Últimas

Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2007, 08h:30 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Artigo

Aulas de iniciativa

   O jornalista Kleber Lima considera que o seminário realizado em Sinop na última sexta impressionou pelo número de adesão dos líderes políticos e empresariais, dispostos a encontrar solução rumo ao desenvolvimento da região. Confira artigo abaixo.

   O seminário realizado em Sinop na última sexta-feira pela Assembléia Legislativa, reunindo os 41 municípios do Nortão, praticamente todo o governo estadual e representantes das bancadas federal e estadual de Mato Grosso, representa um marco na união institucional em busca do bem comum.
   Foi impressionante o nível de adesão dos líderes políticos e empresariais da região (ao menos 1.500 pessoas participaram do seminário). E não foi só número. A qualidade da participação precisa ser ressaltada, bem como a atenção depositada por cada assistente. Das 14h às 19h da última sexta-feira, praticamente não se ouvia som no plenário improvisado do Sesi de Sinop, a não ser as vozes dos palestrantes. A platéia permaneceu sentada e atenta a cada palavra, a cada gesto, reagindo com a cabeça em sinal de aprovação ou reprovação.
   Houve poucos aplausos. Isso, no entanto, não significa reprovação. Significa que quem foi ao seminário, e mesmo quem o realizou, não buscava um ato político, pura e simplesmente. A intenção, levada a efeito na prática, era debater problemas, dificuldades, e sinalizar com soluções.
   É uma demonstração clara que a sociedade ainda se dispõe a envolver-se com política, desde que consiga acreditar nas iniciativas de seus líderes.
   A situação no Nortão é realmente muito grave. Um pólo de desenvolvimento econômico de Mato Grosso em tempos recentes, uma ilha de prosperidade, de repente viu seus sonhos se desmoronarem feito castelo de cartas abalado pela brisa mansa da manhã.
   A crise da região, contudo, é estrutural, por isso todos lá têm consciência de que meias medidas ou medidas paliativas não a resolverão. Talvez por isso ninguém tenha ido lá em busca de aplauso ou para aplaudir.
   As soluções para o Nortão passam por mexidas estruturais, macro-econômicas, como um novo modelo de desenvolvimento sustentado na diversificação da economia. O papel do Estado, entendido aqui como a reunião dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, nos três níveis, é o de auxiliar e induzir essa missão. Algumas mudanças na legislação, sobretudo na ambiental, se farão necessárias. Algumas ações com base na legislação atual também. E investimentos em infra-estrutura são fundamentais.
    O sentimento de quem participou do seminário de Sinop é de que há saídas. A principal demonstração disso é o próprio seminário. Porque tanta gente pensando ao mesmo tempo sobre os mesmos problemas, injetando sua energia no mesmo sentido e direção, certamente haverá de gerar bons resultados.
   O seminário do Nortão é um exemplo e um modelo para outras regiões de Mato Grosso. Talvez nenhuma delas tenha vivido essa gangorra de desenvolvimento, pelo menos de forma tão abrupta. Mas, as desigualdades regionais de Mato Grosso são bastante acentuadas, provocando contrastes muito fortes internamente, e na relação umas com as outras. Sul, Baixada Cuiabana, Oeste, Araguaia, todas têm também suas dificuldades, que demandam soluções apropriadas e particularizadas.
  Mas, o primeiro passo sem dúvida é a mobilização local e a articulação regional, estadual e nacional. Nesse aspecto, o encontro de Sinop deu uma grande aula de iniciativa para Mato Grosso.


KLEBER LIMA é jornalista, especialista em marketing e consultor de Comunicação e Política (kleberlima@terra.com.br)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.