Últimas

Terça-Feira, 04 de Setembro de 2007, 06h:55 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:16

CONFRONTO

Após crise, Pagot espera agora tombo de Renan

Escândalo envolvendo o presidente do Senado, que está prestes a cair, posterga a votação do indicado de Maggi para o Dnit

  O executivo Luiz Antonio Pagot conseguiu superar a crise política e, com a aprovação do seu nome na sabatina, remendar parte da ferida do constragimento e dos ataques da oposição, mas enfrenta, indiretamente, um outro problema: o caso Renan. Agora, quando mais rápido o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) cair, mais depressa o afilhado político do governador Blairo Maggi chegará à direção-geral do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transporte (Dnit).

    Enquanto a crise não for contornada, a resolução com nome de Pagot, já aprovada pela Comissão de Serviços de Infra-Estrutura do Senado, não deve ser votada em plenário. Pagot corre por um lado para assumir o logo o cargo federal. Renan corre de outro para salvar o mandato. A felicidade de Pagot depende da desgraça de Renan, já que no Congresso Nacional não se fala em outro assunto senão o processo aberto contra o parlamentar no Conselho de Ética, após acusação de que se utilizou de lobista para pagar despesas particulares. 

    Há expectativa do Senado colocar o pedido sobre Pagot em pauta nesta quarta. Pelos cálculos do ex-secretário do governo Maggi, seu nome receberá aval da maioria dos 81 senadores. Esse seria seu último obstáculo para se chegar ao Dnit, uma autarquia com um orçamento de R$ 12 bilhões. Caso não ocorra, a votação deve ficar para meados de setembro. No fundo, ele não está tão confiante de que a votação ocorra hoje, tanto que nem viajou para Brasília.

    Pagot também vive calcário, não tão intenso como no caso de Renan. Foi acusado de exercer ilegalmente dupla função, entre 1995 e 2002, uma de assessor no Senado de Jonas Pinheiro e, a outra, de diretor da empresa Hermasa Navegação da Amazônia. Mesmo com documento do Senado de que "não há ilegalidade", parlamentares do PSDB e de outras siglas opositoras vêm batendo duro para impedir que Pagot passe a conduzir o Dnit.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Luana | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Com tantas barreiras para Pagot assumir o DNIT, acho melhor ele desistir, coisa boa ele não encontrará lá, a ambição dele por esse cargo poderá trazer sérias consequências.

  • Paulo Saraiva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que papelão. Essa noticia esta equivocada ao colocar que a situação do Renan esta atrapalhando a nomeação do Pagot. Varias indicações que foram feitas depois ja foram aprovadas e no periodo de obstrução da oposição. Entao eu vejo que o Pagot criou muita antipatia e ta passando uma tremenda vergonha.

  • Maçal | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu só sei que o Lula mandou semana passada a indicação do novo ministro do STF, sendo que o mesmo foi sabatinado e votado em menos de uma semana.
    Será que o Governo Federal está mesmo empenhado na nomeação do Pagot?
    É governador, belo aliado (PT) que o Sr foi arranjar.

Sexto suplente na Câmara por um mês

aluizio leite 400 curtinha   Aluízio Leite (foto), filiado histórico do PV, tomou posse como vereador pela Capital na último dia 2. Mas vai ficar na cadeira por somente 31 dias, até o retorno do titular, delegado Marcos Veloso, que se afastou para cuidar de assuntos pessoais e hoje se encontra hospitalizado com...

No TCE pra tentar receber da prefeitura

flavia mesquita 400 curtinha   Flávia Mesquita (foto), da Luppa Administração de Serviços, pediu socorro ao TCE para tentar receber por serviços prestados à secretaria de Saúde de Cuiabá, alegando que o município está inadimplente há oito meses. E apontou quebra da ordem...

Pai e filho pré-candidatos em Poconé

henrique santos 400 curtinha pocone   Em Poconé, pai e filho estão animados para o teste das urnas deste ano. Um a prefeito e, outro, para vereador. Euclides Santos, que já foi vereador (89/92) e prefeito por duas vezes (93/96 e 2001/2004), além de secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos em...

Expectativa de tocar a Cultura de MT

paulo traven 400 curtinha   Um dos três adjuntos da pasta de Cultura, Esporte e Lazer do Estado, José Paulo da Mota Traven (foto) vem se articulando para assumir de forma efetiva o comando da secretaria. Ele conta com apoio de alguns membros do staff, como do secretário de Governo, Alberto (Beto) Machado. O governador...

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.