Últimas

Domingo, 15 de Abril de 2007, 00h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

INFRAESTRUTURA

Audiências debatem novo traçado na BR-158

   Três audiências públicas, uma delas programada para este domingo, estão mobilizando a população do Araguaia no debate à proposta de mudança do traçado da BR-158. Os líderes políticos levantaram discussão sobre a necessidade de alterar o um trecho da rodovia, a partir da decisão do juiz federal José Pires da Cunha, da 5ª Vara de Cuiabá. O magistrado considerou criado a reserva indígena Suia-Missu, com cerca de 165 mil hectares nos municípios de São Félix do Araguaia e Alto Boa Vista.

   Neste sábado, o deputado estadual Adalto de Freitas, o Daltinho (PMDB), liderou uma audiência pública em Bom Jesus do Araguaia. Neste domingo será em Terra Nova Dourada e, na segunda, em Alto Boa Vista.

   Uma das maiores rodovias federais em Mato Grosso, a 158 possui 900 km, de Barra do Garças a Vila Riva. Cerca de 400 km ainda estão sem asfalto, compreendendo do trecho de Ribeirão Cascalheira a Vila Rica. A pavimentação desse trecho está inserida no Programação de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo Lula.

   O maior entrave, porém, é a reserva Suia-Missu, onde vivem cerca de 750 índios xavantes. Eles retomam a reserva de onde foram expulsos em 1966 por posseiros.

   Em meio às propostas, surge a idéia de se construir um desvio de 31 km, a partir de Ribeirão Cascalheira, seguido por Bom Jesus do Araguaia e Terra Nova Dourada até chegar a Vila Riva. Assim, o novo trecho passaria longe da reserva indígena e ficaria próximo de municípios como São Félix do Araguaia, Luciara e Santa Terezinha.

   A maioria dos que participaram da audiência pública promovida neste sábado por Daltinho aprovou a idéia de mudança do traçado. Para o deputado, a conclusão da 158 corre risco de não ocorrer por causa da reserva indígena. Defende discussão para motivar os moradores a ingressarem na luta pelo asfaltamento da rodovia, que atravessa o leste de Mato Grosso e o liga ao porto de Itaqui (MA), via sudeste do Pará e Tocantins.

   A 158 compreende as nascentes do rio Xingu, um dos principais afluentes do Amazonas. E representa a transição entre o cerrado e a floresta amazônica densa. O eixo da rodovia foi a região em que o desmatamento mais cresceu na Amazônia em 2004-2005.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

PT na oposição independente do eleito

edna sampaio 400   Independente de quem ocupar o Palácio Alencastro, a partir de janeiro, a professora Edna Sampaio (foto), única eleita pelo PT à Câmara de Cuiabá, fará oposição ao prefeito. E dá sinais de que será uma parlamentar bastante atuante. Neste segundo turno, como o seu...

Secretário não consegue eleger Fred

fred gahyva 400 curtinha   O vereador licenciado e secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi um cabo eleitoral incansável pela candidatura de Fred Gahyva (foto) a vereador pela Capital. Ele liderou reuniões nas unidades de saúde, reforçando pedido de voto para o aliado e amigo de...

Deputado agora pula de palanque

elizeu nascimento 400 curtinha   O ex-vereador e hoje deputado estadual Elizeu Nascimento (foto), que amargou a oitava colocação na disputa ao Senado na eleição suplementar do último dia 15, mudou de lado, como se troca de camisa. Em princípio, era apoiador do projeto de reeleição do prefeito...

Ex-aliado, Sales lembra quem é Abílio

coronel sales 400   Em mensagem enviada aos amigos, reforçando pedido de voto para Emanuel Pinheiro, o coronel PM da reserva e secretário de Ordem Pública da Capital, Leovaldo Sales (foto), diz conhecer bem os dois candidatos que disputam, neste segundo turno, o Palácio Alencastro. Sobre Emanuel, lembra que este tem...

Uma perna no muro e dicas indiretas

eduardo botelho 400 curtinha   O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (foto), chega ao final deste 2º turno das eleicões em Cuiabá com uma perna no muro. Ele liberou toda sua equipe para votar em quem quiser e todos pedem voto para Emanuel. Já Botelho, particulamente, preferiu não assumir publicamente o seu...

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

MAIS LIDAS