Últimas

Sábado, 09 de Maio de 2009, 11h:02 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:23

EXCLUSIVO

Avião da Gol é retido em VG por suspeita de gripe suína






Passageiros de um vôo da Gol, alguns de máscaras, deixam o saguão do aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, neste sábado, em meio à preocupação com um caso de suspeita da chamada gripe suína
Fotos: Lisânia Ghisi

   Um avião da empresa Gol, que pousou no aeroporto internacional Marechal Rondon, em Vázrea Grande, às 10h deste sábado, vindo de Brasília, está retido no local porque um dos 180 passageiros, um professor oriundo da Venezuela, apresenta sintomas da gripe suína. Segundo informações, a aeronave só possuía 100 máscaras que protegem contra a contaminação. Por causa disso, 80 passageiros viajaram sem a proteção.

   Técnicos da Anvisa estão fazendo a constatação para saber se o professor realmente possui o vírus Influenza (H1N1). Caso seja confirmado, o passageiro será encaminhado a um hospital da Capital. Já os demais passageiros são orientados sobre quais procedimentos devem adotar. Na última quinta (8), o Ministério da Saúde confirmou a existência de quatro casos no Brasil. Na sexta foram anunciados mais dois registros. Funcionários da Gol e do aeroporto foram instruídos a não dar informações, mas confirmam a suspeita.

   A gripe suína é uma doença respiratória de porcos causada por um vírus influenza tipo A que causa regularmente crises de gripe em porcos. Ocasionalmente, o vírus vence a barreira entre espécies e afeta humanos. O vírus da gripe suína clássico foi isolado pela primeira vez num porco em 1930.

   Segundo balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS), a gripe causou 44 mortes no mundo, sendo 42 no México e duas nos Estados Unidos. São consideradas suspeitas de ter a doença pessoas que tiverem febre alta repentina (acima de 38ºC) e tosse. Também podem estar acompanhadas de dor de cabeça, dores musculares e nas articulações ou dificuldade respiratória. Além disso, o paciente deve ter apresentado os sintomas até dez dias depois de sair de países que reportaram casos pela influenza A (H1N1) ou ter tido contato próximo, nos últimos dez dias, com uma pessoa classificada como caso suspeito de contaminação. (Flávia Borges e Andréa Haddad)

(11h30) - Equipe da Anvisa permanece dentro do avião; aeroporto aguarda relatório

   Uma equipe da Anvisa faz os exames em passageiros do voo 1636, da Gol, que pousou no aeroporto Marechal Rondon há pouco mais de 30 minutos. Conforme informações do chefe do Centro de Operações de Aviação, que não quis informar seu nome e se identificou apenas como Soares, técnicos da Anvisa devem apresentar um relatório sobre a saúde dos passageiros em instantes. Somente após a entrega deste relatório, os responsáveis pela administração do aeroporto pretendem se pronunciar. Funcionários, tanto da Gol quanto do próprio aeroporto, se negam a prestar esclarecimentos à imprensa e aos passageiros de outros voos, que permanecem assustados com a possibilidade de que a gripe suína, que já vitimou dezenas de pessoas pelo mundo, tenha realmente chegado a Mato Grosso. (Patrícia Sanches)

(11h40) - Passageira diz que Gol só informou sobre suspeita após 20 minutos de voo

   Silvania Nossa, uma das 180 passageiras que estavam no voo 1636 da Gol, afirma em entrevista exclusiva ao RDNews, que a empresa só avisou os demais passageiros sobre a suspeita, cerca de 20 minutos após a decolagem em Brasília. O professor venezuelano já apresentava os sintomas e informou à equipe da Gol. (Lisânia Ghisi)

(11h50) - Passageiros ficam em observação; suspeito é internado em Cuiabá



Avião da Gol retido no aeroporto de VG, após identificação de um passageiro com suspeita de gripe suína

   Conforme uma outra passageira do voo 1636 da Gol, Juvenice Ferreira Alves, antes do embarque, funcionários da empresa fizeram questionamentos sobre possiveis sintomas entre as pessoas. Ela conta que o suspeito de estar contaminado seguiu viagem na poltrona número 3, na parte da frente do avião. Somente as pessoas que estavam próximas a ele puderam usar máscaras de proteção, já que o número de passageiros era maior. Todos os ocupantes do voo já foram liberados pela equipe da Anvisa, mas devem permanecer em observação pelos próximos 10 dias. Eles precisaram preencher um questionário com dados pessoais e contatos, para somente então seguirem viagem. Já o professor venezuelano que apresenta sintomas da gripe suína foi levado a um hospital de Cuiabá e permanecerá internado num quarto isolado, por pelo menos 10 dias. (Patrícia Sanches)

