Últimas

Domingo, 21 de Junho de 2009, 21h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

SENADO

Após denúncia, Serys afasta assessora que mora nos EUA


Senadora mato-grossense Serys Marly (PT) coloca Solange à disposição do Recursos Humanos do Senado
Foto: Geraldo Magela

  A senadora petista Serys Marly se viu numa saia-justa e, para não carregar desgaste por um bom tempo em meio aos escândalos que rondam o Senado, tratou de tirar logo do seu gabinete e colocar à disposição do departamento de Recursos Humanos a servidora efetiva do Senado Solange Amarelli. Acontece que Solange mora há quase dois anos em Bethesda, em Washington e, de quebra, recebe salário de R$ 12 mil do Senado, além de direito a horas extras, revela o jornalista Ricardo Noblat, em seu blog. Nesse caso, Solange seria espécie de funcionária fantasma no gabinete da parlamentar mato-grossense.

   Em nota, Serys alegou que "Solange se encontrava de licença funcional". Noblat, no entanto, contrapõe a senadora. Ele assegura que o prazo de licença da servidora venceu há mais de um mês. O jornalista enfatiza que ela foi admitida como servidora do Senado em 1988. Depois, se casou com um diretor do Banco Mundial e se mudou para os Estados Unidos. Com um salário similar ao do presidente da República, Solange continua na folha de pagamento do Senado, mesmo morando fora do país.

   Noblat destaca ainda que a servidora que estava vinculada à Serys ainda recebia pagamento de horas extras a que têm direito os demais servidores do gabinete. "Ela não foi autorizada pelo Senado a morar no exterior. Quando senadores visitam Washington, ela costuma ciceroneá-los a pedido de Serys", escreve Noblat para, em seguida, completar: "a cada três ou quatro meses, Solange visita o Brasil e passa alguns dias em Brasília." Conta ainda que a servidora privilegiada "adaptou-se bem à vida em Bethesda, já que em 11 de novembro do ano passado foi apresentada como uma das novas integrantes do  The GFWC Maryland Federation of Women´s Clubs, Inc. Vez por outra participa de eventos promovidos na cidade por uma entidade que presta assistência a latinos que moram em Washington. E já foi entrevistada pelo jornal da escola onde seu filho estuda."

-------------------------------------------
Leia mais aqui no blog do Noblat

      Trajetória

   Serys é senadora desde 2003. É a primeira mulher mato-grossense a conquistar cadeira no Congresso Nacional. Seu mandato vence no próximo ano, mas ela quer mais. Se articula para concorrer à reeleição e está determinada, inclusive, a concorrer às prévias do PT, já que o deputado federal Carlos Abicalil também está de olho na candidatura de senador. Professora universitária aposentada, Serys começou na vida pública como secretária de Educação da Capital, em 1986. Dois anos depois teve uma passagem "relâmpago" no comando da mesma pasta do Estado à época do governo Carlos Bezerra. Se elegeu deputada estadual em 1990 e exerceu três mandatos na Assembleia. Neste período era tida como polêmica e radical e, na atuação como opositora aos governos Jayme Campos (91/94) e Dante de Oliveira (1995/2002), liderou vários protestos e ações na Justiça em defesa dos servidores e das chamadas minorias. Agora, no Congresso Nacional, a governista Serys é "paz é amor".

Postar um novo comentário

Comentários (22)

  • Ronan Jackson Costa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Até tu, Serys??? Quem diria!!!!!

  • Rafaela Domingues | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É D. Serys, quem te viu lutando contra a corrupção, nunca imaginava isso de voce.

    Agora voce está a na vala comum, e nunca mais eu voto em voce, eu e todos que eu avizar dessa maracutaia sua.

  • nayara | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    PUXA VIDA ISSO É BRASIL!!! ONDE TUDO CORRE FROXO, A JUSTIÇA LENTA IGUAL TARTARUGA UMA SENADORA DESSE TIPO NÃO MERECE UM VOTO SEQUER DEVIA ERA SER EXPULSA DO SENADO POR ISSO EU DIGO VAMOS SABER EM QUEM VOTAR VAMOS TIRAR DO PODER ESSE POVO DA BUTINA E SERYS JUNTO.

  • Dejanira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Mais que coisa, eu acredito que não tem mais jeito, e voce o que acha?

