Últimas

Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2009, 08h:39 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:24

EDUCAÇÃO

Após denúncia de vazamento de prova, Enem é cancelado

    Mais de 4 milhões de brasileiros de 1,8 mil cidades que se preparavam para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) vão ter que esperar. O ministro da Educação, Fernando Haddad, determinou o cancelamento da prova após o jornal de circulação nacional, O Estadão, denunciar que a prova foi roubada.  Segundo o jornal, um homem que disse ter as duas provas que seriam aplicadas no sábado (3) e no domingo (4), queria vender o material por R$ 500 mil para o veículo de comunicação. "Há fortes indícios de que houve vazamento, 99% de chance", confirmou o presidente do Inep, Reynaldo Fernandes, revela O Estadão desta quinta.

   O MEC anunciou que tem uma segunda versão da prova, mas ainda não confirmou se ela poderá ser utilizada. A expectativa é que o Enem seja remarcado para daqui a 45 dias. O ministro da Educação já determinou também, que seja feita uma investigação para saber em que momento da impressão da prova do exame aconteceu o "vazamento". Segundo ele, há fortes indícios de que "houve a subtração de um exemplar" da prova.  Haddad orienta os inscritos a aguardarem a nova data e garante que não houve dolo porque as provas nem chegaram a ser aplicadas. (Patricia Sanches)

-----------------------------------
Clique aqui e leia mais em O Estadão

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Estudante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Brasileiro consegue cada façanha....parabéns MEC! Parabéns PF! E viva os concursos públicos confiáveis!!!!

  • Arnaldo Souza Duarte | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É uma pena que até este tipo de evento é prejudicado pela desonestidade que assola o País.
    Muitos alunos se prepararam até no psicológico para a prova no sábado e agora estoura uma bomba desta, fazendo com que os candidatos reprogramem tudo.
    Quanto ao comentário do Arno Hofmann, não são todos os professores que possuem este tipo de conduta, mas eu tenho um parente num cursinho pré vestibular público aqui em cuiabá e segundo ele existem professores lá no cursinho que mancham não só o curso como a própria categoria.
    De acordo com ele, alguns perseguem as alunas, chegando ao ponto de invadirem o seu domicílio.

  • Prof. Shimizu | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Para mim, não é nenhuma surpresa o vasamento do ENEM. Há alguns meses eu, neste mesmo Site, afirmei com todas as letras, que iria acontecer isso. Quando o exame ( Vestibular) era feito apenas nas universidades federais, com toda fiscalização, já acontecia, imagine agora que as provas são espalhadas pelo pais inteiro e , com antecedência, até naqueles municípios mais longínguos sem nenhuma estrutura pedagógica para aplicação das provas. E, o pior se o prefeito for currúpito, o que tabém sabemos que existe muito. Todo prefeito tem influência nos pequenos localidades. E outras vuneirabilidades que existe, basta imaginar. Pena que os vestibulares das universidades federais se transformou nisso. Essa deve ser apenas uma, das diversas que ocorreu. Prof. Shimizu

  • Orlandir Cavalcante | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Era previsível..... que a coisa iria melar mesmo! Vejam a logistica desta tal CONNASEL!(a que desbancou a CESPE/UNB na realização das provas).
    a menos de uma semana a empresa nem sequer tinha entrado em contato com alguns diretores de escolas onde as provas seriam realizadas, os reponsaveis diziam apenas que estavam aguardando informações, alunos ás pencas apavorados a menos de dois dias das provas pois não tinham todas as informações para a realização das provas.....
    MAs o mais grave na minha opinião é que o MEC estará provando de seu próprio veneno.
    A pedagogia da permissividade e a ideologia do relativismo, aquela que diz que o aluno não pode ser pressionado, bla bla bla bla bla poróró, pororó......
    Vejam a contradição! Colocam uma prova como porta de entrada para muitas universidades!!!!!
    ....será que o MEC não percebe que agora há concorrência? Que o exame não é simplesmente para verificar “habilidades e competências”( como diz a tal pedagogia inovadora dos governos), deste jeito o governo estimula as habilidades e competências dos adeptos do famigerado “jeitinho brasileiro”!
    Coitados dos alunos que passaram suas vidas nas escolas em ciclos com aprovação automática, onde a prova é tida como expressão de tirania e autoritarismo da escola do passado...
    Mas mesmo assim, o instrumento disponível é uma prova.....
    Que estabeleça pelo menos a decência e não deixe os desonestos e donos do dinheiro terem acesso ás provas prejudicando os mais pobres......