(12h) - Ocupante do voo diz que falta estrutura na Gol;  havia somente 50 máscaras

   O professor da Unemat, Giovane Gessé, que faz mestrado em Brasília e estava no voo, reclamou dos procedimentos adotados pela Gol. Segundo ele, havia apenas 50 máscaras que só eram dadas a quem reclamasse da situação. Ele informou ainda que o venezuelano que apresentou sintomas da doença garantiu que não avisou antes sobre seu estado de saúde, porque queria chegar a Cuiabá, onde reside. Ele saiu da Venezuela e passou pelo Chile antes de chegar ao Brasil. (Patrícia Sanches)

(12h30) - Por falta de estrutura, suspeito de gripe suína fica entre pacientes

   O professor venezuelano, que apresentou sintomas da gripe suína durante um voo da Gol, foi levado ao Ambulatório 3, do Hospital Júlio Muller, na Capital e, logo em seguida, transferido para a clínica médica da instituição. Enquanto isso, permanece entre outros pacientes, mesmo com a orientação do Ministério da Saúde para que seja isolado. Funcionários da unidade hospitalar garantem que o local não tem estrutura para mentê-lo isolado. (Andréa Haddad)

(12h40) - Divulgado nome de paciente; exames serão enviados a São Paulo

   O nome do passageiro com sintomas de gripe suína é Fábio Júnior da Silva. Ele tem 26 anos. O procedimento agora é a coleta de secreção, por meio de um exame denominado nasofaringe. O material será enviado ao laboratório referência Adolfo Lutz, em São Paulo, para análise. O resultado deve sair em 72 horas. (Patrícia Sanches)

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • joão Batista | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Esse pessoal do DEMO não tem jeito. Antônio Souza, a responsabilidade pela vigilância no aeroporto é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), órgão ligado ao Ministério da Saúde.
    Antes de escrever bobagens, procure informar-se.
    E outra: a ovrigação de forncimento das máscaras aos passageiros é da empresa que transporta.

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    MEU DEUS, LA NA MINHA SÓGRA TEM FEIJOADA HOJE.

  • Criativo | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Que tal fazer um avião inteiro de deputados e senadores e mandar pro mexico?!

  • Edilberto Magalhães | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cuiabá não controla nem a Dengue, quem derá se conseguisse controlar a Gripe suína. Vamos esperar, e ver no que dá

  • mauro santa v.silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    muita falta deste elemento, pois com 26 anos não é nenhuma criança., o governo tem feito esclarecimentos juntamente com radio e tv.,
    demostra ser uma pessoa sem responsabilidade tanto com ele como com terceiros., deveria ao invés de embarcar ter se
    apresentado ao serviço medico do aeroporto antes cometer esta falta. feio também para a gol que deveria ter mascaras suficientes para os passageiros., vamos torcer até para que não seja., mas que sirva de alerta para outras pessoas ter mais responsabilidades com a
    população.

  • Antonio Souza | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Cade nosso SUPER Prefeito Murilão?????aciona esse agentes de saude ai meu amigo, se mascara que custa uma mereca nao tem em cuiaba, imagine estrutura para copa 2014....ha ha ha ha

  • Fabiano Rabaneda | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Se o professor deixou de notificar os responsáveis para poder chegar logo em Cuiabá, cometeu crime contra incolumidade pública:

    Código Penal: Infração de medida sanitária preventiva
    Art. 268 - Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa:
    Pena - detenção, de um mês a um ano, e multa.

    Deve existir uma investigação urgente!

Mais jovem prefeito sucede familiares

Rog�rio Meira_400 jangada   O mais jovem entre os prefeitos eleitos e/ou reeleitos de MT, Rogério Meira (foto), tem um histórico de vida pública, mesmo tendo apenas 24 anos. Atualmente, ele exerce mandato de vereador por Jangada e foi eleito prefeito da cidade ao obter 1.699 votos, 9 a mais que o...

Base forte de EP para Mesa Diretora

juca do guaran� curtinha 400   A base do prefeito Emanuel Pinheiro para o segundo mandato, embora com quatro virtuais candidatos à presidência da Mesa Diretora, está construindo o discurso de que não pode rachar sob o risco de entregar o comando do Legislativo para a oposição....

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...