  • CILBENE CUNHA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    SANTOS E SANTAS DO PAU OCO...

  • Deusdel Ferreira de Sousa Filho | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É preciso abrir uma investigação para que essa assessora da nossa senadora seja obrigada a devolver o dinheiro do povo.
    Mas Serys, o que esta acontecendo com Vossa Excelência?
    Pra onde foram aquelas ideologias de fazer um mundo melhor para TODOS?
    Será que essa ilustre assessora se chama TODOS?

  • carlos alberto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    mais um politico,,,para envergonhar o nosso povo,,,,,,o povo merece o politico,que escolhem...

  • DANIEL LOPES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é Serys Marly, quando voce esteve em minha casa em Porto dos Gauchos ainda no ano de 1988 pedir voto para deputada estadual , voce me parecia uma pessoa que faria a diferença ou pelo menos fosse agir com lisura . Mas essa de pagar assessora nos EUA foi de lascar.
    NUNCA MAIS EM MINHA VIDA EU E MINHA FAMILIA VOTAMOS NA SENHORA.

  • Gilmar Maldonado Roman | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A nobre senadora quer fazer um mundo melhor para todos e já começou, pela sua assessora, vc não acha?

  • Pitter Johnson da Silva Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu escolhi a Senadora Serys. A sua atuação era digna de uma atriz de hollwyood ou mesmo da grande e inesquecíve Marília Pêra, pois nunca demonstrou que fosse igual a todos os políticos, se mostrava pessoa preocupada com a educação, com o social, enfim, com o Brasil.
    Cheguei inclusive a defendê-la perante uma professora aristocrata (colega da Serys na UFMT), quando ela disse que a Senadora não era aquilo que vendia...

    Serys, Parabéns ! ! ! És uma ótima atriz, mas o laço que segura a máscara já está frouxo e qualquer momento ela pode cair.

Ex-vereador recua para apoiar primo

divino 400 barra do bugres   Ex-vereador, ex-presidente da Câmara e empresário bem sucedido, Chico Guarnieri (PTB) não será candidato a prefeito de Barra do Bugres nas eleições deste ano. Guarnieri, que disputou a prefeitura em 2016, até ensaiou, mas recuou ao ver que o primo, pedetista Doutor Divino...

3 ex-prefeitos viram cabos eleitorais

percival muniz 400 curtinha   Dois candidatos de oposição em Rondonópolis têm ex-prefeitos como principais cabos eleitorais. O empresário Luiz Fernando, o Luizão (Republicanos), conta com apoio de Adilton Sachetti, que já comandou o município e perdeu na tentativa de reeleição, e...

3 candidatos competitivos em Sinop

roberto dorner 400   Apesar da "inflação" de candidatos a prefeito de Sinop, com cinco no páreo, a disputa tende a se acirrar mesmo entre o empresário Roberto Dorner (foto), do Republicanos e apoiado pela prefeita Rosana Martinelli (PL), o ex-prefeito e deputado Juarez Costa, que atraiu 10 partidos para o palanque, e o...

Ex-prefeito no páreo em Alta Floresta

robson silva 400 curtinha   Alta Floresta, uma das cidades pólos do Nortão, tem sete candidatos a prefeito. Um deles é Robson Silva (foto), empresário, ex-prefeito entre 93 e 96 e que concorre pelo MDB, mesmo partido do prefeito Asiel Bezerra, que está encerrando o segundo mandato e se tornou um dos principais...

Vice sinopense quer retornar à Câmara

gilson de oliveira 400 curtinha   O vice-prefeito de Sinop e apresentador de TV, Gilson de Oliveira (foto), resolveu concorrer a vereador, cadeira já ocupada por ele por dois mandatos, o primeiro pelo PSDB, entre 2005 e 2008, e, depois, pelo PSD (2009/2012). Foi candidato a deputado estadual duas vezes (2006 e 2010) e, como suplente da...

Vice que morreu na praia em Tangará

renato gouveia 400 curtinha   Assim que percebeu que não seria escolhido pelo prefeito Fabio Junqueira (MDB) como o candidato governista na briga pela Prefeitura de Tangará da Serra, ainda em junho, o vice-prefeito Renato Gouveia (foto), do PV, correu para os braços do tucano Vander Masson. Levou com ele uma chapa de 21...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.