Últimas

Quinta-Feira, 19 de Abril de 2007, 08h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

ARTICULAÇÃO

Após escândalo, Alexandre recupera o prestígio


Petista ocupa
vaga de Ságuas
na AL, se
blinda e vira
articulador da
gestão Maggi, a
qual combatia

      O petista
Alexandre Cesar, denunciado pela Polícia Federal por uso de caixa 2 na campanha a prefeito de Cuiabá em 2004, assume a cadeira de deputado estadual na próxima semana e, sob a égide do mandato, consegue mais uma blindagem. Já tem a garantia do foro privilegiado como procurador do Estado. Graças a uma articulação do seu ex-adversário político, governador Blairo Maggi (PR), que abriu espaço ao PT na administração, Alexandre Cesar volta a ganhar poder interno e, de quebra, ainda se tornará um dos principais articuladores da legenda petista em defesa do atual governo. Em 2002, Cesar disputou o Palácio Paiaguás e foi derrotado pelo próprio Maggi. À época fez duros ataques ao hoje aliado.
      O novo deputado viu cair por terra o discurso da ética, da transparência e da moralidade após as eleições de 2004, quando disputou e perdeu a Prefeitura de Cuiabá. Além do processo em que foi acusado de fraude eleitoral, deixou a direção regional do PT atolada em dívidas. Para complicar sua situação, foi citado no relatório final do inquérito que apurou o dossiê antitucano. Embora não tenha sido responsabilizado, o delegado federal Diógenes Curado declarou, à época, haver fortes indícios de que "a oferta do dossiê" teve o apoio tanto de Cesar quanto do deputado federal Carlos Abicalil. Os dois trocaram várias ligações com o empreiteiro Valdebran Padilha no começo da negociação do dossiê.
     Mesmo sob acusação e mergulhado em desgaste, Alexandre Cesar concorreu a deputado estadual no ano passado e, com 18.412 votos, ficou na primeira suplência. Ele ocupará agora a vaga do deputado Ságuas Moraes, que passa a comandar a Educação, maior pasta da estrutura da máquina pública estadual.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Epitacio clemente | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    O povo tem memória fraca, e os politicos se ajudam pra um esconder a sujeira dos outro. Isso só vai mudar qdo a população ter consciência que quem paga a conta somos nós. Oque acontece na politica de mato grosso ninguém entra ninguém sai, eles sempra dão um jeito de enrrolarem o povo e fazer conchavos.

  • pedro noronha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alexandre cesar e abcalil são tão aloprados quanto os aloprados seus amigos (Waldebran Padilha e cia), agora o Wilson Santos que faz coisa pior, tai!!! então Alexandre e Accalil podem estar tambêm.

  • regiane moraes | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    o alexandre foi e sempre será uma boa pessoa e eu como universitaria fico feliz por ele estar ganhando mais um lugar na camara de deputados.

  • Vilson Nery | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não estou de acordo com o modo de fazer política do Alexandre Cesar, mas é necessário lembrar que nem todo o esforço da gloriosa Polícia Federal e a dedicada exclusividade nas investigações do Ministério Público Eleitoral resultaram em processo e condenação. Significa dizer que houve muito barulho e nenhum resultado. Alexandre errou na condução administrativa do PT regional e também na direção (financeira e política)de sua campanha prefeito em 2004. Todavia NUNCA foi concluído inquerito que o indiciasse (eleitoralmente) e o Ministério Público Federal não obteve nenhuma condenação do Alexandre a esse título. Errou politicamente, e errou feio. Mas dizer o resto em relação ao Alexandre é exagero, inclusive a existência de eventual problema na Justiça Eleitoral. Politicamente o Alexandre continua errando, porque esse acordo com Maggi não está sendo recebido pela base do Partido os Trabalhadores, e o futuro deputado foi um dos defensores da idéia.

PEC da Previdência na pauta nesta 5ª

dilmar dal bosco 400 curtinha   A polêmica e controversa PEC da Previdência, apresentada pelo governador Mauro, deve ser apreciada nesta quinta, em primeira votação, pelos deputados. O Executivo conseguiu os votos mínimos necessários para conseguir aprovação. Deputados da oposição...

Caminho bem consolidado à reeleição

leonardo 400 curtinha   Dos prefeitos que podem ir à reeleição de cidades pólos, o que encontra situação mais confortável é Leonardo Bortolini, o Léo (foto), de Primavera do Leste. Bem articulado e habilidoso politicamente e com uma relação extensa de obras e...

PSDB e balão de ensaio para prefeito

paulo borges 400 curtinha   Bastante enfraquecido e fragilizado, após perda do comando do Executivo estadual e de quadro de filiados, o PSDB anuncia que terá candidato a prefeito de Cuiabá. E até lista três "prefeitáveis", sendo eles os empresários Luiz Carlos Nigro e Dorileo Leal, além do...

Grupo de Fabinho ávido pelo poder

fabio tardin 400 vereador   Uma ala do DEM de Várzea Grande, que se sente excluída do Paço Couto Magalhães, está torcendo pela cassação da prefeita Lucimar e do vice Hazama. O placar do julgamento no TSE está em 2 a 1 pela manutenção do mandato. Esse bloco anti-Lucimar é...

Vereadores oficializam 2 férias por ano

emerson 400 alta floresta curtinha   Os vereadores de Alta Floresta, no Nortão, aproveitaram este período de pandemia, com as atividades presenciais suspensas, para garantir dois períodos de "férias" por ano. Em decisão desta segunda, a Câmara Municipal, presidida por Emerson Sais Machado (foto), alterou o...

Comissão da Câmara sob efeito-Covid

renivaldo 400 curtinha   Em meio às discussões sobre transparência e compras emergenciais de medicamento, insumos e equipamentos às unidades de saúde, na luta contra a pandemia da Covid-19, a Câmara de Cuiabá criou uma Comissão Especial, composta por três vereadores. Tem a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Até dezembro, o IFMT terá eleição para Reitoria. Quem você acha que será eleito dos candidatos abaixos?

Deiver Alessandro

Julio Santos

Nenhum deles

Não tenho ideia

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.