Últimas

Quinta-Feira, 19 de Abril de 2007, 08h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Após escândalo, Alexandre recupera o prestígio


Petista ocupa
vaga de Ságuas
na AL, se
blinda e vira
articulador da
gestão Maggi, a
qual combatia

      O petista
Alexandre Cesar, denunciado pela Polícia Federal por uso de caixa 2 na campanha a prefeito de Cuiabá em 2004, assume a cadeira de deputado estadual na próxima semana e, sob a égide do mandato, consegue mais uma blindagem. Já tem a garantia do foro privilegiado como procurador do Estado. Graças a uma articulação do seu ex-adversário político, governador Blairo Maggi (PR), que abriu espaço ao PT na administração, Alexandre Cesar volta a ganhar poder interno e, de quebra, ainda se tornará um dos principais articuladores da legenda petista em defesa do atual governo. Em 2002, Cesar disputou o Palácio Paiaguás e foi derrotado pelo próprio Maggi. À época fez duros ataques ao hoje aliado.
      O novo deputado viu cair por terra o discurso da ética, da transparência e da moralidade após as eleições de 2004, quando disputou e perdeu a Prefeitura de Cuiabá. Além do processo em que foi acusado de fraude eleitoral, deixou a direção regional do PT atolada em dívidas. Para complicar sua situação, foi citado no relatório final do inquérito que apurou o dossiê antitucano. Embora não tenha sido responsabilizado, o delegado federal Diógenes Curado declarou, à época, haver fortes indícios de que "a oferta do dossiê" teve o apoio tanto de Cesar quanto do deputado federal Carlos Abicalil. Os dois trocaram várias ligações com o empreiteiro Valdebran Padilha no começo da negociação do dossiê.
     Mesmo sob acusação e mergulhado em desgaste, Alexandre Cesar concorreu a deputado estadual no ano passado e, com 18.412 votos, ficou na primeira suplência. Ele ocupará agora a vaga do deputado Ságuas Moraes, que passa a comandar a Educação, maior pasta da estrutura da máquina pública estadual.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Epitacio clemente | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O povo tem memória fraca, e os politicos se ajudam pra um esconder a sujeira dos outro. Isso só vai mudar qdo a população ter consciência que quem paga a conta somos nós. Oque acontece na politica de mato grosso ninguém entra ninguém sai, eles sempra dão um jeito de enrrolarem o povo e fazer conchavos.

  • pedro noronha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alexandre cesar e abcalil são tão aloprados quanto os aloprados seus amigos (Waldebran Padilha e cia), agora o Wilson Santos que faz coisa pior, tai!!! então Alexandre e Accalil podem estar tambêm.

  • regiane moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o alexandre foi e sempre será uma boa pessoa e eu como universitaria fico feliz por ele estar ganhando mais um lugar na camara de deputados.

  • Vilson Nery | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não estou de acordo com o modo de fazer política do Alexandre Cesar, mas é necessário lembrar que nem todo o esforço da gloriosa Polícia Federal e a dedicada exclusividade nas investigações do Ministério Público Eleitoral resultaram em processo e condenação. Significa dizer que houve muito barulho e nenhum resultado. Alexandre errou na condução administrativa do PT regional e também na direção (financeira e política)de sua campanha prefeito em 2004. Todavia NUNCA foi concluído inquerito que o indiciasse (eleitoralmente) e o Ministério Público Federal não obteve nenhuma condenação do Alexandre a esse título. Errou politicamente, e errou feio. Mas dizer o resto em relação ao Alexandre é exagero, inclusive a existência de eventual problema na Justiça Eleitoral. Politicamente o Alexandre continua errando, porque esse acordo com Maggi não está sendo recebido pela base do Partido os Trabalhadores, e o futuro deputado foi um dos defensores da idéia.

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.