Últimas

Sábado, 26 de Abril de 2008, 10h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:20

OPERAÇÃO MADONA

Após prisão de 9, postos agora reduzem preços

  Dois dias após a Operação Madona que prendeu nove empresários do ramo do combustível e que investiga a formação de cartel, os consumidores já puderam sentir diferença no bolso. Os preços do álcool e da gasolina caíram e os postos já começam a ter filas de carros para abastecer.

  A gasolina, que antes estava sendo comercializada em média por R$ 2,87 em Cuiabá, baixou cerca de R$ 0,20 e já pode ser encontrada por até R$ 2,65 em alguns estabelecimentos. Já o álcool está sendo vendido por R$ 1,25, uma diferença de até R$ 0,30.

  A baixa nos preços já era previsto pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Desde quinta, a diferença já podia ser notada, mas discretamente. Alguns postos registraram os preços mais baixos somente nas bombas, só que os cartazes continuavam informando os preços antigos. De acordo com a coordenadora do Gaeco, Eliana Maranhão, os empresários podem estar com medo de alterar os preços e sofrer represália.

   Efeito Madona 

  O Gaeco desencadeou a Operação Madona na quarta (24). Nove pessoas foram presas. Foram para a cadeia o presidente do Sindipetróleo, José Fernando Chaparro,  e o gerente da factoring de João Arcanjo Ribeiro, Nilson Teixeira, além dos empresários Orisvaldo Jacomini, Daniel Locatelli, Bruno Borges, Marco Roseano da Silva, Paulo Roberto da Costa Passos, Gercio Marcelino Mendonça Júnior e o advogado Valdir Chechet Júnior.

  Cinco empresários já foram soltos: Daniel Locatelli, Gércio Marcelino Mendonça Júnior, Bruno Borges, Waldir Checheti e Marco Roseano da Silva. A expectativa é que Chaparro, Nilson Teixeira e os demais também sejam libertados, após prestarem depoimentos. Eles responderão pelos crimes de formação de cartel, formação de quadrilha, corrupção, crime contra a ordem econômica e dumping (prática de abaixar os preços para prejudicar empreendimentos menores e dominar o mercado com preços altos). (Alline Marques)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • low cost auto insurance | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    EM NOME DA DRA ELIANA MARANHÂO, E COMO UM IDIÓTA CONSUMIDOR DE COMBUSTIVEL, GOSTARIA DE PARABENIZAR TODO O PESSOAL DO GAECO, RESTA A JUSTIÇA FAZER SUA PARTE.!

  • Anônimo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

Sob efeito-cavalo paraguaio em ROO

thiago muniz 400 curtinha   Em Rondonópolis, o candidato a prefeito, vereador e empresário Thiago Muniz (foto), se transformou num cavalo paraguaio, expressão muito usual no futebol quando se refere a um time que dispara no início do campeonato mas, lá pela metade, começa a cair pelas tabelas. Acreditava-se...

Lula na TV deve afundar mais Julier

lula 400   O advogado Julier Sebastião da Silva, que disputa pela segunda vez a Prefeitura de Cuiabá - na primeira, em 2016, pelo PDT, ficou em terceiro lugar e, agora, pelo PT -, levou para o seu horário eleitoral o ex-presidente Lula (foto). A participação, com pedido de voto para Julier, da maior...

Na contramão dos investimentos

jose wenceslau 400 curtinha   Ao invés de reconhecer e aplaudir a iniciativa do governo estadual, que anunciou investimentos de R$ 9,5 bilhões em obras e ações, sendo R$ 6 bilhões (63%) de recursos próprios, a Fecomércio-MT, sob José Wenceslau Júnior (foto), reagiu com críticas....

Filho de ex-deputado rumo a vereador

willy taborelli 400   O coronel PM da reserva e ex-deputado estadual Perry Taborelli, que concorreu e perdeu para prefeito de Várzea Grande em 2016, lançou de novo o filho à cadeira de vereador. Trata-se do jovem advogado Willy Jacyntho Taborelli (foto), de 32 anos. Desta vez, ele concorre pelo PV. Na eleição...

Beto vê aliado como mais preparado

wellington marcos 400   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (MDB), tem sido um cabo eleitoral fundamental para o candidato à sucessão municipal, advogado e atual vice-prefeito Wellington Marcos (foto), do DEM. Beto, que está concluindo o segundo mandato consecutivo com 80% de aprovação popular,...

Produtores e a unificação de eleições

antonio galvan 400 curtinha   Mato Grosso pode ter três eleições no mesmo dia, 15 de novembro. Isso porque, além das municipais e a suplementar ao Senado, alguns produtores rurais se movimentam para que a escolha do novo presidente da Aprosoja também seja na mesma data das eleitorais. Inicialmente, o pleito da...