Últimas

Sábado, 26 de Janeiro de 2008, 08h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:19

MEIO AMBIENTE

Aumento do desmatamento põe CPI em xeque

  Enquanto os deputados faziam barulho com a CPI da Sema durante cinco meses do ano passado, alguns agricultores colocavam fogo e devastavam a floresta ilegalmente. O incrível é que essa ação não foi detectada pela Comissão, sob a presidência de José Riva (PP) e relatoria de Dilceu Dal Bosco (DEM), ambos representantes do Vale do Arinos e Nortão, regiões que mais arderam em chamas.

   Todo o trabalho da CPI caiu por terra com o noticiário que ganhou o mundo sobre o aumento do índice de desmatamento, principalmente em Mato Grosso, mesmo que os integrantes da Comissão venham a contestá-los. A CPI seguiu a linha que agradou o governador Blairo Maggi, que até foi consultado antes do relatório com 424 páginas em 10 capítulos ficar pronto.

  A primeira CPI criada sob a gestão Maggi alega que se limitou a investigar problemáticas na área ambiental do Estado, mas no sentido de apresentar medidas propositivas e não punitivas. Entre as 85 recomendações está a que pede maior estrutura à Sema, conduzida por Luís Henrique Daldegan. Detectou morosidade na liberação de licenças. Descobriu que, por causa dos passos de tartaruga da pasta, o Estado deixou de arrecadar em torno de R$ 1 bilhão somente no ano passado.

   No documento constam sugestões para melhorias na Sema, como reforma estrutural, descentralização da pasta, no sentido de permitir maior autonomia aos escritórios regionais, aumento do número de servidores, qualificação profissional e maior orçamento, além dos atuais R$ 53 milhões. Já em relação ao desmatamento ilegal, nenhuma citação.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Franklin Rusgo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não acredito que foi a própria Izabel quem respondeu ao internauta acima; porque se foi, quanta prepotência e arrôgancia!!!

    NINGUÉM ME TIRA DAQUI!!!

    Cuidado sra. Izabel, não substime as pessoas, nem tampouco a Deus, que tudo sabe e tudo vê. Ele abate os soberbos e exalta os humildes. E pela sua fala, "humildade" é uma palavra que não existe no seu vocabulário.

    Você está semeando vento, e certamente, colherá (já está colhendo) tempestades.

    Efetivamente, ao se expressar dessa maneira, demonstra ser uma pessoa limitida em todos os sentidos.

    Repudiamos pessoas como você no serviço público, FORA IZABEL!!!

  • Agnaldo da Silva Campos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A criação da CPI foi mais uma forma do Dep. José Riva chantagear o Governador Blairo Maggi. Todos sabem que o Meio Ambiente é o ponto mais fraco da administração do Governador Maggi e o Dep. Riva sabedor disso incentivou e presidiu a criação da CPI para ter o governo em suas mãos para no futuro (leia-se 2.010) cobrar a fatura (dobradinha com Maggi para o Senado)pela omissão de dados que prejudicariam o governo. Essa é a verdade da CPI do faz de conta.

  • Prof. Mauro Cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    RD, não acreditei no que li, que coragem dessa Princeza "Izabel", quanta falsa modestia. Ela deve ser discipula de Paulo Coelho...tudo conspira a seu favor! Será que o Governador perdeu o poder de mando na SEMA? O que mais precisa ser dito para que ele possa tomar uma decisão de fazer uma limpeza nesse meio ambiente.

  • ADRIANO MENEZES | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    VOU RESPONDER AO PROF. MAURO CESAR. O GOVERNADOR NÃO PERDEU O CONTROLE SOB A SEMA, ELE MESMO QUE AUTORIZA E SABE DE TUDO OQUE ACONTECE POR LÁ, INCLUSIVE DAS ATITUDES DESSA SENHORA IZABEL. A PRÓPRIA IZABEL FALA NO "ESPETINHO DO PAI DELA" QUE TEM O GOVERNADOR NA MÃO, E PELO QUE VEMOS, TANTA BARBARIDADE QUE ESSA SENHORA APRONTA E NÃO É EXONERADA, SÓ NOS RESTA ACREDITAR E CONFIAR NELA MESMA. É GOVERNADOR, NÃO É A TOA QUE O SENHOR ESTÁ CONFIRMANDO SUA MOTOSSERRA DE OURO. DEVE TER COMETIDO ALGO MUITO GRAVE E AGORA TEM MEDO DA IZABEL LHE ENTREGAR. SÓ PODE.

  • Vicente Gomes dos Reis | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meu Deus, tenho pena dos servidores da sema, se não bastasse o salário mísero que recebem, além de perseguidos por operações policiais que só pega ladrão de galinha, ainda têm que tolerar serem mandados por gente incompetente, desqualificada tecnicamente e autoritária como essa Izabel. Vixe, que ambiente de trabalho deve ser aquilo ali. Acho que o problema da sema passou a ser problema da sociedade matogrossense, pois não se pode conceber um órgão iminentemente técnico ser dirigido por pessoas como essas.

