Últimas

Quinta-Feira, 26 de Junho de 2008, 23h:08 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:21

INVESTIGAÇÃO

Até desembargador entra na lista suja do TCU

Desembargador José Ferreira Leite teve contas rejeitadas pelo TCU O nome do desembargador José Ferreira Leite, por causa de pendências de quando atuava no Pleno do TRE-MT, figura entre os 100 nomes de gestores ou ex-gestores de Mato Grosso na lista do Tribunal de Contas da União divulgada nesta quinta. A relação foi entregue ao Tribunal Superior Eleitoral. Ao todo, traz nomes e dados de mais de 3 mil gestores públicos, entre ministros, secretários estaduais e prefeitos, entre outros. Eles podem ser impedidos de disputar as eleições de outubro. Os dados se referem a contas públicas apresentadas pelos gestores que foram consideradas irregulares pelo tribunal.

Ex-secretário de Educação, Oswaldo Sobrinho  Constam também vários ex-prefeitos mato-grossenses, como Devair Valim (Nobres), Roberto França (Cuiabá), Sebastião Treme-Terra (Chapada dos Guimarães) e Fernando de Carvalho (Rosário Oeste). Também entraram na lista suja do TCU os ex-secretários de Estado de Educação, Natal da Silva Rêgo e Oswaldo Sobrinho, assim como diretores dos Correios, da Caixa Econômica dos Tribunais Regional do Trabalho e até do Crea-MT.

   Com os dados do TCU em mãos, as candidaturas dos gestores citados podem ser declaradas impugnadas, impossibilitando a eleição do político ou autoridade. Os dados completos dos gestores, incluindo nome, município, Estado e o órgão mencionado estão no site do TCU. As informações se referem a gastos relativos aos últimos cinco anos.

   Na lista, há referências a gastos irregulares de políticos. O TCU informou, no entanto, que os candidatos às eleições de outubro têm até o dia 5 de julho deste ano para apresentar documentos relativos às contas analisadas pelo tribunal. Dessa forma, podem regularizar as contas junto ao tribunal até o início de julho, caso decidam disputar as eleições municipais.

  • Veja a relação completa aqui

   O TCU não declara a inelegibilidade de responsáveis por contas julgadas irregulares. Essa competência é da Justiça Eleitoral. Ao tribunal cabe apresentar a relação das pessoas físicas que se enquadram nos requisitos legais. Para a elaboração da lista, o TCU utilizou informações do cadastro de contas julgadas irregulares do próprio tribunal, que é um cadastro histórico que reúne o nome de todas as pessoas, físicas ou jurídicas, vivas ou falecidas que têm ou não de cargo público, mas cujas contas foram julgadas irregulares pelo TCU.

Como a eleição, em primeiro turno, será dia 5 de outubro, foram julgadas as contas no período compreendido entre 6 de outubro de 2003 e 5 de outubro de 2008.

