Últimas

Sábado, 08 de Agosto de 2009, 11h:09 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

CÂMARA DE CUIABÁ

Após ser cassado, Leite cura "ressaca" com viagem

   Dois dias após a cassação, Ralf Leite (PRTB) demonstra tranquilidade e, principalmente, alívio por deixar de ser o centro das atenções na Câmara de Cuiabá. Neste sábado (8), em tom sereno que em nada lembra o vereador tenso e desesperado com o futuro político diante dos sucessivos escândalos, Ralf disse ao RDNews que resolveu viajar logo após a sessão da última quinta (6), em que perdeu o mandato. Talvez para curar a "ressaca" da sessão tensa e desgastante, em que perdeu a compostura, esbravejou, reclamou que estava sendo condenado à pena de morte. Pouco antes do presidente da Mesa Diretora, Deucimar Silva (PP), anunciar oficialmente a cassação, Ralf deixou o plenário de cabeça baixa e, em silêncio, para não ter que falar com os repórteres.    

   Com fama de brigão e playboy, o vereador eleito pelo PRTB foi questionado se viajou para "esfriar a cabeça". Respondeu que apenas visitava um parente distante. Disse, por outro lado, que pretende conversar com a imprensa tão logo retorne a Cuiabá. “Assim que chegar, vou conversar com vocês sobre tudo que aconteceu”, informou, demonstrando segurança e bom humor, talvez por prever o retorno, triunfante, à Câmara. 

   Indagado sobre o recurso que pretende ingressar na Justiça na tentativa de retornar ao cargo, Ralf disse que o advogado de defesa Alfredo Gonzaga “está cuidando disso”. Procurado pelo RDNews, Gonzaga confirmou que vai recorrer à Justiça já na próxima semana. “Estou agora numa reunião tratando justamente sobre isso”.

   Apesar de Ralf contar com a anulação do resultado da sessão plenária em que perdeu o mandato, há jurisprudência que o desfavorece. Em dezembro de 1992, diante da mesma pressão popular do Caso Ralf, o Senado cassou o mandato do então presidente Fernando Collor de Melo, em votação aberta, e decretou a perda de seus direitos políticos por 8 anos. Collor renunciou ao mandato antes do início do julgamento, mas a sessão teve continuidade, o que foi criticado por muitos juristas. Ralf, por sua vez, optou por continuar no cargo até o fim, sob o argumento de que não tinha nada a temer.  (Andréa Haddad e Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • William | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Intão...

    Viagem é sempre muito bom, principalmente para quem precisa do esquecimento da população.
    Não deve ser fácil o dia a dia deste menino, que imaturo, acreditou que fosse o Poder.
    Há um ditado antigo que diz:

    Formiga quando cria asa, morre

    No estágio em que se encontra, confrontar a verdade mentindo para si próprio só trará mais problemas pessoais, a nossa consciência é o nosso pior castigo.
    Acredito que este foi um grande ensino a muitas pessoas que criam imagens para representar pessoas, pior ainda, para representar interesses de um grupo.
    O marketing cria, impressiona, caracteriza, etc; mas dignidade e carater é algo que está muito além de meias palavras.
    Infelizmente, todos nós fomos atingidos, somos responsáveis por aqueles que nos representam.
    Esse guri já foi tarde.

    William

  • MARCO ANTONIO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu disse essa cara e um mala sem alça ele era pit boy, adorava dar tiro bater fazia e acontecia na noite cuiabana, mais o povo gosta de vereadores desse tipo mais ainda fal Lutero Ponce. tinha muitos vereadores novos e com ideias de melhoria pra nossa cidade ex: João Emanuel, Lilo pinheiro, Leonardo Oliveira, Lucieder Luz, Fernando e muitos outro jovens só que politica e dinheiro ou influência. POR FAVOR CUIABANOS E MATOGROSSENSE 2010 ESTA CHEGANDO N/ VENDA SEU VOTO POR DENTADURO SACOLÃO, ATERRO E OUTRO VOTE EM QUE O MELHOR PRA VC E SUA COMUNIDADE. OK ( FALTA VC LUTERO PONCE ).