  • jose concho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Quando se ve professores daqui mesmo de cuiabá que se dispoem a alterar notas de suas alunas de forma a buscar satisfação das proprias bestialidades, quando se ve que no pais inteiro campeia a desonestidade dá uma saudade dos tempos antigos em que eu mesmo era professor e R E S P E I T A V A meus alunos, os quais até hoje me rendem homenagens, pergunto: Ainda dá para resolver, ainda dá tempo?

  • JOEL | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se no exame do ENEM, que é federal, aconteceu tudo isso, imaginem o que vai acontecer no concurso público do estado.

  • Mario | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eita como esse Dem está pior q

  • dalva alencar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    falando em prova, tem que ficar de olho no concurso do estado esse das 10.000 vagas, mta gente do governo quer ficar no emprego, e sera que 50% desses que estão ai vão passar no concurso? sera que vai ser marmelada...

  • Alis Barbosa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Segundo a fala do ministro da educação há fortes indicios que a prova ocorra na mesma data do Concurso do Estado de Mato-Grosso, já que a prova terá que ser realizado em 2 dias. O Concurso será realizado dia 22 de novembro como a prova do Enem marcado para novembro é grande possibilidade de houver um choque ai, no qual irá prejudicar muita gente.

  • Arno Hofmann | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ótima oportunidade para os professores patifes de cursinhos, aumentarem seus dias de assédio às filhas dos cidadãos de bem.

PTB tem 25 e deve eleger 2 à Câmara

misael galvao 400 curtinha   O PTB lançou 25 nomes a vereador em Cuiabá. E a tendência é de eleger entre um e dois. As maiores apostas são os seus próprios vereadores: Misael Galvão (foto) e Adevair Cabral, respectivamente, presidente e primeiro-secretário da Mesa Diretora da Câmara....

Retorno à Câmara após 6 mandatos

fulo 400 curtinha   Figura bastante popular, especialmente na região da Vila Operária, Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), que foi vereador de Rondonópolis por seis mandatos, está de volta. Hoje suplente, ele assume provisoriamente nesta segunda a cadeira do titular Thiago Muniz, que pediu licença...

Bolsonaro nem aí para políticos de MT

nelson barbudo 400 curtinha   O cerimonial da Presidência da República deu de ombros para os políticos, inclusive para a bancada federal mato-grossense, na visita de Bolsonaro, sexta, em Sinop e Sorriso. Alguns tentaram, de forma insistente, tirar foto com o presidente. E até conseguiram. Mas o capitão preferiu...

Tião com Flávio e "pau" nos Campos

tiao da zaeli 400 curtinha   A maior bronca dos Campos em Várzea Grande hoje é com o ex-prefeito Tião da Zaeli (foto), que motivou o amigo e empresário Flávio Vargas, dono do frigorífico Frical, a entrar na disputa à sucessão municipal. E Flávio conseguiu construir um amplo arco de...

A única dos maiores fora da reeleição

rosana martinelli 400 curtinha   Seis dos 10 prefeitos dos maiores municípios de MT poderiam disputar a reeleição neste ano por estarem no primeiro mandato ou já tendo exercido outros não consecutivos. E, destes, somente Rosana Martinelli (foto), de Sinop, não se recandidatou. Percebeu dificuldades...

Poconé tem 4 no páreo; Euclides dança

euclides santos 400 curtinha   Em Poconé, o ex-prefeito Euclides Santos (foto) nadou e morreu na praia. Numa queda de braço dentro do PSDB, Euclides, que havia se mudado para Cuiabá e tem o filho na disputa para vereador, perdeu espaço e autonomia para a ex-prefeita Meire Adauto, presidente municipal da legenda tucana e...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você está animado para votar nas eleições de novembro?

sim

não

nem sei!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.