Quem de MT está na "lista suja" do TCU

Advan Alves Diniz - Ribeirão Cascalheira
Alaíde Amália Poquiviqui - Fundação Nativa (MEC)
Alcenor Alves de Souza – Alto Paraguai
Aloísio Coelho de Barros – Cáceres (2 processos)
Alter Alves Ferraz – extinto DNER
Antônio Didonet – Ministério da Agricultura em MT
Antônio João de Barros Neto – Funsa em Nortelândia
Antônio Tintino Calado - Tabaporã
Aurino Rodrigues da Silva - Arenápolis
Aurysandra Cebalho de Barros - Campo Novo do Parecis
Beatriz Helena Canavarros Mônaco - Rosário Oeste (2 processos)
Braz Pereira da Silva - Ponte Branca (2 processos)
Carlos Batista da Silva - Lambari D Oeste (5 processos)
Carlúcio de Freitas Borges - Prefeitura de Cuiabá
Ciro Siqueira Gonçalves Sobrinho - Barão de Melgaço (2 processos)
Cláudio Antonio Marques Jesus - Colíder
Cláudio César Gottfried dos Santos – CEF – Agência Coxipó em Cuiabá
Cleomenes Neris Costa - Santa Terezinha
Clóvis José de Siqueira - Prefeitura de Planalto da Serra
Dante Santullo Júnior - Funasa
Delsuc Davi - Prefeitura de Jauru
Demilson Nogueira Moreira - Ponte Branca (2 processos)
Deusimar Carmo Cândido - Alto da Boa Vista (4 processos)
Devair Valim de Melo – Nobres (3 processos)
Edson Gonçalves – Santo Antônio de Leverger
Edson José da Costa – ECT-MT
Eduardo José Gil do Amaral - Itiquira
Eduardo Sortica de Lima – CEF de Arenápolis
Eliseu dos Santos Neto - Ribeirão Cascalheira (3 processos)
Elmo dos Santos Bertinetti – Secretaria de Saúde de MT
Elza bispo de Oliveira – CEF de Cuiabá
Fernando Luiz de Carvalho - Prefeitura de Rosário Oeste
Francisco Campos de Oliveira – extinto DNER
Francisco de Assis Tenório - Peixoto de Azevedo (2 processos)
Geraldo Eustáquio de Carvalho - São José do Povo
Gilmar Aparecido Passarini -  Funasa
Gilson Ambrósio - Secretaria estadual de Saúde
Hélio Vitorino Silva - Querência
Irineu de Araújo - Crea/MT
Iron Marques Parreira - Confresa
Joamir Fontes da Silva – ECT
João Batista de Almeida - Nossa Senhora do Livramento (3 processos)
João Lourenço Bertinetti - Matupá
Joaquim Matias Valadão - Campinápolis
Jonas Corrêa da Costa - Hospital Júlio Muller
José Alves de Oliveira – CEF em Cuiabá
José Antônio Mesquita - Araguainha
José Carlos do Nascimento - Porto Alegre do Norte
José Ferreira Leite – TRE/MT
José Gonçalves Filho – Jauru (2 processos)
José Marcelino Barbosa – CEF de Peixoto de Azevedo
José Meireles - Prefeitura de Cuiabá
Leandro Alves Feitosa -  Tesouro (2 processos)
Leonísio Lemos Melo Júnior - Peixoto de Azevedo (2 processos)
Liana Postal - Colíder
Lionídio Benedito das Chagas – Vila Rica
Louri Ceron Bertinetti - Matupá
Luiz Carlos Alves da Cruz - Lambari D Oeste (2 processos)
Luiz Carlos Machado - Porto Alegre do Norte
Luiz Roberto da Fonseca – TRE-MT
Luiz Vicente de Arruda Falcão - Poconé
Marcelo de Oliveira e Silva - Prefeitura de Cuiabá
Maria Aparecida Pardinho Formigoni - Nova Canaã do Norte
Marines Gaviolli - Colíder
Mauro Sérgio Pereira de Assis - Confresa
Milton Gonçalves da Silva - Canabrava do Norte
Milton Otani Nepomuceno - Vila Bela da Santíssima Trindade
Mônica de Campos Moraes Frias – CEF
Munil da Silva Taques - Barão de Melgaço (2 processos)
Natal da Silva Rêgo - Secretaria Estadual de Educação (3 processos)
Natanael Matos Nascimento - Arenápolis
Nelson Guedes – Colíder (2 processos)
Névio Lorenzet - Nova Xavantina
Nilson Pereira Lima - Canabrava do Norte
Odete Lopes de Brito - Luciara
Olacil Paulo da Silva -  ECT
Olinda Costa Saggin – Torixoréu (2 processos)
Osvaldo Roberto Sobrinho - Secretaria Estadual de Educação
Otaviano Cordeiro Barroso – Rio Branco
Paulo Afonso Pereira Inez de Almeida – Torixoréu (2 processos)
Pedro Pereira de Oliveira – TRT - 14ª Região
Pedro Reindel Fonseca (já falecido) - Chapada dos Guimarães
Reginaldo Cezário Corrêa - ECT
Reginaldo Santos – DRT-MT
Reginaldo Sérgio Martins de Menezes – ECT - Diretoria de MT
Reinaldo Botelho - São José dos Quatro Marcos
Roberto França Auad - Prefeitura de Cuiabá
Robson Luiz Soares da Silva - Alta Floresta
Sebastião Antônio da Costa - Campinápolis
Sebastião Caetano de Freitas - Conselho Regional de Economia - 14ª Região
Sebastião Carlos Toledo - Nova Xavantina (2 processos)
Sebastião Moreira da Silva (Treme-Terra) - Chapada dos Guimarães (2 processos)
Sérgio Navarro Vieira - Secretaria Estadual de Saúde
Varley Lopo da Costa - ECT
Walter Miranda da Fonseca – TRE-MT
Yolanda de Gois - Vale do São Domingos
Zilda Maria de Bona Sartori Stangherlim - Castanheira

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Milton Ribeiro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, o termo LISTA SUJA, da à relação que contem nomes uma conotação capiciosa e um tanto temerosa quando se aponta pessoas!

