar ao mandato. Admite que pode tocar a gestão até dezembro de 2010.

   Quanto a Mauro Mendes, nome que até então defendia para liderar disputar ao Paiaguás, Maggi observou que o amigo e aliado do PR não será candidato em 2010 e que vai se preparar para nova corrida à Prefeitura de Cuiabá em 2012. Blairo Maggi jogou também um balde de água fria sobre a cabeça do prefeito de Água Boa, Maurício Tonhá, o Maurição, que esperava apoio do líder da turma da botina para uma eventual candidatura a governador e que Maggi não avalizasse o nome do deputado federal Wellington Fagundes para a presidência estadual do PR. Maggi fez o contrário. Sequer, lembrou do nome de Maurição para eventual candidatura majoritária e anunciou que Fagundes tem o seu respaldo para substituir Moisés Sachetti no comando da legenda republicana.

Postar um novo comentário

Comentários (19)

  • PEDRO PAULO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não fica triste Sival, esse B. Magi o conhecido como Motosserra de Ouro onde ele vai o barco afunda. KKKKK

  • Givaldo Do Coco | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O trio em destaque não representa absolutamente nada para Mato Grosso. É só verificar todos os escândalos e desempregos em que o nosso estado está mergulhado. Este negócio de ter trazido a copa para Cuiabá é também outra balela para iludir os muitos obsecados por futebol. A copa é efêmera, quero ver se ela vai trazer empregos e progresso permanente para município de Cuiabá e adjacências. Qualquer um teria trazido a copa pois, apesar dos pesares Mt é destaque no mundo desde a época em que Dante levou ao conhecimento do mundo as nossas potencialidades. Quanto ao Sr. maurição sonhar em governar o estado é a mesma coisa que crê em GUINOMO, MONSTRO DA LAGOA, GÊNIO DA LÂMPADA, DENTRE OUTROS.

  • ana maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que o Prefeito Wilson Santos é um articuloso costureiro isso ninguem pode duvidar...tanto que recentemente autorizou a elevação da tarifa do transporte coletivo do dia p/ noite, de sabado p/ domingo enquanto a sociedade estava descansando. Cheio das manobras conseguiu manter-se no cargo de chefe do executivo ao conquistar seu 2º mandato nas eleiçoes de 2008, mesmo com a cidade em completo abandono, ruas centrais e principais da capital esburacadas, com pessima iluminação e tomadas por matagais. Nesse interim, em que o ilustre Prefeito WS percorre os interiores do Estado de MT discursando bonito, atacando seus adversarios politicos e apontando os mal-feitos ou não realizados pelo atual gestor - governador do estado ja que sua humilde pretensão é assumir a cadeira de chefe do executivo do Palacio Paiaguás. O MOSQUITO DA DENGUE assume o comando da capital e sua gente, chega impondo normas, MORRER OU MATAR, ou seja ou matem-me ou vós matarei, e tem cumprido sua meta assassina: matar pessoas. A ausencia das autoridades locais tem causados muitos transtornos, prejuizo a população que sentindo-se abandonada e desapontada com sua escolha se calam; buscam refugio em suas casas, murando-as e impedindo a entrada dos profissionais que atuam no combate a endemias, epidemias os agentes sanitarista ou ambiental. Então podemos concluir que na ausencia do chefe a casa vira bagunça! Antes de observar a casa alheia, precisamos arrumar a nossa, o Prefeito Ws precisa primeiro honrar seu compromisso com Cuiaba, assumir mesmo a prefeitura e fazer valer a confiança depositada a seu favor pela população cuiabana, pois o maior colégio eleitoral se encontram em Cuiaba. Ser governador do estado é um sonho acalentado por muitos, mais se não consegue ser Prefeito da capital tbem não conseguirá ser governador.

  • LUIZ | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Podem espernearem, o proximo governador vai ser Wilson. Quando o povo dicidi ninguem muda, ele vai ganhar em todo o estado.

  • JOAO DE DEUS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Governador TEIMA EM TRAZER Mauro Mente$$$$$$$ para a politica. Ele é um fracassado de votos e quem acompanha-lo vai perder tbem. Esquece. Outra e Silval quem é esse? Esses candidatos nao tem nenhuma chance de ganhar eleição para Governador., e muito menos com WILSSON(cobra criada) É muita pretenção de BLAIRO. vOLTA PRA CASA padilha!!!!!! Vai cuidar de suas fazendas. Falando nisso, já asfaltaram as fazena ? PAGOT$$$$$ se orienta .

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A turma da botina esta esquecendo de quem manda e o povo,partindo desse principio os politicos tem que trabalhar para a sociedade para depois pensar em poder.ja que na democracia o que vale e alternancia de poder.

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A turma da botina esta esquecendo de quem manda e o povo,partindo desse principio os politicos tem que trabalhar para a sociedade para depois pensar em poder.ja que na democracia o que vale e alternancia de poder.

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A turma da botina esta esquecendo de quem manda e o povo,partindo desse principio os politicos tem que trabalhar para a sociedade para depois pensar em poder.ja que na democracia o que vale e alternancia de poder.

  • Marcelo Lopes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Preferimos que Blairo continue no governo, pois imaginem Blairo renunciando, não podendo mais voltar e o cacique do PMDB, Bezerra mandando no Paiaguás, viabilizando a sua candidatura e de sua esposa. Está na hora de dar um basta à República de Rondonópolis... reaja Cuiabá.

  • Ygor Galvão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O falso cuiabano Wilson Santos usa a cuiabania mas no fim o seu interesse é defender o interesse dos poderosos ou vocês acham que o pro-uni municipal foi por tanta bondado , foi para pagar o acerto de campanha com a família poderosa de cuiabá dona de uma certa instituição de ensino superior.

Taisir coordena campanha de Eliene

taisir karim 400 curtinha   O ex-reitor da Unemat e uma das lideranças do PSD na região Oeste, Taisir Karim (foto), que chegou a se lançar de última hora como pré-candidato a prefeito de Cáceres, mas logo em seguida recuou, será o coordenador-geral da campanha de Eliene Liberato (PSB), atual...

Inaugurados 67 km de asfalto da 020

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro Mendes (foto) inaugurou nesta 5ª a pavimentação de 67,5 km da MT-020, entre Paranatinga e Canarana. Essa estrada faz parte do pacote de obras que foi retomado e já concluído nesta gestão. Foram investidos R$ 45 milhões do governo estadual. O...

Saggin critica "ditadura" e apoia Raye

paulo raye 400 curtinha   O empresário e advogado Sandro Saggin, que desistiu da candidatura a prefeito de Barra do Garças e agora apoia Paulo Raye (foto), do Pros, explica que em nenhum momento os diretórios estadual e nacional do Podemos, de cujo partido é filiado, encaminharam qualquer orientação aos...

Pode abandona Raye e pune Saggin

sandro saggin curtinha 400   Sandro Saggin (foto) amargou outra derrota em Barra do Garças. Inicialmente, seria candidato a prefeito pelo Podemos. Mas resolveu, por conta própria, levar o partido para uma coligação com partidos de esquerda que lançaram o ex-prefeito Paulo Raye, apoiado pelo PC do B, PT e Pros. A...

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.