Últimas

Segunda-Feira, 10 de Setembro de 2007, 11h:15 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CONFRONTO

Após bronca, Santos e Júlio chegam a um acordo

   Após quatro dias de muita polêmica, troca de farpas e ameaça de ruptura, o prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, e o vereador licenciado e diretor-presidente da Agência de Habitação, Júlio Pinheiro (PTB), chegaram a um entendimento. Ambos conversaram nesta segunda, antes do prefeito viajar a Brasília para participar de mais um encontro do PSDB.

    Júlio, que ameaçava entregar o cargo, continua no staff. Ele expôs sua mágoa pelo fato do prefeito tê-lo repreendido publicamente, juntamente com outros secretários, na última quinta, durante a solenidade de inauguração de 163 casas no conjunto habitacional Estevão Torquato. Santos ficou irritado porque a obra foi inaugurada, mesmo não estando totalmente concluída. Em discurso, revelou o descontentamento com o secretariado.

    Na conversa frente-a-frente com Júlio, Santos admitiu que acabou excedendo, pediu desculpas e prometeu ampliar a equipe de trabalho da Habitação. Deu a Júlio Pinheiro a garantia de que este ficará no cargo até quando quiser. O vereador licenciado recuperou a auto-estima, após a bronca que havia recebido do prefeito. Assim, tudo continua como dantes.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Plinio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Recuperou a auto-estima? que é isso? depois dessa vergonha que JP passou, deveria sim ter vergonha na cara e deixar esse cargo. Aliás, 163 casas em 3 anos é o que? nada. Então Júlio, o Prefeito deve estar certo. Chamou-o de incompetente e acho que não estás mentindo.

  • rodolfo arruda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse Julio Pinheiro é brincadeira, parece mulher chifrada que perdoa o marido pela surra e infedelidade.
    Eu esperava mais de vc Julio, vc e o Wilson se merecem, por isso e por outras tantas coisas que Cuiabá está um caos.
    E vc Julio deve prestar contas do dinheiro das inscrições das casas a serem sorteadas.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Bruno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Srº Plinio, pela seus dizeres vc não sabe oque se passa por trás dos bastidores oque faltava la era parte do governo, os serviços da Habitação estavam feitos....Acredito que o Prefeito estava de cabeça quente com outros problemas e acabou estourando la, deveria ter convocado uma reuniao a portas fecha e lavado a roupa suja....

  • Pedro Varga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    cada qual com seu igual.

  • Junior Abeia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu amigo, esse Julio Pinheiro perde para tartaruga, como é que pode ficar nessa secretaria inoperante, e depois de levar uma catracada do ex-galinho ainda resolve ficar no cargo. Seu mano vamos trabalhar, levanta o pé do chão se não o cupim vai te pegar Julio Pinheiro, mostra sua cara cidadão, mostra para a população que você sabe fazer alguma coisa.... coragem.... coragem as eleições estão chegando...

  • Ana Maria | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que falta de compostura é essa, o Prefeito repreende o Pinheiro, depois pede desculpa. Tem negócio feio aí. Será que o prefeito não sabia que iria inaugurar uma obra inacabada, conta outra. Mas que esse Pinheiro tem que deixar o staff,isso sim, já deu o que tinha q dar. Fala sério!!!!!!

  • alberto nuremberg | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse júlio pinheiro está querendo espaço na mídia pois não consegue através de ações na secretaria. Seu desempenho é fraco e agora está querendo plantar na mídia de que o prefeito estaria satisfeito com o seu trabalho, é mentira, e ele já levou foi é muito esporro do prefeito, e só continua porquê é cara de pau mesmo.

  • Paulo Henrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse desfecho só vem salientar ainda mas o desequilibrio emocional do Prefeito com tambê sua falta de autoridade e de projeto.Wilson seu fim esta próximo.

  • eu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...

DEM, bate-cabeça e plano B frustrado

fabinho garcia 400 curtinha   O ex-deputado federal e empresário Fábio Garcia (foto) acabou deixando o DEM órfão de candidatura a prefeito da Capital. Numa conversa com o governador Mauro, seu padrinho político, Fabinho o assegurou que iria sim disputar o Palácio Alencastro, mesmo pedindo trégua por...

Mauro sofre 2 derrotas para Emanuel

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto), principal estrela do DEM em MT, acabou amargando duas derrotas em Cuiabá para o prefeito Emanuel, neste ano, embora não tenha sido candidato nas urnas. Em princípio, buscou candidatura própria com o seu partido, mas todos os nomes possíveis, como de Gilberto, Gallo,...

Três derrotas do marqueteiro Antero

antero de barros curtinha 400   O ex-senador, jornalista e marqueteiro Antero de Barros (foto) não levou sorte nas campanhas eleitorais as quais coordenou nestas eleições. Em Lucas do Rio Verde, empurrou à reeleição o prefeito Luiz Binotti que, mesmo com o poder da máquina, perdeu para o...

Lideranças jogaram duro contra EP

carlos favaro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro teve uma reeleição sofrida em Cuiabá. Lutou contra os principais líderes políticos, que se juntaram em torno da candidatura de Abílio, uns publicamente, outros nos bastidores. O governador Mauro Mendes, por exemplo, jogou pesado para tentar derrotá-lo....

MAIS LIDAS