Últimas

Sábado, 12 de Dezembro de 2009, 22h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

MANIFESTAÇÃO

Ato contra corrupção vira fiasco; PT e PSDB comparecem



Grupo se reúne na praça da República e nem se arrisca a sair em caminhada, diante do fracasso do evento

   A 1ª Caminhada pela Ética, Cidadania e Transparência, realizada neste sábado, só conseguiu reunir meia dúzia de pessoas, assim mesmo contando com militantes do PT, partido que se igualou aos demais e jogou no lixo o carimbo de ético e transparente, assim como do PSDB, que também se vê na berlinda devido ligação de alguns representantes em escândalos. Os organizadores, que se reuniram na praça da República para iniciar a caminha pela avenida Getúlio Vargas, se mostrado decepcionados com tamanho fracasso do movimento e pela ausência das chamadas massas populares. Tinha mais repórteres, cinegrafistas e fotógrafos cumprindo pauta, do que manifestantes.

Ademar Adams, da Ong Moral, vê boicote de políticos  Gilmar Brunetto, da Ong Moral, afirma que o ato não teve êxito por falta de estrutura. Em caminhada, as cerca de 20 pessoas presentes não chamariam a devida atenção. “Correríamos o risco de sermos atropelados por uma moto, de tão pouca gente que veio”, brincou. O diretor-administrativo da Moral, Ademar Adams, acredita que o fiasco do ato ocorreu por causa da própria corrupção. Ele explica que o objetivo da caminhada era ser uma grande marcha para marcar o Dia Internacional de Combate à Corrupção, ocorrido na última quarta (9), e chamar atenção da sociedade para o papel de fiscal. Mas tudo indica, conforme Adams, que o ato foi sabotado por influência de políticos mato-grossenses em Brasília, que impediram a participação efetiva da Controladoria-Geral da União em Mato Grosso (CGU), que convocou o ato juntamente com o Movimento de Combate à Corrupção (MCCE) e outros movimentos sociais.

   A Ong levantou a suspeita após Arnaldo Gomes Flores, da CGU, um dos que mais combateram a corrupção no Estado de Alagoas, afirmar que não iria partcipar da manifestação alegando “ordens superiores” para abortar o ato. Representantes da Ong acreditam que políticos de MT envolvidos em escândalos “mexeram os pauzinhos” em Brasília para impedir que a sociedade fosse alertada e lembrada de tantos escândalos nacionais. “O escândalo das obras do PAC é o mais recente e as verbas nem eram tão grandes assim. Então, o que nos preocupa é que, se os culpados não forem punidos, o que poderá acontecer com os bilhões que virão para a Copa do Mundo de 2014?”, questionou o presidente do MCCE, Antônio Cavalcanti, o Ceará.

   O pequeno grupo pretendia distribuir 5 mil cartilhas com o título “Olho Vivo no Dinheiro Público”, editada pela CGU. "A sociedade precisa ser alertada o quanto antes. Estamos engatinhando na direção de denunciar problemas de corrupção. Se a sociedade não estivesse atenta, não seriam descobertos os escândalos das sanguessugas, o mensalão, a caixa-preta e o crime organizado. Por isso, atos como este não podem ser impedidos de acontecer”, disse Ceará.

   Várias faixas foram colocadas na praça da República para chamar a atenção de quem passava por ali. Nelas, as entidades organizadoras destacavam que a corrupção mata porque, a cada R$ 50 mil desviados no Brasil, uma pessoa morre por falta de saneamento, saúde e má alimentação. Outro dado levantado pela CGU que constava nas faixas era de que a corrupção custa aos cofres públicos R$ 100 bilhões por ano.


   Até às 9h, quase todos que estavam em concentração na praça eram políticos ou representantes de movimentos sociais. Vilson Aguiar, reeleito à presidência do PT de Cuiabá, apareceu de bermuda e uma camiseta de vermelha, cor do seu partido, assim como a ex-vereadora petista Enelinda Scala, e o fundador da legenda no Estado Urbano Reis, o Índio. A presidente da subsede Cuiabá do Sintep, Helena Maria Bortolo, derrotada a vereadora em 2008 pelo PT, os vereadores tucanos Roosevelt Coelho e Antonio Fernandes, também apareceram na praça. Pedro Taques, procurador da República e pré-candidato ao Senado, era aguardado. Por telefone, ele informou ao RDNews que não sabia se iria ao ato porque estava aproveitando o sábado para pagar contas. Quem esperava Taques cansou. Ele não apareceu na praça. (Adriana Nascimento)




Representantes de entidades, como Sintep, MCCE e Ong Moral, expõem faixas de apelo contra corrupção
Fotos: Josinei Moreira

Postar um novo comentário

Comentários (23)

  • Gedeão | Quinta-Feira, 02 de Fevereiro de 2012, 06h42
    0
    0

    O povo não quer o fim da corrupção. O que todos querem é sua vez de botar a mão na bufunfa.