  • Oriana Paes de Barros | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Não me causa nenhuma estranheza essa notícia, embora seja digna de ser lida, porque verdadeira. Sobre a CPI DA SEMA, na minha opinião, não pairam dúvidas quanto à falta de verdade e aprofundamento nas verdadeiras questões e problemas do meio ambiente em meu Estado. Aliás, devemos lembrar que quem indica os SEcretários são os Deputados, que, depois, apuram possíveis irregularidades de seua apadrinhados. Já vi esse filme muitas vezes. Conheço bem as Excelências que fizeram o carnaval sobre o tema. Por pouco, os denunciantes não vão para a cadeia e os denunciados, navegam em mares tranquilos e céu de brigadeiro. Não aconteceram mudanças e nem vão acontecer, enquanto não tivermos homens públicos comprometidos, honestos, decentes e honrados. Raridade...........

  • Sergio P Martins | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Governador Blairo Maggi!

    Sabemos que o Sr. vêm ouvindo muitas críticas em relação à Sema, sobretudo, sobre a Gestão do Secretário Luis Daldegan, desde o início. O problema é que o Sr. ouve, mas não absorve!

    Será possível que continuará permitindo esse tipo de gente no seu Governo?

    Vimos V.Exma exonerar pessoas arrogantes, que pisaram em falso com palavras e atitudes como por exemplo: O Dr. Farina ( ex-Secretario Adjunto) na Secretaria de Estado de Saúde, o ex-Comandante Adailton da PM, entre outros.

    Agora, espero que Vossa excelência tome uma atitude em relação aos gestores da Sema, principalmente desta Sra. Izabel.

    O Sr. é uma pessoa humana, te peço: tente se colocar no lugar de quem precisa se submeter à autoridade de uma pessoa que se acha dona de um órgão público; que persegue, maltrata e maquina maldades contra as pessoas do bem?

    Essa questão, em especial, já tornou-se um problema da sociedade matogrossense, sem dúvida alguma.

    Faça alguma coisa, por favor!!!!

  • julio cesar | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    a culpa não foi da C.P.I nem dos deputados, pois todos, com exceção do Dilceu Dal Bosco, pediram a exoneração do secretario Luiz Henrique Daldegan e sua chefe de gabinete Izabel. Porém, o único responsável pela continuidade do desmatamento desordenado, da falta de comando na SEMA, das maracutaias e venda de falicidades dentro do órgão é o governador Blairo Maggi. Se não tivesse se acovardado em mandar Daldegan embora, certamente não estaríamos mais uma vez nas páginas mundiais e ele (Blairo) não receberia novamente o título da Motossera de Ouro.

  • sandrinho silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Izabel | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Senhor Sandro, a única coisa que posso falar é que tem muita gente com inveja e que gostaria de estar em nosso lugar.
    Eu e o excelentíssimo senhor Luiz Henrique Daldegan estamos contribuindo e ajudando a classe madeireira a minimizar os impactos ambientais do nosso estado.
    O único motivo pelo qual o governador não exonera seu comando da SEMA é por que nós somos a melhor equipe que já comandou a pasta.
    Daqui ninguém me tira.

Os virtuais candidatos a governador

ygor moura 400   Mesmo que timidamente, alguns começam a externar, em privado, o desejar de disputar o governo estadual por um bloco de oposição, contrapondo o projeto de reeleição de Mauro Mendes. O empresário Ygor Moura (foto), da rede de clínicas de depilação Espaçolaser,...

Nomes "de fora" pra deputado federal

valtenir pereira 400   Enquantos os oito deputados da bancada federal de MT (Barbudo, Medeiros, Leonardo, Rosa Neide, Juarez, Bezerra, Emanuelzinho e Neri) vão em busca da reeleição, na esperança de continuarem em Brasilia por mais quatro anos, outros líderes correm por fora, dispostos a também entrar na...

Todos federais vão tentar a reeleição

carlos bezerra 400   Todos os oito deputados federais mato-grossenses estão trabalhando projeto de reeleição. Mas um resolveu espalhar, em paralelo, a ideia de tentar o Senado: Neri Geller (PP). Sabe-se, porém, que a jogada do deputado de Lucas do Rio Verde e que já foi ministro da Agricultura não passa de...

Mil cestas básicas vão para músicos

alberto machado 400   O secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está comemorando a decisão do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, que desenvolve ações sociais de forma voluntária, de disponibilizar mil cestas básicas para...

Assembleia cede espaço pra vacinação

Eduardo Botelho _ 400   O prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro procurou e encontrou apoio da Assembleia para ampliar locais de vacinação da população contra Covid-19. Em reunião nesta sexta entre o prefeito e os deputados Eduardo Botelho (foto), Paulo Araújo e João José, que preside a...

VG fatura com os clientes da Capital

Com o feriado em Cuiabá nesta quinta (8), por força do aniversário de 302 de emancipação político-administrativa, o movimento no comércio migrou para a vizinha Várzea Grande, segundo maior município do Estado. Em alguns trechos, especialmente na região central, registrou-se congestiomanento no trânsito praticamente o dia todo. Em tempos de pandemia e com horário de funcionamento reduzido, lojistas e comerciantes...