    As vezes um convênio, cuja prestação de contas não foi bem sucedida, ou alguma coisa que não foi usurpação de verba pública, mas que por excesso de zelo, pode se cometer injustiças.
    Além de que o Governador, Prefeitos, Presidentes, etc... dificilmente debruçam em numeros, em convênios, a função é política, e aí às vezes a burocracia atrelada a falta de preparo adequado, ocorre injustiças de nivelarem os ladrões do dinheiro público com gestores que não usaram ma- fé.
    Não estou querendo defender ninguem, pelo contrário. Tambem fui gestor, sei que às vezes minha equipe me achava muito exigente,mas aí está o resultado! Portanto acredito que o Cidadão que aceita um cargo de confiança do Prefeito ou do Governador, deva ser responsável e ter a ombridade de vir a público e assumir a sua imcompetência, não deixar seu Chefe que passe por esses dissabores.

  • algusto cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    nesta lista só falto o ex prefeito de nortelandia rodomildo rodrigues silva, não deve esta nesta lista por razão de que o prefeito atual cubriu suas falcatruas que ele fez na cidade, na epoca ele deixo de apoia um candidato do seu partido para que o seu nome não constace nesta lista

  • Fernando | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Edson Gonçalves(PSDB) q vergonha para leverger a sua pessima administração o seu nome suja a imagem de santo antonio, ta faltando o nome tambem do EX prefeito Eduardo belmiro o prof Edu(PSDB),o atual prefeito faustino encobriu todas as suas falcatruas senão era nome certo nesta lista, 2009 faustino(DEM) ja é um forte candidato a entrar para envergonhar leverger PSDB e DEM DE SANTO ANTONIO ESTA MUITO BEM REPRESENTADOS.

  • CIDADÃO DESESPERANÇADO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Voce me desculpe Milton Ribeiro,mas o dia que voce encontrar 01 prefeito,01 governador,um presidente honesto me apresente, eu até entendo que deva ter algum parente seu,mas quando o nome de um mané da esquina sai no SERASA voce não defende tanto assim

  • Professora Adalgisa | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Alguém lá do TCU se esqueceu de colocar o ex-prefeito de Tangará da Serra Jaime Luiz Muraro na lista. Ou alguém tá lucrando em protegê-lo? Como dizem os jornalistas, perguntar não ofende.

  • Fabio Augusto | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Edson Gonçalves de Leverger já esta fazendo escola
    o filho dele Edgar Neto.

  • vilmar do Carmo Adorno | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Primeiramente parabenizar o TCU por disponibilizar a relação de gestores que tiveram problemas em suas contas. O termo lista suja esta corretíssimo. Podemos observar que a lista não é tão grande assim!
    Destarte, não são todos os candidatos que figuraram na famigerada lista, acredito que falta muia gente. Quanto ao preparo ou não do gestor isso é outra história, o fato é que a população estará atenta aos candidatos como nome em lista suja.
    Em singela analogia, o cidadão que tiver com o nome inserido em órgãos de proteção do crédito, logo, estará impedido de tomar posse em cargo público após lograr êxito em concurso público, não tendo, o mesmo critério para o político assumir o cargo de prefeito de uma cidade.
    As exigências para ser candidato deveriam ser muito mais rigorosas, mesmo porque, irão gerenciar ou defender o interesse público. Que me perdoe o meu amigo Milton Ribeiro, o certo, é a sociedade não votar em candidatos que passeiam em listas sujas - não foi atoa que o TCU disponibilizou a referida listagem.

  • divina ap. lima martins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    acho que esses politicos de confresa que estão na lista suja do tcu ,, devia tomar vergonha na
    cara .....
    bando de coruptos.......
    que dizem que querem o bem do municipio....
    eles querem mesmo é o bem das suas contas bancaria....

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...