Últimas

Quarta-Feira, 06 de Junho de 2007, 19h:40 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

FLAGRANTE

Bandidos rendem policiais em assalto a banco

    A fotografia revela uma cena no mínimo inusitada. Nesta quarta pela manhã, em São José do Rio Claro (a 315 km de Cuiabá), assaltantes renderam policiais, seguranças e clientes de uma agência do Banco do Brasil. A foto de Marcos Pontes revela o momento em que as vítimas estavam imobilizadas. 

     Armados com fuzis AR-15, os assaltantes ficaram 30 minutos no banco no aguardo da abertura automática do cofre. Depois, roubaram o dinheiro e fugiram levando um policial e dois agentes carcerários como reféns. Na fuga, eles usaram a própria viatura da Polícia Militar, incendiaram outro carro para, em seguida, libertar os reféns.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antonio Carlos | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Isso demonstra a omissão do Estado e falta de responsabilidade do Judiciário. Veja só:

    Dia-a-dia SÃO JOSÉ DO RIO CLARO
    Quarta, 06 de junho de 2007, 15h07
    Tribunal de Justiça negou liminar que pedia mais PMs em São José do Rio Claro

    MidiaNews/Celso Bejarano Jr.


    O assalto ocorrido na agência do Banco do Brasil do município de São José do Rio Claro, ocorrido na manhã desta quarta-feira, poderia ter sido evitado. Bandidos fizeram reféns, depois soltaram, trocaram tiros com policiais e escaparam levando uma quantia ainda não revela de dinheiro. Detalhe: os criminosos fugiram dirigindo a única viatura policial do município. Até o início da tarde, os bandidos não haviam sido localizados.

    A idéia de que a ação dos bandidos poderia ter sido evitada ou ao menos dificultada, é defendida pelo representante do MP (Ministério Público) na cidade, o promotor de Justiça, César Danilo Ribeiro de Novais.

    Este promotor moveu ação civil pública contra o Estado exigindo aumento do efetivo policial, mas o Tribunal de Justiça não concordou com o manifesto do MP.

    Na ação produzida por Novais, ele sustenta que apenas quatro policiais militares atuam na segurança da cidade, dos quais dois cumprem plantão no fórum.

    Pelos cálculos do promotor, cada militar cuida da segurança de algo em torno de 7,5 mil habitantes, já que a população de São José do Rio Claro, soma 15 mil pessoas. São José fica 325 quilômetros distantes de Cuiabá.

    Logo após o assalto de hoje, o promotor escreveu um comunicado e mandou às principais autoridades do município. No documento, ele disse que “somente após 7 meses [após ter movido ação pedindo efetivo policial], o Poder Judiciário, por meio de magistrado da comarca de Diamantino, resolveu apreciar o pedido liminar que, para nossa surpresa, negou-o”.

    Inconformado com a decisão, o promotor entrou com agravo de instrumento no Tribunal de Justiça contra a decisão inicial. Ao produzir o recurso, o promotor tomou emprestado um dos pensamentos de Santo Agostinho, que disse: “A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-la”. Nem o santo ajudou: o argumento do promotor fora negado de novo.

    “Para a nossa surpresa o relator do recurso também negou o pedido de liminar, ao argumento de que, pasmem (!): “não vislumbro perigo de dano irreparável” [esse foi o entendimento de um desembargador que avaliou o pedido do promotor de São José do Rio Claro]

    “Não resta dúvida de que a falta de policiais militares nesta cidade figura como convite ao aumento da criminalidade”, anotou em seu comunicado o promotor César Danilo Novais. Ele escreveu também que o Estado de Mato Grosso “é o responsável direto pela falta de segurança”.



    Atualizado às 15 horas

    www.midianews.com.br

  • Helio Rocha | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Ou melhoram a segurança no município ou cenas como essa vão continuar, principalmente agora que os bandidos sabem que a polícia está "indefesa".

Poconé tem hoje vários "prefeitáveis"

euclides santos 400 curtinha   O ex-vereador e ex-prefeito de dois mandatos de Poconé, Euclides Santos (foto), que era do MDB e agora está no PSDB, vem se movimentando nos bastidores para concorrer novamente à sucessão municipal. Seria um dos nomes de oposição ao prefeito Tatá Amaral, que vai tentar...

Apostas do PTB para vereador em VG

silvio fidelis 400 curtinha   Detentor da segunda maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com cinco assentos, atrás somente do DEM da prefeita Lucimar, que conta com sete vereadores, o PTB aposta na hipótese de ao menos manter as cinco vagas. E todos os seus vereadores vão à reeleição, sendo...

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.