  • matilde | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Acontece que o povo cada dia mais esta perdendo a esperança de que algo pode acontecer com os corruptos. é só ver os jornais, os mesmos posam rindo da nossa cara. NADA DÁ EM NADA, NINGUEM DEVOLVE O DINHEIRO. PERDERAM ENFIM A VERGONHA NA CARA E O POVO A ESPERANÇA DE VE-LOS ATRAZ DAS GRADES, E CONDENADOS... ASSIM CADA um está tentando viver a vida a parte do que representa a politica, e a justiça QUE MUITAS VESES PARECE SER PARCEIROS DOS MESMOS

  • Alexandre do Espírito Santo Almeida | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Essa caminhada devia ter outros nomes,como por exemplo: CAMINHADA A FAVOR DO DINHEIRO NA MEIA,CAMINHADA A FAVOR DA PROPINA,CAMINHADA A FAVOR DAS FRAUDES EM LICITAÇÕES....E POR AI VAI...Tenham certeza que ia aparecer muita gente,poderiam aparecer MASCARADOS,mais iam....Ai a caminhada seria um sucesso...

  • joão pedro de campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    é isso ai pessoal parabens pela forssa de vontade. não para não porque hj vcs são poucos mas amanha podem ser bastante. eu sei que tem muita gente grauda torsendo pra vcs não chegar a lugar nenhum mas eu boto fé nesse grupo, vamos acabar com essa maldita corrupição, nota (10) ficou shoou a praça ok. mande convite pro interior ok?

  • Jair | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Hilda Suzana Veiga | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Grande Timoneiro disse muito propriamente que, para se iniciar uma Grande Marcha, é necessario o primeiro passo.
    Em Cuiabá o primeiro passo foi corajosamente dado pelos companheiros presentes no ato que vcs descreveram.
    Nao pensem que pela pouca participação o evento passou despercebido por nosso povo cuiabano.
    Nossa gente de todas as camadas sociais não aguentam mais o descaso com a COISA PUBLICA (RES PUBLICA)!
    os poucos representados no ato certamente se multiplicarão e em breve, nossa capital verá milhares de pessoas indugnadas e sem medo, lutando e empunhando bandeiras por uma causa que não é nossa, mas sim de todo o cidadao cuiabano, matogrossense e brasileiro.
    Pela extipação deste cancer de nossa vida pública.

    GUERRILHEIROS VIRTUAIS

  • DUARTE | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    É BRINCADEIRA, NA FAIXA DA ONG MORAL: MOBILIZANDO O POVO P/ FAZER O CONTROLE SOCIAL...

  • paulo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Tudo isso tambem serve para provar que essas ONG,S tambem nao tao com nada e querem aparecer so quando a vaca ja esta morta, todos vem comentarios nos meios de comunicaçao onde falam mal de 2 ou tres politicos para outros fecham os olhos.

  • Helio Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Por quê esse povo da fotografia acima não levantaram nem um dedo seque quando eu lutei contra 6 deputados e 2 senadores envolvidos na mafia dos sanguissugas, em MT.

    Ética tem que ter querência.
    Ética é valor intrinseco.
    Ética, olhe para detro de si, ética esta nos seus atos, na sua consiencia, no seu carater.

  • DONIZETE SENA RODRIGUES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A TURMA DO PT, AGORA QUE APARECER NA MEDIA, JA FAZ SETE ANO QUE ESTA COM A TURMA DA BOTINA, E NAO FEZ NADA PARA O POVO DE MATO GROSSO, SAI FORA PT ???

Com certidão pra disputar 1ª suplência

dito lucas 400 curtinha   Filiado ao Podemos, Dito Lucas (foto), que entrou de última hora como primeiro-suplente da chapa ao Senado encabeçada por José Medeiros, assegura que vai apresentar novamente sua certidão junto à Justiça Eleitoral, de modo a provar que sua candidatura é legítima....

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...