  • leonir frança pereira | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    olha, eu acho que agora todos, incluindo a imprensa, deveria deixar o ralf leite em paz. não votei nele, não sou seu fã, no entanto, estão tentando o rapaz como se ele fosse diferente dos outros, dos seres humanos normais, com suas limitações, vicios, problemas interpessoais, enfim, a imprensa deveria fazer uma avaliação de todo esse episódio e com certeza, aqueles jornalistas de bom senso, vão perceber que houve exageros. na minha opinião o seu julgamento não foi por questões poíticas, e sim por sucessivos episódios particulares em que se meteu. olha, vamos ser coerentes, se forem investigar a vida particular desses vereadores que julgaram ralf leite, eu duvido, duvido, duvido, que sobra alguém que tenha a vida acima do bem e do mal, que seja um anjinho. não gosto de injustiças, muito menos de alguém querer se passar por bacana as custas da desgraça do outro, e com certeza, tem alguns vereadores se passando como justiceiros, corretos, integros, e sinceramente, não suportariam a mínima investigação de suas vidas pregressas. vamos parar de ser hipócritas, a saída de ralf leite da câmara não vai melhorar em nada o sofrível desempenho parlamentar desses que lá estão, talvez por isso queriam um bode expiatório para mostrar que estão trabalhando, mostrando serviço com a desgraça de um colega. vamos aguardar agora o comportamento desses que jogaram pedra para ver se suas vidraças suportam pressões populares e uma radiografia de suas histórias pessoais.

Reconhecimento de um governo ruim

pedro taques 400   Pedro Taques (foto) recorreu a uma observação feita pela mãe, professora Eda Taques, de que fora melhor senador do que governador. No horário eleitoral, o candidato ao Senado, agora pelo SD, menciona a frase da mãe para, em seguida, dizer que reconhece que sua atuação em...

Apoiado por deputados bolsonaristas

jose medeiros 400 curtinha   Um dos vice-líderes do Governo Bolsonaro na Câmara, o deputado José Medeiros (foto), do Podemos, vem recebendo apoio na disputa ao Senado de vários parlamentares bolsonaristas. O chamado núcleo duro do presidente no Congresso Nacional está com Medeiros, entre eles os deputados...

Justiça barra ficha suja em Poconé

clovis martins 400   A Justiça Eleitoral barrou em Poconé o ex-prefeito Clovis Damião Martins (foto), considerado ficha suja. Está inelegível por oito anos. Filiado ao PTB, ele foi condenado pelo TCU por irregularidade insanável que configura ato doloso de improbidade administrativa. Enquanto...

3 estão fazendo pesquisa em Cuiabá

Três institutos de pesquisa entraram em campo na capital nesta semana para levantar as intenções de voto para prefeito. São eles: Malujoa Comunicações, que geralmente divulga os resultados no site Olhar Direto; a Voice Pesquisas e Comunicação, do site Midianews; e Real Time Big Data. A Voice poderá tornar públicos os números apurados da pesquisa a partir de segunda (26), enquanto os outros dois estão autorizados...

Marino enaltece Leitão para o Senado

marino franz 400 curtinha   O empresário e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz (foto), anunciou apoio a Nilson Leitão (PSDB) para o Senado. Disse que conhece o candidato tucano de longa data, desde quando este foi prefeito de Sinop e assegura que Leitão é preparado, representa muito bem a região e o...

Magali de fora em General Carneiro

magali vilela 400   A ex-prefeita de General Carneiro, Magali Vilela (foto), que se lançou novamente à disputa ao Executivo, foi barrada pela Justiça. Teve o registro indeferido, já que está inelegível por ter sido condenada à suspensão de seus direitos políticos em...